Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

BARTIRA - Victor Brecheret

Leonardo da Vinci - Ensino Médio - 2ª série
by

Wagner Bôa Morte

on 23 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of BARTIRA - Victor Brecheret

VICTOR BRECHERET
22/02/1894 - 17/12/1955
Nascido na província de Farnese (Itália), Vittorio Brecheret ficou órfão aos 6 anos de idade.

Veio ao Brasil e passou a morar com seus tios. Aos 18 anos trabalhava na fábrica de sapatos do tio de dia e à noite cursava o Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, onde estudou modelagem, desenho e entalhe em madeira.

Sempre gostou de desenhar e se identificou pela sua verdadeira vocação ao se deparar com um encarte na rua ilustrado com esculturas de Rodin.
- Em 1913, vai para Roma estudar escultura junto a Arturo Dazzi.

- Em 1915, monta um ateliê em Roma.

- Em 1916, fica em primeiro lugar na Exposição de Belas-Artes em Roma, com a obra Despertar.

- Retorna ao Brasil em 1919 e monta seu ateliê em São Paulo.

- Em 1920, expõe na Casa Byington a maquete do Monumento às Bandeiras.

- Em 1921, apresenta no mesmo local a escultura Eva, esculpida em 1919, e ganha bolsa de estudos do Pensionato Artístico do Estado de São Paulo para estudar em Roma.
Expôs 12 obras no saguão do Theatro Municipal:
Gênio
Ângelus
Soror Dolorosa
Ídolo
Pietà
Safo
Torso
Cabeça de Mulher
Regresso
Cabeça de Cristo
Baixo-relevo
Victória
SEMANA DE ARTE MODERNA
Sociedade Pró-Arte Moderna
(SPAM)
Fundada em 1932, tinha como finalidade aproximar os artistas modernos e promover todo tipo de manifestação artística em prol do modernismo.

Brecheret foi sócio-fundador da SPAM e teve algumas de suas esculturas expostas em eventos da mesma.
ídolo
Safo
Cabeça de Cristo
Pietà
Sóror-Dolorosa
Vitória
ARTE INDÍGENA
Nas últimas décadas de sua vida, Brecheret deu início a uma nova estética artística, voltada para o primitivismo e tendo como inspiração a arte indígena brasileira.

Luta dos Índios Kalapalos
Drama Marajoara
Zebu
Índio e a Suaçuapara
OBRAS PÚBLICAS
Brecheret possui um grande acervo de esculturas em locais públicos por todo o país -que se concentram na cidade de SP. Ao todo são 33, sendo 4 delas em cemitérios paulistas e 18 espalhados pelo resto da cidade.
MONUMENTO ÀS BANDEIRAS
O projeto do monumento às bandeiras foi iniciado em 1921 e tinha a primeira maquete como modelo.

Após muitos problemas, somente deu-se sua construção em 1936. Entretanto, devido à falta de verba repassada para seu desenvolvimento,acabou por ser terminado em 1953 (1 ano antes do 400º aniversário da cidade de São Paulo).
Fauno - Parque Siqueira Campos
Graça I - Galeria Prestes Maia
Portadora de Perfume Parque da Luz
O Pensador. Auguste Rodin
O Beijo. Auguste Rodin
Arcanjo Gabriel
Ivan Mestrovic
Memories or Sjecanje
Ivan Mestrovic
O Arqueiro e O Lançador
Ivan Mestrovic
Depois do banho - Largo do Arouche
Monumento a Duque de Caxias
Praça Princesa Isabel
Sepultamento - cemitério da Consolação
Túmulo da família Guedes Penteado
Eva - Avenida Vergueiro
Ave Maria 1 (Anjos) - Consolação
Túmulo da família Scuracchio
Fachada Jockey Club São Paulo
A Índia Escondida por
Um Grande Peixe
Veado Enrolado
Luta da Onça e do Tamanduá
Bartira
Piroga
Trabalho realizado por:
Giovanna Fahl

Heloisa Camargo

Luísa Souza
BARTIRA
Brecheret teve como grande inspiração, além do francês Rodin, o croata Ivan Mestrovic.
Eva, 1919
Musa impassível
Graça II
(2:55)
(6:07)
BARTIRA - Obra PAS

Antônio Fávero Sobrinho explica que a obra tem vários significados:
“Ela está ligada à Semana de Arte Moderna de 1922;
À história do Brasil, à história de Brasília e à história da UnB.
Ela se encaixa em todo um processo de construção da identidade nacional (as artes voltam, na Semana de Arte Moderna, para discutir quem somos enquanto sociedade, enquanto povo, enquanto cultura).
Victor Brecheret esculpiu Bartira em 1952 e foi um dos últimos trabalhos do artista, que faleceu em 1955.Em 1962, Darcy Ribeiro, em seu breve período como Ministro da Educação, doou a obra à Universidade de Brasília.
A identidade nacional é TEMA que se destaca na escultura presente na FE.
A peça representa a índia Bartira deitada em uma rede, amamentando seu filho. A mulher foi casada com o português João Ramalho e acredita-se que dessa união descendem milhões de brasileiros.
A obra aborda também a presença da mulher no Brasil e a “mestiçagem”, que marca a cultura e o povo brasileiros. Darcy Ribeiro, como antropólogo, tinha profundo interesse nesses assuntos.
Full transcript