Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Mariana Chichkova

on 10 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Diletantismo e Dandismo
na obra "Os Maias" DILETANTISMO Uma pessoa diletante é aquela que exerce uma arte ou ofício exclusivamente por gosto e não por obrigação.

Encara um trabalho de forma ligeira, sem se preocupar com o estudo e a reflexão permanentes. OS MAIAS Carlos da Maia Protagonista do romance.
Filho de Pedro da Maia e neto de Afonso da Maia.
Fruto de uma educação inglesa.
Forma-se em Medicina na Universidade de Coimbra. Carlos da Maia A vida em Lisboa é dominada por projectos vagos de trabalho; trabalha por prazer. Carlos fracassa tanto a nível profissional como a nível interior, moral, espiritual. Consultório que se encontra deserto.
Laboratório que se revela inútil.
A revista que não passa de um mero projecto.
O livro “Medicina Antiga e Moderna” constantemente adiado. João da Ega É uma personagem contraditória. Por um lado, romântico e sentimental, por outro, sarcástico, progressista e crítico. Boémio, excêntrico, exagerado, caricatural. Concebe grandes projectos literários que nunca chega a executar.

Apesar de todos os seus grandes planos de transformação social, defensor das correntes artísticas e científicas mais modernas, como o realismo e o positivismo, acaba por não levar a cabo qualquer projecto. Falhados, corrompidos pela sociedade
dominados pelo estigma do
romantismo. DANDISMO O dandismo deriva do termo inglês "dandy"e é um fenómeno que surge na passagem do séc. XVIII para o séc. XIX, é maioritariamente uma moda inglesa.

As marcas, modas e costumes britânicos tornam-se sinónimo de elegância e bom gosto. OS MAIAS «Falha-se sempre na realidade aquela vida que se planeou com a imaginação» (cap. XVIII) "Mas tinha nas veias o veneno
do diletantismo: e estava
destinado, como dizia João da
Ega, a ser um desses médicos
literários que inventam
doenças de que a humanidade A obsessão pelo luxo e pelo elegante vê-se na ostentação gratuita do consultório de Carlos, sem grande funcionalidade e sem pacientes. O dândi original vai-se alterando, adoptando novas características como o pessimismo, o cinismo, a hipocrisia tornando-se mais excêntrico, exótico, individualista e satânico. papalva se presta logo a morrer!" A noção de elegância vem acompanhada de pequenos detalhes tais como o dos charutos ou dos cavalos. Ao reencontrar-se com
Ega, Carlos fica espantado com o contraste entre o «antigo boémio de batina esfarrapada» e o "novo" Ega
«Era outro Ega, um Ega dândi, vistoso, paramentado, artificial e com pó-de-arroz»
Full transcript