Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Patrimônio cultural goiano

No description
by

Bárbara Freire

on 17 December 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Patrimônio cultural goiano

O acesso a cultura como agente de cidadania.
A cultura permeia a vida de todos indivíduos, dá significado as relações sociais e sentido as percepções de mundo. Ela define o que chamamos de identidade, de tradição, de memória e de patrimônio. Toda e qualquer sociedade possui cultura.

O conceito antropológico de cultura entende a cultura como
aprendizado,
reforçando o caráter de tradição, Laraia (2001).


Patrimônio cultural goiano
CULTURA LOCAL EM FOCO

Como a Biblioteca
Comunitária Coruja Buraqueira irá contribuir neste processo de valorização e reconhecimento da cultura local?
Sabendo que as bibliotecas são instituições que possuem importante papel social; uma vez que oportunizam o acesso a informação, e de educação não formal.
Educação para a consciência cultural.
O acesso a cultura, assim como o respeito a diversidade cultural são direitos fundamentais do cidadão; se enquadram nos direitos culturais, sendo estes parte dos direitos humanos, assim são inalienáveis, indivisíveis e interdependentes.




Plano de aula para usuários da Biblioteca Comunitária Coruja Buraqueira.

O acesso a cultura em suas diversidades é de fundamental importância no processo de
conhecimento
,
valorização
e
reconhecimento
das culturas e tradições.
De conhecimento, pois estimula o respeito as diferenças culturais, quanto mais o indivíduo conhece e compreende outra cultura
mais consiência cultural obtem. Valoriza as diversas culturas e respeita estas diversidades culturais.

De reconhecimento, pois estimula a apropriação da própria cultura, mas isto só é possível através do conhecimento e valorização da própria cultura, onde a noção de pertencimento e identidade são heranças culturais repassadas para as novas gerações.
Sabemos que o brasileiro têm a tendência de valorizar o que é de fora e diminuir o que é daqui; assim como os goianienses. Este é um dos grandes problemas das populações minoritárias, subalternas no Brasil, porque há problemáticas engendradas na noção de identidade e pertencimento; há uma desvalorização, inferiorização de determinadas culturas em detrimento de outras; e estas culturas vão "morrendo" porque as gerações mais novas não valorizam; e ainda,muitas vezes até desconhecem o valor cultural das heranças enraizadas que ‘carregam’.

Esta é um problemática histórica e que podemos de devemos abordar e estimular a reflexão das novas gerações.
Entendendo a divesidade cultural como uma
diferença
, e não algo melhor ou pior, mas uma simples diferença, e que estas diferenças são naturais e fazem parte do próprio processo da cultura; e que na verdade as diferenças culturais constituem a riqueza cultural.
O conceito antropológico de cultura retira o estigma de culturas melhores e piores e toma como o foca a diversidade cultural.
Entendendo que o acesso à informação é um fator determinante na constituição da pessoa como cidadã, pelo conhecimento e exercício de seus direitos e deveres, e participação ativa no desenvolvimento social. Sabendo também que o Brasil possui desequilíbrios entre regiões, onde Goiânia de acordo com o relatório da ONU de 2010 está entre as 20 cidades mais desiguais do mundo, em 10º lugar; e que estas desigualdades são marcadas por discriminações étnicas, raciais e de gênero.
A Biblioteca Comunitária Coruja Buraqueira pode propor ações que estimulem a consciência cultural, principalmente da cultura local, valorizando e reforçando a identidade local.

Ana Mae Barbosa coloca em seu texto Arte, Educação e Cultura (s/a, p.01):

"A Educação poderia ser o mais eficiente caminho para estimular a consciência cultural do indivíduo, começando pelo reconhecimento e apreciação da cultura local."
A proposta é rejeitar a segregação cultural na educação, buscando uma educação libertária, assim como propôs Paulo Freire.

Para tal, a educação não formal executada na Biblioteca Comunitária Coruja Buraqueira terá como foco explorar O Patrimônio Cultural Goiano ainda é muito pouco explorado tanto na educação formal, quanto na educação não-formal e na educação informal no Estado, principalmente com os públicos infantis e juvenil. Entendendo a importância da cultura na formação do cidadão, assim como a memória e a noção de pertencimento buscar-se-á dar visibilidade aos patrimônios culturais e artísticos goianos, como artistas, artesãos, artistas de rua, expressões culturais locais e modos de fazer locais, e bens materiais móveis e imóveis e edificações.


