Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS EM LACTÁRIOS

No description
by

amelia gomes

on 8 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MANUAL DE BOAS PRÁTICAS EM LACTÁRIOS

Preceptor:Sebastião Mozart Gomes Outubro/2012 Boas práticas de preparo de fórmulas infantis no lactário Introdução O leite materno é considerado de forma consensual como o único alimento capaz de atender de maneira adequada a todas as peculiaridades fisiológicas e metabólicas das crianças além de lhes proporcionar imunidade e apoio emocional,contudo,poderá estar por alguma razão indisponível,sendo assim deve-se escolher o produto mais adequado para preencher os requisitos de cada criança. Introdução No lactário se desenvolve atividades ligadas ao preparo,higienização e distribuição de formulas infantis(FI).
Técnicas rigorosas de assepsia garantirão o menor risco de contaminação.
Boas práticas surgem da necessidade de discutir,organizar,informar e estabelecer normas,roteiros e procedimentos operacionais para cada etapa do preparo das FI. Organização de pessoal Nutricionista
Responsável pela supervisão do lactário.
-Planeja, padroniza,organiza,registra,avalia a qualidade do serviço e de pessoal,constata a eficiência da esterilização e higienização do material,solicita providências,encaminha relatório a chefia,cumpre e faz cumprir ordens,portarias e regulamentos da Unidade hospitalar. Organização de pessoal Técnico de nutrição.
Responsável pela operacionalização de procedimentos normatizados.
-Rotula,atualiza mapas,recebe e procede alterações,faz a previsão de gêneros.
-Confere a qualidade dos gêneros ,materiais e vestuário,número apropriado de copeiras.
Acompanha procedimentos de limpeza e sanitização,higiene pessoal e uniformização.
- Auxilia na verificação de conservação de equipamentos,limpeza,rotinas e cumprimento de normas. Organização de pessoal Copeira:
Responsável pela recepção de materiais, higienização,limpeza,desinfecção, esterilização,manipulação,conservação e
distribuição.

Importante parte de treinamento. Saúde ,higiene e conduta Exames médicos na admissão e periódicos Medidas profiláticas Unidade de lavagem de mãos e álcool-gel a 70%
Manipulador suspeito x afastamento.
Acesso restrito . Higiene pessoal Banho : diário sempre no início das atividades.
Cabelo :lavado diariamente e sempre protegido por touca.
Dentes: escovados ao acordar e sempre após as refeições.(Dentista semestralmente)
Mãos :lavadas e uso de álcool- gel,após usar instalações sanitárias,manipular material contaminado,após trabalho de limpeza,recolher lixo e antes de iniciar qualquer nova tarefa ou manipulação.
Unhas:curtas ,limpas e sem esmalte. Higienização das mãos Enxaguar as mãos e antebraços;
Adicionar sabão líquido bactericida;
Friccionar toda a mão,espaços interdigitais,polegar e antebraço;
Remover detritos depositados nas unhas com escovas descartáveis;
permanecer 2 minutos ensaboados;
Enxaguar em água corrente;
Enxugar com papel toalha não reciclado;
Fechar torneira com papel toalha
Passar álcool-gel a 70%;
Deixar secar naturalmente. Infra–estrutura física Área de armazenamento;
Sala de recebimento da prescrição e dispensação das FI preparadas;
Sala de limpeza e higienização;
Vestiário;
Sala de manipulação e envase da FI;
Depósito de material de limpeza(DML). Infra-estrutura
Carcterísticas gerais Dimensionamento:adequado ao número de preparações diárias;
Revestimento: liso , monílítico , resistente.
Instalações hidro-sanitárias:tubulações embutidas,ralos e esgotos sifonados,água potável,reservatórios protegidos;
Tratamento de aberturas;
Iluminação:distribuídas uniformemente,sem reflexos e contrastes,lâmpadas protegidas;
Ventilação,temperatura( 22 a 26ºC) e umidade(50-60%) Infra-estrutura
Carcterísticas gerais Dimensionamento:adequado ao número de preparações diárias;
Revestimento: liso , monílítico , resistente.
Instalações hidro-sanitárias:tubulações embutidas,ralos e esgotos sifonados,água potável,reservatórios protegidos;
Tratamento de aberturas;
Iluminação:distribuídas uniformemente,sem reflexos e contrastes,lâmpadas protegidas;
Ventilação,temperatura( 22 a 26ºC) e umidade(50-60%) Materiais Gêneros alimentícios;
Formulas infantis lácteas e não lácteas;
Mamadeiras e acessórios;
Utensílios para manipulação.
Material descartável;
Material de higiene;
Desinfetantes; Frascos e acessórios Mamadeiras de plástico:
apropriado,incolor,transparente,inodoro e atóxico.
Resistência mecânica,térmica e química.
Capaz de suportar processos de esterilização e refrigeração.
Paredes uniformes e sem reentrâncias;
Escala graduada e visível;
Anel de polipropileno branco contendo bico ,sem ranhuras;
Bico de látex ou silicone,macio e flexível Padronização de fórmulas Evita maior manipulação,diminuindo o risco de contaminação,racionaliza o trabalho,reduz o número de equipamentos e utensílios,reduz custos,maior rendimento,eficiência e eficácia no trabalho e melhora a qualidade do serviço prestado. Controle microbiológico do processo Controle ambiental: Superfícies,utensílios e equipamentos;
Controle de saúde dos funcionários;
Controle da água;
Controle da fórmula infantil preparada, Coleta de amostras para análise microbiológica Coleta mensal
Volume de 200 ml ,envasar em frascos de dieta enteral;
Acondicionar em saco plástico rotulado e lacrado;
Acondicionar em isopor entre 2º e 8º C;
Estabelecer 50ml de fórmula preparada para contra-prova,refrigerar por 72horas ,rotulada Distribuição Transporte em galheteiros em carro próprio;
Entrega a cada acompanhante;
Recolher após 45 minutos; Preparação Higienizar bancadas e equipamentos;
Dispor todos os utensílios,FI,mamadeiras que serão utilizados,já esterilizados;
Tarar a balança e iniciar pesagem dos ingredientes;
Manipular as formulas padronizadas;
Envasar e conservar;
Fazer o aquecimento terminal em autoclave 100º C por 25 minutos
Resfriar e armazenar(2 a 8º C) ou distribuir;
Aquecer em banho-maria (65º a 75º C) Controle de pragas Limpeza,sanitização,inspeção de materiais, limitarão o uso de pesticidas;
Profissionais credenciados,especializados e capacitados;
Tratamento químico ,físico ou biológico,que não afete a segurança do alimento. Garantia de qualidade Controle através de rotinas,roteiros de Boas práticas;
Certificado de análise de gêneros;
Inspeção antes do ingresso ao lactário;
Cronograma de manutenção de equipamentos;
Inspeção visual e características físicas das FI;
Validar e registrar cada etapa do processo. Bibliografia GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL.Secretaria de Estado de Saúde,Manual de boas práticas de preparo de fórmulas infantis no lactário,Brasília 2007. Obrigado!
Full transcript