Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Urbanização

Dedas Olvs
by

Dedas Olvs

on 4 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Urbanização

Consequências da Urbanização
O presente trabalho baseia-se na contextualidade do significado da Urbanização, relatando o seu processo, isto é, os componentes que contribuíram para tal fenómeno, demonstrando as consequências trazidas devido a essa fusão.

In
trodu
ção
Urbanização é um conceito geográfico que representa o desenvolvimento das cidades. Neste processo, ocorre a construção de casas, prédios, redes de esgoto, ruas, avenidas, escolas, hospitais, rede elétrica, shoppings, etc. 

A urbanização existe em todos os países, e ganhou força sobretudo depois da I Guerra Mundial.
Num contexto mundial, a urbanização tinha como objetivo fazer com que as zonas habitacionais fossem dotadas de espaços verdes, de centros culturais e desportivos, etc.
Conclusão
Assim, a idéia de urbanização está intimamente associada à concentração de muitas pessoas em um espaço restrito (a cidade) e na substituição das atividades primárias (agropecuária) por atividades secundárias (indústrias) e terciárias (serviços).

Consequências da urbanização
Índice
Conceito de urbanização
Fatores de crescimento urbano
Conclusão
introdução
IMPUSIONA A MODERNIZAÇÃO AGRÍCOLA, CONCENTRANDO TERRAS E DIMNUINDO A OFERTA DE POSTOS DE TRABALHOS

NO CAMPO

REPULSÃO
ATRAÇÃO
NA CIDADE

AUMENTA A OFERTA DE EMPREGOS E CAUSA A MELHORIA DA INFRA ESTRUTURA

AUMENTO DA POPULAÇÃO DA CIDADE EM RELAÇÃO AO CAMPO
URBANIZAÇÃO

MIGRAÇÃO CAMPO-CIDADE ÊXODO RURAL

Migrações
Concentração das atividades
económicas (terciarização)
“A vulnerabilidade faz parte da condição humana, tanto quanto a capacidade que temos de enfrentá-la no exercício de nossa humanidade. Ao analisarmos os riscos ambientais, a vulnerabilidade é expressão simultânea da liberdade humana e de seu abuso.” -
Marcelo Firpo Porto – Uma ecologia política de riscos

São vários os factores
que estão na origem do Crescimento:
Este fenómeno tem normalmente causas politicas, económicas, religiosas, ou simplesmente, a vontade de modança.
No que respeita à urbanização as causas são, fundamentalmente, economicas.
A indutrialização e o consequente aparecimento de grandes unidades de fabris levou à necessidade de contratação de mão de obra que o meio rural forneceu -
Exôdo de rural.
Os trabalhadores rurais motivados por melhores empregos, mais comodidades, cansados dos baixos sálarios e das catástrofes naturais rumam em direção às cidades.
Desta forma, aumenta o número de habitantes das cidades e em contrapartida a desertificação do meio rural.
Este fator fez com que uma grande parte das populações que se encontravam nos meios rurais se deslocassem para os grandes centros urbanos.
A industrialização provocou a primeira grande alteração da distribuição das populações pelo território, provocando grandes concentrações populacionais.
Posteriormente, com o desenvolvimento do comércio, turismo e serviços, a chamada terciarização das economias, assiste-se ao incremento deste aumento populacional nos centros urbanos
Esta concentração de serviços faz com que as populações queiram estar onde estão as melhores possibilidades de:
Emprego
Rendimento

Acresce a isto, os melhores meios de acesso à:
Cultura
Saúde
Justiça
Atividades de lazer, etc.
Grupos vulneráveis

Suburbanização



Portadores de deficiência – cerca de 15% a 20% da população mundial (relacionado, muitas vezes, com problemas económicos);
Desempregados;

Processo de crescimento das cidades para fora dos seus limites, expandindo-se a áreas outras urbanas. Verifica-se a descentralização de pessoas, indústrias e serviços das áreas centrais da cidade para a periferia, portanto este processo leva ao crescimento dos subúrbios.
A urbanização é considerada uma das maiores formas de pressão sobre o meio ambiente e leva a 2 grandes problemas:
Consequências gerais da urbanização:

Aumento do tamanho da população;


Urbanização e aumento da densidade em pólos urbanos;


Envelhecimento da população;


Desgaste por obesidade e outros problemas do consumo;


Degradação ambiental e perda da biodiversidade;


Comércio e consumo de animais;


Instabilidade no trabalho;


Desigualdade social.
Fatores que levam ao surgimento de grupos vulneráveis:
São mais graves nos países pobres;


Degradação ambiental;


Poluição;


Violência;


Criminalidade;


Marginalização;


Crescimento urbano rápido e desordenado.
FIM
- PERGUNTAS -
A urbanização é um fator que influencia bastante a sociedade e o meio ambiente.

As pessoas, apesar de viverem num meio rodeado de gente, fecham-se de tal forma que acabam por não interagir entre si, levando ao isolamento. Desta forma não trocam conhecimentos e os laços de solidariedade, muitas vezes são esquecidos e deixados para trás, acabando por viverem um pouco o “cada um por si”.

O ambiente, é talvez o fator mais afetado com o fenómeno da urbanização. Devido ao acumulo de pessoas que residem no mesmo espaço, tornando-se difícil não existir ruas sujas e lixo acumulado. Isto leva não só à poluição terrestre como também à poluição do ar.

Com a expanção das cidades e concentração das pessoas nos espaços urbanos devido ao exôdo rural, acompanhado do progresso dos meios de transporte e tecnológico, fez com que as pessoas deslocassem com mais facilidade, à procura de melhores condições de vida, permitindo conhecer várias localidades e interiorizar vários padrões de vida, e tem acesso à uma gama de informação.
Estilo de vida é a forma como as pessoas vivem, os seus hábitos, consumos, escolhas e códigos de consutas próprias. A sua determinação entretanto não foge às regras da formação, da diferenciação das culturas, a adaptação ao meio ambiente e aos outros homens. Sendo assim relaciona-se com a urbanização, uma vez que, cada um escolhe o seu estilo de vida, através da procura de melhores condições e meios, por isso se deslocam para lugares que os fornece o que estão a procura.
Trabalho realizado por: Odílio, Claúdia, daniela.
Full transcript