Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Máxima fase estável de lactato (MFEL)

No description
by

Mariana Barbosa Santos

on 27 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Máxima fase estável de lactato (MFEL)

O que é MFEL?
É a intensidade do exercício em que a taxa de remoção do lactato é igual a taxa de produção de lactato.
OBLA
Em português: Ponto de início de acúmulo de lactato no sangue;
Desvantagens da metodologia de aplicação do MFEL
Muitos dias para a aplicação;
Demora no mínimo 30 minutos para realizá-lo;
Introdução
Determinar o MFEL
MFEL geralmente é determinada
: com 30 minutos de exercício contínuo;
Intensidade
na qual a concentração de lactato sanguíneo não aumente mais de 1 mmol/L entre o
10º e 30º minuto.
Máxima fase estável de lactato (MFEL)
Padrão Ouro
É o método mais preciso para determinação da intensidade do exercício , sendo por isso considerado como padrão ouro.
Métodos rápidos de predição da MFEL
Criação de métodos incrementais para determinar a MFEL em um único dia:
A mensuração da intensidade dura vários dias de testes retangulares, sendo que a intensidade aumenta a cada dia.
Elevado custo financeiro
Limiar anaeróbio individual (IAT)
Limiar de lactato e intensidade de lactato mínimo
Limiar ventilatório
OBLA
É a intensidade de exercício em que a concentração de lactato atinge 4mmol;
Limiar anaeróbio individual (IAT)
Utilizado para demonstrar um rápido acúmulo de lactato no sangue.
A alteração na carga inicial do teste, na duração dos estágios e na intensidade final, gera mudanças expressivas na intensidade do IAT.
Teste que consiste na aplicação de uma carga supramáxima para elevar a lactatemia
Lactato Mínimo (LACMIN)
Limiar ventilatório (LV)
Vantagens e desvantagens
Um atleta sustenta uma intensidade de exercício por um tempo mínimo de 45 a 60 minutos.
Não leva em consideração as diferenças biológicas.
Vantagens e Desvantagens
É realizado em um único dia;
Não é influenciado pela depleção de glicogênio.
O esforço exigido limita sua aplicação.
Por que utilizar a MFEL?
O VO2max apresenta baixa correlação com o desempenho;

O desempenho aumenta mesmo depois de estabilizado o VO2max.

Permite predição da intensidade da corrida e do exercício.
Uso da MFEL, primeiramente proposto por Billat et al.:
Aumento no tempo de exaustão;

Aumento na distância percorrida;

Aumento de 4% no VO2max.
Após 6 semanas de treino.
CO2 = substituição metabólica em direção ao sistema anaeróbio = limiar ventilatório
Déficit de O2 - inadequado suprimento desde gás para o músculo.
Ressíntese de ATP
Metabolismo anaeróbio
Liberação de lactato
Produção de lactato
Produção de CO2
Eliminação de CO2
Este aumento:
Estimula uma maior ventilação;
Ventilação deixa de ser linear ao VO2;
Compensa-se a acidose metabólica com alcalose respiratória (tamponamento).
Determinação do limiar ventilatório
Perda da linearidade.
LV1 - Limiar anaeróbio;
LV2 - ponto de compensação respiratória.
Melhor identificação do LV
Protocolos em rampa:
Incrementos de carga em reduzido intervalo de tempo;
Não permite interrupção do teste por acidose ou esgotamento do glicogênio.
Com este teste pode-se acompanhar:
Respostas ventilatórias;
Determinação dos 2 limiares com grande nº de variáveis.
Desvantagem: elevado custo.
Limiar de Lactato (LL)
Exercício intenso - Intensifica a via glicolítica;
conversão piruvato à lactato;

1º aumento não linear do lactato sanguíneo = LL.
Determinação do LL
Diversos protocolos de cargas crescentes;
Tempo de duração;
Teste de carga retangular (MFEL) - Padrão ouro.
Desvantagens (Segundo alguns autores)
Subjetividade da determinação do LL;
Vantagens (segundo outros autores)
Inspeção visual;
Realização de testes submáximos.
Conclusão
MFEL como determinante da intensidade do exercício;
Determina-se por teste retangular;
Uso de testes incrementais;
A MFEL pode ser melhorada.
Referências
AZEVEDO, Paulo Henrique Silva Marques et al. LIMIAR ANAERÓBIO E BIOENERGÉTICA: UMA ABORDAGEM DIDÁTICA. Reveducfis, Maringá, v. 20, n. 3, p.453-464, jul. 2009.
AGOSTINI, Guilherme Gularte De. Análise sigmoidal da curva da lactatemia em teste incremental: novos horizontes. 2011. 103 f. Tese (Doutorado)-Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
Ácido latico x Lactato

Alta intensidade glicólise piruvato




Acetil-coA
lactato

Consumo de ATP acumulo de matabólitos
Teoria hipóxia – dependente da origem do lactato muscular
O2 acumulo de NADH+H+

Estimulo da lactato desidrogenase(LDH)

Hipóxia com acúmulo de lactato ?

Teoria hipóxia independente ou teoria multifatorial da origem do lactato muscular
Lactato
LDH - Eleva atividade glicolítica

PDH - Aumenta produção de lactato

Atividade simpática

glicólise

Níveis de lactato

Sistema Badrenérgico

glicogenólise

Lactacidemia

Fibras Tipo II
Full transcript