Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Controladoria na Prática - CASES - MBA USP 09/09/16

Aula realizada em 29/05/15 pelo Sócio Fundador da Valore Brasil Jaziel Pavine de Lima na FEA/USP sobre controladoria na prática.
by

Valore Brasil

on 9 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Controladoria na Prática - CASES - MBA USP 09/09/16

Programação
Introdução - Entendendo o momento atual:
Evoluções e
Empresas

O papel da controladoria nesse contexto:
Foco do CLIENTE
Medição de Desempenho
Agregar Valor
Indicador Completo

Controladoria na prática - CASES:
Decisão de continuidade com Cliente
Decisão de Investimento (Valuation)

Origem FUNDACE USP
O Fluxo de Caixa Descontado (FOCF)

Do inglês, Free Operate Cash Flow;
A avaliação é processada com base nos fluxos de caixa de natureza operacional;
Fluxo de Caixa Operacional Livre;
Horizonte de Tempo das Projeções;
O risco é incorporado na avaliação econômica de investimento considerando uma Taxa de Desconto;
O valor presente do ativo está baseado na taxa de desconto apropriada à remunerar os proprietários de capital (terceiros e acionistas).

VALUATION (FOCF)

Método de avaliação de empresas com base em resultados operacionais históricos e geração de benefícios econômicos futuros já considerando o desconto do risco do setor de atuação e risco financeiro do capiatal (próprio e terceiros).

Valuation como apoio
à Gestão Empresarial
Exemplo I de Valor de Empresa
Exemplo I de Valor de Empresa
Exemplo II de Valor de Empresa
Exemplo II de Valor de Empresa
CONTROLADORIA NA PRÁTICA - CASES
Jaziel Pavine de Lima
jaziel@valorebrasil.com.br
09/09/2016

Dúvidas ?
OBRIGADO!
jaziel@valorebrasil.com.br

Material disponível em:
www.valorebrasil.com.br e
compartilhado em
Prezi Valore Brasil
MUITO OBRIGADO!!!
O Valuation
SOMOS
PERSONAGENS PRINCIPAIS
PARA AS MUDANÇAS NA
GESTÃO DO SÉCULO 21
O PAPEL DA
CONTROLADORIA:

FOCO DO CLIENTE
MEDIÇÃO DE DESEMPENHO
AGREGAR VALOR
INDICADOR COMPLETO
FOCO NO CLIENTE
FOCO DO CLIENTE
QUEM É MEU CLIENTE?
NEM SEMPRE É QUEM PAGA

QUEM SÃO OS CLIENTES DE UMA:

EMISSORA DE RÁDIO?
UNIVERSIDADE?
HOSPITAL?
DEPARTAMENTO COMERCIAL?
CONTROLADORIA?
O PAPEL DA CONTROLADORIA:

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO

PROCESSO PONTA A PONTA
PAPEL DO DONO DO PROCESSO
CUSTOS POR DEPARTAMENTO OU POR PROCESSO?
>>MEDIÇÃO = NECESSIDADE + EXPECTATIVA
(EX.: PIT STOP 1950 E HOJE)

>>MEDIÇÃO DE VENDAS:
VOLUME
OU
PEDIDO PERFEITO
(certo, local e data, documentação, preço e sem anomalia)



MEDIÇÃO DE DESEMPENHO
EMPRESA QUÍMICA

CONTROLADORIA
SITUAÇÃO ATUAL

LIMITE VENDA COM CLIENTE ATUAL

DIVERSIFICAÇÃO NOVOS PRODUTOS E CLIENTES
C A S E S
PROBLEMA DETECTADO
TOMADA DE DECISÃO:

MELHORAR RESULTADOS (EBITDA)

CONTINUAR VENDAS PARA
PRINCIPAL CLIENTE (SHARE DE 35%)?
[funcionários descontentes com cliente]
DETECTADA VIABILIDADE ECONÔMICA

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO SIGNIFICATIVA

MC SEMESTRE = CUSTOS FIXOS SEMESTRE
COM CLIENTE A
SEM CLIENTE A
PROBLEMA DETECTADO
ANÁLISE DE VIABILIDADE DE INVESTIMENTO PARA AMPLIAÇÃO DE PARQUE FABRIL

