Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Gabriela, cravo e canela

No description
by

Silvana Maurílio

on 27 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Gabriela, cravo e canela

Gabriela, cravo e canela

Jorge Amado

"O cheiro de cravo,
a cor de canela,
eu vim de longe
vim ver Gabriela."
Jorge Amado
Nasceu em Itabuna, em 10 de agosto de 1912; e morreu em Salvador, em 6 de agosto de 2001

Escritor regionalista

Principais obras: Gabriela, cravo e canela; Tieta do Agreste;
Dona Flor e seus dois maridos, entre outras.

Características de suas obras: romances da Bahia ou proletários que retratam a vida na cidade de Salvador, romances ligados ao ciclo do cacau e crônicas de costume.
Equipe
Adria
Dara
Jhenifer
Silvana

3ª B - Literatura 2013
"Eu nasci assim, eu cresci assim, e sou mesmo assim, vou ser sempre assim, Gabriela..."
Apresentação
Narrador
Ainda conserva elementos da narrativa do séc. XIX
As personagens são extremamente relacionadas ao meio
A narração é feita de um ponto de vista externo
O narrador é onisciente (tem conhecimento de tudo que se passa na trama)
Se encontra em terceira pessoa
Não participa da história
O fato da narração ser feita de um ponto de vista externo prejudica a riqueza das personagens, já que elas se tornam mais estereotipadas, não havendo aprofundamento psicológico
2. As relações sociais

A mulher não possuía direitos como os do homem, suas opiniões não eram consideradas pela sociedade, possuía apenas o papel de cuidar dos afazeres domésticos e terem filhos. As vezes eram tratadas como objetos assim como a alguns trabalhadores braçais, verdadeiras mercadorias.

Problemas sociais e psicológicos
1. Os Coronéis X as Forças Progressistas

Este conflito ocorre em plano político. Os coronéis extremamente conservadores são contra o progresso que chegava em Ilhéus, pois temiam perder seus poderes locais.
Com o progresso aumentaria o comércio diminuindo assim a importância dos grandes latifundiários da região
3. O adultério

Nesta época o adultério era extremamente comum porém punido com severidade, era normal o homem traído matar a mulher e o amante para manter sua imagem limpa perante a sociedade, isto era chamado de defesa da honra. No caso da traição de Gabriela, ela acabou perdoada por Nacib, diferente dos demais casos da época e acabando com este "tabu".

Personagens
Gabriela
Nacib
Coronel Ramiro Bastos
Mundinho Falcão
Tonico Bastos
Anabela
Chico Moleza
Maria Machadão
Coronel Jesuíno Guedes Mendonça
Malvina
Rômulo
Melk Tavares
Negrinho Tuísca
Primeiro capítulo
Do sol e da chuva com pequeno milagre
Do passado e do futuro misturados nas ruas de ilhéus
Dos notáveis na banca de peixe
De como o doutor quase possuía sangue imperial
De como Nacib despertou sem cozinheira
De elogio à lei e à justiça ou sobre nascimento e nacionalidade
Onde aparece Mundinho Falcão, sujeito importante, olhando Ilhéus por um binóculo
Da chegada do navio
Das Irmãs dos Reis e do seu presépio
Da desesperada busca
Do dono da terra esquentando sol
Da conspiração política
Da arte de falar da vida alheia
Gabriela no caminho
Local onde se passa a trama: Ihéus - Bahia (Capital do cacau)
Cultura do cacau dominava todo o sul do estado da Bahia
Deixa bem claro os hábitos e costumes das pessoas da época
A história foca no romance de Nacib e Gabriela, e tem algumas sub histórias que vão ocorrendo durante a história principal
Segundo capítulo
- Inicia com a continuação do progresso em Iheus;
-Filomena diz que vai embora, morar com seu filho;
- Ocorre mais um caso de morte por adultério, onde o Jesuíno Mendoça encontra Sinhazinha e Osmundo na cama e mata os dois à tiros;
-Nacib, agora sem cozinheira, vai ao "mercado de escravos" em busca de uma mulher parecida com Filomena, para cozinhar no jantar promovido por um linha automotiva da cidade;
-Nacib, encontra Gabriela em meio a sujeira do corpo e dos cabelos e dos trapos que vestia;
-Ele ainda meio desconfiado dos dotes culinários de Gabriela, contrata duas irmãs careiras para fazer o jantar;
- Gabriela, agora como cozinheira de Nacib, conquista ele e todos os seus fregueses pelo paladar;
-Após algum tempo Gabriela permite que Nacib faça carinho nela e os dois tem então a primeira noite de amor;
-Nacib perde a vontade de ficar com Risoleta e passa a dormir todas as noite ao lado de Gabriela;
-Chico Moleza comenta no bar Vesúvio como Gabriela é bonita e deixa todos curiosos, ela agora passa a ir todas as tardes ao bar levar o almoço de Nacib, sempre com uma flor no cabelo, e atraindo fregueses ao bar;
-Nacib começa a ter ciúmes de Gabriela, e para agrada- la compra um vestido e chinelos pra ela;
-Gabriela conquista todos com seu olhar inocente, seu perfume de cravo e sua cor de canela;
-Um engenheiro chega na cidade para tentar resolver o problema do porto de Ilheus, e conhece Malvina por quem se apaixona.
Terceiro capítulo
* Mundinho Falcão tentando conquistar o voto do coronel ALtino
*Já não podia mais Nacib, perdidos o sossego, a alegria, o gosto de viver
*Bié, gostava do nome. Tomaria cuidado, não queria mago-a-lo. Mas peça não, seu Nacib, não posso fazer
*Ilhéus está ficando uma terra de perdição, um dia Deus castiga.Manda uma praga, mata tudo que é pé de cacau.
* " Meu pai está vindo para cá"... Na sua janela, Glória sorriu tristemente. Alguém disse " Parou de bater."
*ASSIM, VESTIDA DE fustão, enfiada em sapatos, com meias e tudo, até parecia filha de rico, de família abastada.
*Foi o casamento mais animado de Ilhéus.
*Dona Arminda assombrava-se ante as figuras monstruosas " Inventam cada coisa! Quando eu contar ao finado na sessão, ele é capaz de me chamar de mentirosa. Coitado, não viveu pra ver."
*Cada dentada das máquinas na areia, segundo o Capitão, significava dez votos a menos no coronel Ramiro.
* Da grande caçada
Quarto capítulo
* Gabriela não se adapta na vida de casada
* Nacib pega Gabriela com Tonico na cama
* Tonico é humilhado e sai da cidade
* O casamento de Gabriela e Nacib é anulado
* Papéis do casamento eram falsos
* Gabriela sai de casa e vai morar com dona Arminda, onde trabalhava como costureira
* Mundinho se elegeu deputado federal de Ilhéus, trazendo o progresso para o porto na Barra
* Obras da barra ficam completas
* Nacib e Mundinho abrem um restaurante juntos
* O cozinheiro contratato é convidado a se retirar da cidade pelos admiradores de Gabriela
* Nacib recontrata Gabriela
* Gabriela continuou seu romance com Nacib, sem compromissos, como era a princípio
* Coronel Jesuíno é condenado e preso por ter assassinado sua esposa e o amante
Full transcript