Objetivo geral:

oportunizar aos usuários da Biblioteca Comunitária Coruja-Buraqueira conhecer os bens patrimoniais goianos, contextualizar com a suas vivências e experiências propiciando a valorização, preservação e reconhecimento destes bens; e instigar a fruição o usufruto de instituições culturais por intermédio destas referências.
Objetivos específicos:
• Conhecer os bens culturais patrimoniais, os bens culturais artísticos, os modos de fazer e expressões culturais locais;
• Ler, significar, contextualizar e re-significar os códigos culturais da cultura local;
• Propiciar o acesso e usufruto de instituições culturais;
• Conhecer as diferentes manifestações culturais e artísticas, propiciando o respeito à diversidade cultural e étnico-racial.
ao nível de conhecimento


associar os bens culturais que os usuários vivenciam e bens culturais locais.
ao nível de aplicação –
usar diferentes referências culturais e artísticas locais que o professor levará aos usuários e que os usuários irão trazer e compartilhar com os demais.
ao nível de solução de problemas –
propor a discussão sobre estes bens, o que estes representam, e se os mesmos os representam e contextualizar com as experiências dos mesmos.

Conteúdo
:
• Patrimônio Cultural e artístico Goiano;
• Conceito antropológico de cultura;
• Conceito de memória;
• Conceito de tradição;
• Conceito de pertencimento;
• Conceito de códigos culturais;
• Instituições culturais goianas.

Desenvolvimento do tema: No primeiro momento, o professor irá apresentar alguns conceitos como o que é patrimônio, o que é cultura (conceito antropológico), o que são códigos culturais, o que é memória e outros, importantes para a discussão. No segundo momento irá apresentar alguns Patrimônios Culturais Goianos e propor a pesquisa pelos usuários destes patrimônios fazendo relações possíveis com suas experiências. No Terceiro momento os usuários irão apresentar aos outros usuários o que estes relacionaram, contextualizaram das suas experiências com os patrimônios e porquê e também as que não fazem e porquê. No quarto momento trarão referências que fazem parte das suas experiências e serão expostos e discutidos os códigos culturais que fazem parte destas referências e possíveis relações com os bens antes apresentados.
Um dos recursos didáticos que serão utilizados são o computador e internet.
Será estimulado a busca na internet de patrimônios locais e visitas online de museus como:

Museu Casa Cora Coralina http://www.eravirtual.org/cora_br/
Comissão Goiana de Folclore http://comissaogoianadefolclore.blogspot.com.br/
Síteo Arqueológico de Serranópolis http://wagneroliveiragoias.blogspot.com.br/2012/05/e-s-p-e-ci-l-homem-pre-historico-de.html
Cavalhada em Pirinópolis http://www.pirenopolis.tur.br/cultura/folclore/festa-do-divino/cavalhadas
Cavalhada em Corumbá http://cavalhadasdecorumba.com.br/
Festa do Divino http://www.pirenopolis.tur.br/cultura/folclore/festa-do-divino
Fogaréu http://www.vilaboadegoias.com.br/fogareu.htm
Casa da Princesahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Pilar_de_Goi%C3%A1s
Chapada dos Veadeiros http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_da_Chapada_dos_Veadeiros
Parque Nacional das Emas http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_das_Emas
Museu Antropológico da UFG https://museu.ufg.br/
Centro Cultural Jesco Puttkamer http://sites.pucgoias.edu.br/pesquisa/igpa/jesco-puttkamer/
Memorial do Cerrado http://www.ucg.br/ucg/institutos/its/site/home/secao.asp?id_secao=123
Ritxoko - Bonecas Karajá
e outros...
Propor aos usuários a livre pesquisa, o estímulo dos sentidos, a observar as expressões culturais em completude, o movimento, a dança, o som, o texto, o contexto histórico e et.; estimular a interrelacionar as diversas representações culturais e a ler os códigos culturais que fazem parte das mesmas.

Para tal, utilizaremos como referencia cantores e grupos musicais goianos, que valorizam a cultura, as tradições e patrimônios locais como:

Passarinhos do Cerado
Amauri Garcia
TonZêra
Maria Eugênia
Marcelo Barra
Fernando Perillo
João Caetano

E também, é claro, o sertanejo, dando ênfase ao sertanejo raiz, disponível em: http://www.radio.uol.com.br/#/editorial/sertanejo-de-raiz
Full transcript