DEPENDÊNCIA DE FORNECEDOR (PARTE PRODUTIVA) E MUITOS FRETES
CASE INDÚSTRIA MULTINACIONAL

DECISÃO SOBRE INVESTIMENTO
PRINCIPAIS MUDANÇAS PARA O
NOVO CENÁRIO COM O INVESTIMENTO

PREMISSAS:
Investimento CAPEX de R$ 15 Milhões
Aumento das Vendas +3% (atual esbarra na capacidade produtiva)
Origem do Capital (terceiro e próprio)
Redução de custo de beneficiamento (7%)
Redução de custo fretes
Custo de Oportunidade (Ki e Ke (BETA))
O INVESTIMENTO ANALISADO AUMENTOU O VALOR DA EMPRESA EM R$16 MILHÕES
REFERÊNCIAS:

ASSAF, Alexandre Neto. Finanças Corporativas e Valor. São Paulo: Editora Atlas S.A., 2008.
MARTINS, Eliseu. Avaliação de empresas: da mensuração contábil à econômica. São Paulo: Editora Atlas S.A., 2001.
DRUCKER, P. Managing in the Next Society, 2002
PAULO, Goret P. et al. Viabilidade Econômico-financeira de projetos. Fundação Getúlio Vargas Editora, 2010.
CBOK 3.0 - ABPMP
Business Transformation - Construindo Organizações para o Séc. 21 - José Davi Furlan
Buscar não somente a satisção do cliente e sim o sucesso do cliente
Como a controladoria pode participar do sucesso do cliente da empresa?

Pensar de fora para dentro!

Ir a campo! (exemplo)

Meu produto gera crédito tributário para meu cliente (ex.: pis cofins)?

Atuação iniciada com Valuation
Séc. XVIII
Séc. XIX
Séc. XX
4000 A.C.
Séc. XXI
Origem
Fala
Escrita
Prensa de Gutenberg
Transmissão Longa Distância
(telefone, TV, Rádio, etc)
Internet
Comunicação Mobile
Nanotecnologia
...
HISTÓRICO DA
COMUNICAÇÃO
MELHORIAS ESTRATÉGICAS
SUSTENTABILIDADE E INOVAÇÃO
Histórico Educação
1914
2014
EDUCAÇÃO,

GESTÃO
EMPRESARIAL

COMUNICAÇÃO
PESSOAS
HISTÓRICO GESTÃO EMPRESARIAL
AREAS FUNCIONAIS
PROCESSOS
SISTEMAS DE
INFORMAÇÃO
ECONOMIA
O MOMENTO
ATUAL:

EVOLUÇÕES
ALGUMAS COISAS EVOLUIRAM
E OUTRAS NÃO
Inflação (Em 1993 2500% a.a.)
Abertura de Mercado
Privatizações
Crises e mais crises
E O QUE
AINDA VEM
POR AI?
PRODUTO OU SOLUÇÃO:

FURADEIRA OU FURO?

GELADEIRA OU BEBIDA GELADA?

CARRO OU LOCOMOÇÃO? >>

AMBULÂNCIA OU ATENDIMENTO RÁPIDO? >>

PLANO DE SAÚDE OU PLANO DE DOENÇA?

COMBATER VIOLÊNCIA COM MAIS VIOLÊNCIA OU COM PAZ?

IoT (INTERNET OF THINGS), O2O (OFFLINE TO ON), SHARING ECONOMY, ETC... >>
O VALUATION IRÁ
DIAGNOSTICAR E MOSTRAR AÇÕES PARA AUMENTAR O RESULTADO DA EMPRESA (VALOR)
Atualmente 92% dos veículos ficam parados. Até 2040 selfdrive será maior meio de transporte (Mckinsey)
ENIAC 1943
Primeiro computador 1943 ENIAC
Década de 50 controle de estoque (mainframes)
Década de 80 redes de computadores
Década de 90 PCs no Brasil
Internet 1990 (http)
MORADIAS
SELF DRIVE
P2P LENDING
TV E VÍDEOS
STREAMING
TRABALHO
COMPARTILHADO
ESSA DIFERENÇA PERMITE TENDÊNCIAS INÉDITAS!
UM PANORAMA
DE ALGUMAS EMPRESAS...
=
ou
#
QUAIS DELAS SE ADAPTARAM?
O MOMENTO ATUAL
EXEMPLOS
QUEM SE ADAPTOU AS MUDANÇAS?
QUEM ESTÁ EM NOSSO DIA A DIA HOJE?
O QUE É ISSO?
QUEM FABRICOU?
E ISSO
IMPACTA
NOS
NEGÓCIOS?
exemplos:
O QUE É ISSO?
QUEM FABRICOU?
Desde 2005 foram concedidas mais de 10.000 recuperações judiciais.

