Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Leviatã

No description
by

Débora Luna

on 20 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Leviatã

Leviatã
Thomas Hobbes de Malmesbury
(1588-1679) foi teórico político, filósofo e matemático inglês;
nasceu na Inglaterra, no dia 5 de abril de 1588;
filho de um vigário, e teve sua tutela confiada a um tio. Estudou em Malmesbury e Westport, entrando mais tarde para Oxford, cuja educação era de teor aristotélico e tomista;
as ideias de Hobbes não foram bem aceitas na época, principalmente por ser considerado ateu. Seus livros foram queimados em Oxford e suas ideias ateístas foram mal vistas pela Royal Society.
Thomas Hobbes:
Capítulo I - Da sensação
Capítulo II - Da imaginação
Capítulo III - Da consequência ou cadeia das imaginações
Capítulo IV - Da linguagem
Capítulo V - Da razão e da Ciência
Capítulo VI - Da origem interna dos movimentos voluntários vulgarmente chamados paixões; e da linguagem que os exprime
Capítulo VII - Dos fins ou resoluções do discurso
Capítulo VIII - Das virtudes vulgarmente chamadas intelectuais, e dos defeitos contrários a estas
Capítulo IX - Dos diferentes objetos de conhecimento
Capítulo X - Do poder, valor, dignidade, honra e merecimento
Capítulo XI - Das diferenças de costume
Capítulo XII - Da religião
Capítulo XIII - Da condição natural da humanidade relativamente a sua felicidade e miséria
Capítulo XIV - Da primeira e segunda leis naturais, e dos contratos
Capítulo XV - De outras leis da natureza
Capítulo XVI - Das pessoas, autores e coisas personificadas
Primeira parte: Do homem
Segunda Parte: do Estado
Capítulo XVII - Das causas, geração e definição de um Estado
Estado
Competição pela honra e dignidade
Multidão em uma só pessoa: Estado
Poder do soberano
Capítulo XVIII - Dos direitos dos soberanos por instituição
Estado instituído • Retirada do Monarca
Aceitação
Poder Judiciário
Direito à Guerra
Capítulo XIX - Das diversas espécies de governo por instituição, e da sucessão do poder soberano
3 espécies de governo: - Monarquia => Tirania; - Democracia => Anarquia ; Aristocracia => Oligarquia
Capítulo XX - Do domínio paterno e despótico
Estado por aquisição
Poder soberano
Capítulo XXI - Da liberdade dos súditos
Liberdade: ausência de oposição
Medo da lei
Não testemunhar contra si
Capítulo XXII - Dos sistemas sujeitos, políticos e privados
Sistema
Regulares: Políticos ou privados
Legítimos ou ilegítimos
Dívidas => pagamento
Províncias: governa por delegações
Companhia: compra no interior e vende no exterior
Duplo monopólio
Capítulo XXIII - Dos ministros públicos do poder soberano
Ministro Público
Capítulo XXIV - Da nutrição e procriação de um Estado
Nutrição: abundância e distribuição de materiais
Distribuição de terras
Filhos de Estado (plantações ou colônias)
Capítulo XXV - Do conselho
Ordem
Conselho
Capítulo XXVI - Das Leis civis
Leis civis
Lei em geral => ordem
Legislador => soberano
Costume
Ganho de Território
Leis aos que conhecem
Leis naturais e positivas: Humanas=> distributivas ou penais
Lei fundamental
Capítulo XXVII - Dos crimes, desculpas e atenuantes
Pecado
Ignorância: da lei, do soberano, da pena
Lei não suficientemente declarada
Violação da lei de três maneiras: deturpação da lei natural, princípios verdadeiros
Vanglória
Medo
Crime estéril e fértil
Capítulo XXVIII - Das penas e recompensas
Pena: castigo imposto (humano ou divino)
Direito de punir: pertence ao Estado
Capítulo XXIX - Das coisas que enfraquecem, ou levam a dissoluçõ de um Estado
Menos poder que o necessário
Propriedade absoluta dos bens
Poder soberano dividido
Vitória de inimigos
Capítulo XXX - Do cargo do soberano representante
Segurança do povo
Ensinar o nacionalismo
Admiração da virtude de outros súditos
Justiça deve ser ensinada
Boa instrução nas universidades
Lei boa
Uso correto de penas
Bons conselheiros
Capítulo XXXI - Do Reino de Deus por natureza
3 canais da lei divina: ditames da razão natural, revelação e voz de um homem (racional, sensível e profético)
Culto público ou privado
Full transcript