Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Pré-Projeto TCC

TRANSTORNO RELACIONADO AO USO DE ÁLCOOL EM IDOSOS : UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA
by

karina karla Roque Alves

on 14 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Pré-Projeto TCC


TRANSTORNO RELACIONADO AO USO DE ÁLCOOL EM IDOSOS : UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA
FACULDADE GUAIRACÁ
BACHARELADO EM ENFERMAGEM
Acadêmica: Karina Karla Roque Alves
Orientadora: Prof. Ms. Maria Cristina Umpierez
O envelhecimento populacional é um dos principais desafios na área da saúde.
Os idosos constituem a parcela da população que mais cresce, metade deles vivem em países em desenvolvimento.
Introdução
Introdução
Entre os problemas que atingem a qualidade dos idosos o uso abusivo de álcool se encontra entre os principais, porem estudos deste problema nesta faixa etária são raros.
Introdução
Esta realidade é um desafio para atuação da enfermagem.
Sendo a assistência de fundamental importância na recuperação do paciente,
Introdução
•Reunir e sintetizar o conhecimento produzido entre os anos 2008 e 2013 sobre os transtornos relacionados ao uso de álcool em idosos.
Objetivo Geral
Objetivos Especificos
•Aprofundar o entendimento do tema e contribuir na construção de um novo conhecimento/ conceito a partir dos estudos realizados separadamente que investigam os transtornos relacionados ao uso de álcool em idosos;
•Identificar possíveis lacunas para sugerir futuras revisões;
•Gerar uma fonte de conhecimento atual sobre o tema que possa ser transferida para a prática do cuidado de enfermagem;
Metodologia
TIPO DE ESTUDO: A revisão integrativa da literatura, que é um método de revisão amplo, pois permite incluir literatura teórica bem como estudos com diferentes abordagens metodológicas (quantitativa e qualitativa).

Foram selecionados 3 artigos para a pesquisa.
ARTIGOS SELECIONADOS:
Perfil dos idosos atendidos em um centro de atenção psicossocial - álcool e outras drogas;
Registros de Óbitos e Internações por Transtornos Relacionados ao uso de Álcool em Idosos; e
Alcoolismo e tabagismo em idosos: relação com ingestão alimentar e aspectos socioeconômicos.
Metodologia
CRITERIOS DE SELEÇÃO PARA OS ARTIGOS:
Artigos Publicados entre os anos de 2008 e 2013;
•Artigos nacionais;
Vinculados à base de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS)
COLETA DE DADOS: Os artigos selecionados foram encontrados nas bases de dados, LILACS e SCIELO, com os seguintes descritores: Alcoolismo and Idoso.
No LILACS foram selecionados 2 artigos de 321 disponiveis; e
No SCIELO, foi selecionado 1 artigo de 15 disponiveis.
Metodologia
ANALISE DE DADOS:
Definir a força de evidência dos achados, para isso serão utilizados critérios validados, assim sendo, será utilizada a classificação internacional de niveis de evidência de Melnyk (2005);
Os instrumentos de pesquisa serão analisados detalhadamente a fim de identificar as respostas para os objetivos elaborados para este estudo. As respostas serão agrupadas pela soma de frequência e construídas categorias para facilitar a interpretação dos resultados.
Por fim o relatório final deverá incluir informações suficientes para que o leitor possa analisar criticamente os achados, identificar a adequação dos procedimentos de análise, bem como as ameaças à validade dos resultados da revisão.
Referencial Teórico
O envelhecimento é um processo natural do crescimento do ser humano.
Estima-se que, até o ano de 2025, o Brasil será o sexto país do mundo com maior número de pessoas idosas (PILLON, et. al, 2010).
Referencial Teórico
Diante do crescimento de pessoas idosas, um problema preocupante para os profissionais de saúde e a Saúde Pública tem sido o uso de substâncias psicoativas (XAVIER, et. al, 2008).
O alcoolismo é um problema de saúde publica em vários países. E sendo reconhecido como uma prioridade na saúde coletiva. Estudos em idosos são raros, uma vez que existem mais estudos realizados com adultos(MELLO; MELLO; KOHN., 2007).
Referencial Teórico
O número de idosos na população geral tem aumentado nos últimos anos, em decorrência da ampliação dos serviços de saúde e saneamento básico para umafração cada vez maior da população, juntamente com os avanços da medicina e a descoberta de novas drogas e tratamentos de doenças. (PILLON, et. al, 2010).
Referencial Teórico
O abuso de álcool por idosos é muito perigoso, devido suas funções renais e hepáticas, e também pelo uso de medicamentos , e muitas vezes o uso da substancia pode ocultar problemas relacionados ,devido a negação diante do questionamento (BRUNNER E SUDDARTH, 2009).
A assistência de enfermagem é de fundamental importância para identificar os transtornos relacionados ao uso de álcool em idosos (MARQUES, 2004).
Referencial Teórico
O cuidado do idoso usuário de álcool, embora também seja responsabilidade do enfermeiro, ainda não foi incorporado na prática clínica.
Os principais fatores que interferem são o foco nas queixas secundárias, o tabu em torno do tema, a falta de habilidade para abordar o assunto com o paciente e o desconhecimento de estratégias de avaliação de uso de álcool (JÚNIOR; CANTARELI., 2007)
Progresso da Pesquisa
Análise de dados dos artigos, para avaliação da força de evidencia, para discussão dos mesmos.
Referências
BRASIL. Ministério da saúde. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. Caderno de atenção básica n. 19, Secretaria de Atenção a Saúde, Brasília – DF, 2007.
IBGE. Censo demográfico de 2000: resultado do universo on-line, Disponível em: <http://www.1.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/tabelabrasil/111.shtm> Acesso em: 14 de abri. 2013.
KALACHE, A.; VERAS, R. P.; RAMOS, L. R. Envelhecimento da população mundial: um desafio novo. Revista Saúde Pública, São Paulo, v. 21, n. 3, p. 200-210, 1987.
MARQUES, S. O idoso após acidente vascular cerebral: conseqüências para a família. 2004. 165f. Dissertação (Mestrado)–Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Making the case for evidence-based practice. In: Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Evidence-based practice in nursing & healthcare. A guide to best practice. Philadelphia: Lippincot Williams & Wilkins; 2005. p.3-24.
Mello,Marcelo Feijó de.; Mello.Andrea de Abreu Feijó.; Kohn. Robert, Epidemiologia da saúde mental no Brasil. Porto Alegre; Editora Artemed;2007, pg 147.
MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. de C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem. 2008; 17 ( 4): 758-64.
Moraes, EN. Atencão a saude do Idoso: Aspectos Conceituais. Brasilia: Organizacao Pan-Americana da Saude, 2012. 98p.
SMELTZER,S.C. et al. Tratado de Enfermagem Medico- Cirúrgica.11ª ed. VoL 2. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2009.
Obrigada!
Full transcript