Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

UNEMAT - UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

No description
by

Leila Delmadi

on 15 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of UNEMAT - UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO - UNEMAT
Por quais equipamentos?
Serras circulares simples, Duplas ou múltiplas
Serras de Fita.
Qual a finalidade?
Redução das toras inteiras, em partes menores que podem ser denominadas pranchas, tábuas, peças de secção retangular ou quadrada (vigas, vigotas, caibros, sarrafos ou ripas).
Quais os tipos de desdobro e beneficiamento existentes?

Desdobro
Pré requisitos
Cada equipamento possui sua particularidade
Qual tipo de
serra a usar?
Circular ou serra fita
O
X
da questão é combina-los!
Boa ferramenta
=
velocidade certa, eficiência nos gumes de corte, encaixe da peça, geometria de corte, manutenção, ou seja, um ajuste ideal para cada procedimento
Do que depende a técnica de desdobro utilizada? (Rocha, 2000)
Tipo de serras,
Qualidade e as dimensões das toras
Demanda do mercado,
Habilidade do operador/equipamento,
Capacidade do equipamento e mão-de-obra disponível
Desdobro em função dos anéis de crescimento e raios lenhosos: corte tangencial e corte radial;
VANTAGENS
Aplicação em toras de menores diâmetro
Maior rendimento em madeira serrada
Desenhos mais atrativos quando os anéis estão a olhos nu
Facilidade e precisão no corte
Menor contração em espessura
DESVANTAGENS
Nós atravessam madeira na espessura
Menor resistência contra deformações
Maior contração no comprimento
Grandes perdas (sobras e aparas)
Maior encanoamento
- Esquema de corte das toras de madeira em pranchas paralelas (tangencial):
(a) serra de desdobro vertical
(b) serra de desdobro horizontal

Corte Radial: faces paralelas aos raios
VANTAGENS
Aproveitar a qualidade estética da madeira. (raios lenhosos e grã espiralada)
Peças radiais são mais estáveis durante a secagem; menor contração na largura
Menos suscetíveis ao encanoamento e fendilhamento.
Menor contração na largura da peça.
DESVANTAGENS
Custo operacional alto (rendimento baixo)
Pouco viável em toras de pequenos diametros.
Grande Movimentação da tora. 4 Partes. ( Inviável)
Esquema de corte das toras de madeira em cortes radiais: diferentes esquemas de desdobro radial
Sistema de desdobro em relação ao eixo longitudinal da tora: paralelo ao eixo
Toda tora apresenta uma certa conicidade. Quando se desdobra uma tora paralelamente ao seu eixo, esta diferença entre os diâmetros (ponta grossa e ponta fina), origina costaneiras em forma de cunha.

No final do corte, a peça central apresenta faces paralelas contendo a medula e a madeira adjacente à mesma.

Corte paralelo a casca
Tipo de desdobro utilizado quando a madeira de melhor qualidade encontra-se logo abaixo da casca.
Após alguns cortes a peça adquire um formato de tronco piramidal (2ª qualidade).
Aplica-se, este tipo de corte para toras atacadas por fungos e insetos e quando é importante apenas a retirada do alburno da tora.
Desdobro por Sequência ou continuidade de cortes
Cortes Sucessivos (cortes paralelos entre si)
Simultâneos (diminui tensões de crescimento)
Alternados (cortes sucessivos e simultâneos)

Técnicas de desdobro de toras para serraria
Tangencial: quadro cheio ou cortes paralelos. (padrão no Brasil)
SAIBA +
Após a técnica de desdobro escolhida a madeira passa pelos processos de:
- Alinhamento
- Destopamento
Além do tipo do desdobro e o maquinário utilizado, a qualidade da madeira também depende do angulo de usinagem das serras
LAMINAÇÃO
Técnica de desdobro para obtenção de laminas com finalidades de decoração superficial de painéis e fabricação de chapas de compensados
Serradas
Faqueada
Descascadas
BENEFICIAMENTO
Trabalho de usinagem da madeira bruta através do seccionamento, aplainamento, lixamento ou frisamento.
MARCELLINI (2006).
CLASSIFICAÇÃO DAS OPERAÇÕES DE USINAGEM
Cortes
Ortogonais
Cortes de
Fresamento Periférico
Equipamentos para beneficiamento da madeira
Produto final
(beneficiado)
Segundo Gonçalves (2001), a qualidade da madeira beneficiada não depende apenas dos procedimentos técnicos adotados nesta apresentação, mas também do tratamento nas etapas anteriores.
TÉCNICAS DE DESDOBRO E BENEFICIAMENTO DA MADEIRA
OBRIGADO!
1 2 3 4 5 6
1
2
3
4
5
6
1 a 3 mm
0,63 a 3mm
0 a 1mm
REFERÊNCIAS
FERREIRA, S. Influência de Método de desdobro tangenciais no rendimento e qualidade da madeira de clone de Eucalyptus spp.
Cerne
, Lavras, v. 10, n. 1, p. 10-21, jan./jun. 2004
GONÇALVES, M. T. T. Características de ferramentas de corte.
Revista da Madeira
, Curitiba. n. 57, p. 34 - 36, 2001.
MARCELLINI.D.
Manual prático de Marcenaria
. Rio de Janeiro Ediouro, 2006,.277 p.
ROCHA, M. P.
Eucalyptus grandis
Hill ex Maiden e
Eucalyptus dunnii
Maiden como fontes de matéria prima para serrarias
. Curitiba, 2000. 185 p. Tese de doutorado - Univ. Federal do Paraná.

FERREIRA (2004) realizando um estudo comparando 3 metodologias de desdobro em Eucalytus spp. encontrou que o método tangencial balanceado paralelo a casca obteve um rendimento maior que o método paralelo ao centro da tora.
Full transcript