Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Obesidade

Especialização em Saúde Estética
by

Daniel de paula

on 22 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Obesidade

Obesidade? Nunca ouvi falar...
Obesidade nos bebés...
Já que não existe um consenso em medir a obesidade em crianças tão jovens, os pesquisadores consideraram no estudo as crianças que tinham risco de obesidade aquelas com peso equivalente a 85-95% do peso considerado normal.
Eles chegaram à conclusão de que quase 32% das crianças tinham risco de obesidade ou eram obesas aos 9 meses de idade, e 34% tinham risco de obesidade ou eram obesas aos 2 anos de idade.
Obesidade infantil...
Em Portugal 31,5% crianças entre 7 e 9 anos têm excesso de peso. Entre essas, 11,3% são obesas. É nos meios urbanos que a obesidade infantil é mais frequente, embora o problema esteja também presente no meio rural.
Segundo estudos, 31,5% dos adolescentes portugueses entre os 9 e os 16 anos são obesos ou sofrem de excesso de peso.
Bypass Gástrico
Uma doença crônica, progressiva,devida ao acúmulo de gordura no tecido adiposo;

Doença do século;

Atinge 15% da população mundial e 14% da população brasileira.

Como medir a obesidade?
Má alimentação
Sedentarismo
Fatores emocionais e culturais
Fator genético:


Fatores que influenciam a obesidade

Consequências da obesidade

Tratamentos e Profilaxia
para a obesidade


Luvox, medicamento utilizado para tratamento de obesidade, depressão entre outros.

Termogênicos naturais, chá de ibisco, gelo, canela e pimenta.
Serotoninérgico
: aumenta a sensação de saciedade por um longo tempo

Termogênicos
: substâncias que incrementam na queima calórica, inibidores da absorção intestinal
Fármacos

Xenical
: é um inibidor da absorção intestinal que age diretamente nas enzimas que digerem a gordura.


Catecolaminérgica
: atua sobre o SNC modificando o apetite ou a conduta alimentar.
Dissabsortivas: têm o objetivo principal de diminuir a área de absorção dos alimentos.


Restritiva: tem o objetivo de dificultar a entrada do alimento.


http://www.wallstreetfitness.com.br
http://vidativa.seublog.net
http://3.bp.blogspot.com
http://dolcebellezzaestetica.com.br
Exercício Físico

http://www.scoad.com.br
http://bananapeople.files.wordpress.com/2011/05/gordo-mcdonald.jpg
Boa alimentação!
As Dietas
Genes ob, FTO,  CD38 entre outros.
tipo de adipocina que circula no sangue e afeta o metabolismo dos
ác. Gaxos
e dos
carboidratos
no fígado e no músculo.
aumenta a captação dos ác. Graxos do sangue pelos miócitos e aumenta a velocidade da oxidação nessas células. 
bloqueia síntese dos ác. Graxos e a gliconeogênese nos hepatócitos.
Adiponectina:
Produzidos nas Ilhotas de Langerhans
as células beta: insulina.

Insulina
Glucagón
as células alfa: glucagon
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Glicemia.svg
Hormômio T3 e T4
triiodotironina
tiroxina
Produzido na Tireoide;
Regulam o metabolismo de forma geral;
Hipotireoidismo:
Aumento de massa corporal
acúmulo de mucopolissacarideos (usados na construção da estrutura de tecidos)
causam inchaço quando associados a retenção de água.
Intervenções
Cirúrgicas
Do grego "díaita" e significa "modo de vida".

Se trata do comportamento nutricional dos seres vivos.

Orientado por um especialista: médico nutricionista ou dietista.

Trabalha em parceria com a atividade física.
Dietas... O que é isso?
Redução do consumo de gorduras e carboidratos

Aumento do consumo de fibras, frutas e legumes de lenta digestão,

Adição de alimentos ricos em vitaminas

Maior consumo de líquidos para o bom funcionamento dos processos biológicos.


“Super-dietas" (ex: restritivas);

Não receitadas por especialistas,

Perda de peso desvinculada da preocupação com a melhoria na saúde.

Resultado rápido, no entanto, não-duradouro.
Você está fazendo isso...
Dieta hipoproteica e a degradação
de massa magra
Dieta hipoproteica: dieta pobre em proteínas;

Indicada para portadores de insuficiência renal e cirrose hepática;

Massa magra
;

Na nutrição, o conceito de massa magra é normalmente usado para se referir apenas à massa muscular
Os dois componentes dominantes dos músculos esqueléticos são a água e a proteína, na razão de aproximadamente 4:1;

 O músculo esquelético possui em torno de 50% da proteína corporal total.

Disponibilidade de aminoácidos reduzida que reflete na degradação da massa magra.
Excesso de carboidrato Aumento de açúcar no sangue;

Liberação de insulina transporte de açúcar para dentro das células

Reduzindo o consumo de carboidratos e consumindo mais proteínas é possível manter sob controle a liberação da insulina, controlando também a entrada de glicose nos tecidos.

A grande divulgação levou à criação de variações controversas da dieta
Dietas Low Carb
Normalmente, os carboidratos são limitados a 40g por dia;
Não é necessário a contagem de calorias, a não ser que se queira acelerar a perda de peso;
Em média, caso a dieta esteja sendo seguida a risca, perde-se 3 kg nos primeiros sete dias e depois de 1 kg a 2 kg por semana.
Como Funciona
"Proibídos"
"Permitidos"
Curiosidades
Ganho de peso na criança seguido por aumento de estatura/aceleração da idade óssea.
Em uma certa idade, o ganho de peso se torna contínuo e a estatura/idade óssea se mantêm constantes

Tipos de Obesidade
Obesidade Andróide: dá-se quando o tecido adiposo se acumula na metade superior do corpo, sobretudo no abdómen.