Apenas 1% se recuperam.

POR QUE?
FORTUNE 500
=?
QUAIS DELAS SE ADAPTARAM?
2005 2015
Material disponível em:
www.valorebrasil.com.br/material-gratuito
COMO A CONTROLADORIA
PODE TER PAPEL NESSAS
MUDANÇAS?
89% DAS EMPRESAS DA FORTUNE 500 DE 1955 ATÉ 2014 SAIRAM DA LISTA
POIS AS EMPRESAS
TÊM DIFICULDADE
PARA MUDAR
EXEMPLO DE MEDIÇÃO PROCESSOS INTEGRADOS
MEDIÇÃO DE
DESEMPENHO
PROCESSO
INTEGRADO
PROCESSO VENDER PRODUTO
INDICADORES:
R$ VALOR FATURADO
% PEDIDOS ATENDIDOS
% PRODUTOS NÃO ENCONTRADOS
OU
MEDIÇÃO DA JORNADA DO CLIENTE
O PAPEL DA CONTROLADORIA:

VALOR AGREGADO
DOS PRODUTOS
COMO AGREGAR VALOR?
Conhecer o Cliente
Foco do Cliente
Entregar Mais
Inovação
Força da Marca
Exemplos:
Arroz
Açucar
Carne
Etanol
Café
Telefonia Celular
COMO AGREGAR VALOR?

Existe diferencial?
VALOR PERCEBIDO PELO CLIENTE
CUSTO
VISÃO DE FORA PARA DENTRO
AGREGAR VALOR
VALOR AGREGADO
OLHAR DO CLIENTE
VISÃO NA
SOLUÇÃO E NÃO
NO PRODUTO
O PAPEL DA CONTROLADORIA:

INDICADOR COMPLETO
MEDIÇÕES INTEGRADA
REDUZIR CUSTOS
SEM DIMINUIR VALOR
PARA OS CLIENTES
RETORNO SOBRE
INVESTIMENTO
ROI
CUSTO DE
OPORTUNIDADE
(RISCO)
TODOS ESSES
INDICADORES EM UMA FERRAMENTA COMPLETA:


GESTÃO BASEADA
NO VALOR!
COMO INTEGRAR TODOS ESSES INDICADORES?

O VALOR DA EMPRESA (VALUATION)
VALOR ADICIONADO
GERAÇÃO DE RIQUEZA
(EVA)
COMO FUNCIONA?

FAZER MAIS
COM O MESMO
VENDER MELHOR
COM VALOR AGREGADO
(LUCRO)
ENCANTAR CLIENTES
VENDER MAIS
QUALITATIVO:
FOCO DO CLIENTE
PROCESSOS PONTA A PONTA
PEDIDO PERFEITO
SOLUÇÃO NO 1º ATENDIMENTO
JORNADA DO CLIENTE
(PERENIDADE)
O VALOR DA EMPRESA
EXEMPLO DE INDICADOR ÚNICO DO NEGÓCIO
Ações aumentar o resultado do negócio
DIAGNÓSTICO DE ONDE DEVERÃO SER REALIZADAS AS PRINCIPAIS MUDANÇAS!
Lucro
Satisfação do cliente
Vendas
Custos de produção
Certificações
Investimentos
Market share
Capacidade produtiva
Valor da empresa
Metodologia
Capex/Opex
Risco (WACC)
Depreciação
Giro
Inovação
Tributos
Cenários
I N D I C A D O R E S
Estratégia,
Gestão e
BPM
implantando
a estratégia
E RÁPIDO!
VALUATION MOMENTO 2
O INVESTIMENTO ANALISADO AUMENTOU O VALOR DA EMPRESA EM R$16 MILHÕES
VALUATION MOMENTO 2
Full transcript