Obesidade Ginóide: a gordura fica distribuída  principalmente, na metade inferior do corpo, particularmente na região ao nível do quadril como glúteos e coxas.

Obesidade Infantil
Progressiva incidência de obesidade na vida adulta
Alterações nas articulações
Pedras na vesícula
Alterações nas “gorduras” do sangue
Propensão para doenças coronarianas em idade relativamente jovem.

Consequencias da Obesidade Infantil
Superalimentação
disfunções hormonais
Obesidade Animal
THC (delta-9-tetrahidrocanabinol) estimula o hipotálamo a inibir a secreção de glucocorticóides e a leptina, aumentando a sensação de fome.

Cannabis e a Leptina
BERGMAN, R.N. A better index of body adiposity. Obesity (Silver Spring), 2011
PEREIRA, L.O. Obesidade: hábitos nutricionais, sedentarismo e resistência à insulina.
TOMKINS, A. Measuring obesity in children: what standards to use?
http:// www.gastroclinica.com.br
http:// www.infoescola.com
http://www.obesidade.org
http://biobio-obesidade.blogspot.com.br
http://drauziovarella.com.br/obesidade/obesidade

Referências Bibliográficas
Você está fazendo isso...
Dieta pobre em calorias, para os valores mais baixos, satisfazendo as necessidades de proteínas, vitaminas e minerais do homem adulto médio, indicado para os pacientes com hipercolesterolemia e obesos.

Os valores de calorias podem ser aumentados adicionando carboidratos a dieta.

INDICAÇÕES
Doenças das vias biliares;
Doenças do pâncreas (pancreatite e cancro);
Obesidade;
Colesterolémia;
Aterosclerose.

webmail.com
Dietas Hipolipídicas
Diminuição da ingestão de gorduras, fazendo substituição isocalórica de gorduras por carboidratos.

A principal crítica feita às recomendações para adoção de dietas hipolipídicas, é a de que estas encorajariam uma mudança alimentar para dietas muito ricas em carboidratos


Consequências:
- aumento da trigliceridemia
- diminuição dos níveis de HDL-colesterol
- aumento da adiposidade
- diminuição da sensibilidade à insulina.

DIETAS HIPOLIPIDICAS
VERSUS
DIETAS HIPERGLICIDICAS OU HIPERCALÓRICA
Soluções passíveis:
- associação da dieta com atividades físicas
- substituição de carboidratos simples por carboidratos complexos


Valor energético total (VET) de lipídeos
- Estados Unidos - 20 e 35% do VET
- Brasil - 15% e 30% do VET

- American Heart Association (AHA),- 10% do VET da dieta


sp.
Sintetizada no estômago;
Estimula a fome.
Age no hipotálamo em situações de jejum e/ou hipoglicemia
Associa-se ao GH;
Anoréxicos nervosos também tem altas concentrações de grelina e em obesos, baixas concentrações.
Síndrome de Prader-Willi
Grelina
Grelina:Composta por 28 resíduos de AAS
A mostra desnuda (1680), de Juan Carrinho de Miranda. Óleo sobre tela, 165cm x 108cm. Museu do Prado (Madri)
Decodificada pelo gene OB;
Secretada por adipócitos;
Age no centro hipotalâmico-hipofisário;
Aumenta a sensação de saciedade;
Sua produção é regulada pelo ritmo circadiano (relógio-biológico) e alterada pelo ciclo menstrual;
Relacionada a insulina;
Em pessoas obesas, há maior concentração de insulina.
Leptina
Obesidade e Hormônios
0
1- Quais são os fatores que influenciam a obesidade?
02- Qual a relação entre a Leptina e a Grelina?
03- Quais são as consequências da obesidade?
04- No que se baseiam as dietas hipolipídicas, Low Carb e Hipoproteica?
05- Cite os principais fármacos usados na obesidade qual suas vantagens e desvantagens?
Perguntas...
OBESIDADE!
Prof. Msc. Daniel Jesus de Paula
Especialização em Saúde Estética


Medicamento Novo???
Incretinas - Liraglutide
Acomplia (Ribonabanto)
Durante o acompanhamento com 13,8 meses de andamento, o estudo foi abruptamente descontinuada devido ao risco de suicídio e efeitos psiquiátricos em indivíduos recebendo rimonabanto. Todos os participantes foram analisados. Ao final da pesquisa, em 6 de novembro de 2008, as mortes por eventos cardiovasculares, infarto do miocárdio ou derrame cerebral ocorreram em 364 (3,9%) do pacientes em uso de rimonabanto e 375 (4%) recebendo placebo. Com o rimonabanto, observou-se que efeitos gastrointestinais (3038 [33%] versus 2084 [22%], neuropsiquiátricos 3028 [32%] versus 1989 [21%]) e sérios efeitos colaterais psiquiátricos (232 [2,5%] versus 120 [1,3%] estavam aumentados comparados ao uso de placebo. Quatro pacientes em uso da medicação e um paciente em uso de placebo cometeram suicídio.
Orlistat
Full transcript