Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PARA ENTENDER O LIVRO-BRINQUEDO: ARTE E LITERATURA NA INFÂNCIA

Projeto de dissertação de Tatiana Telch Evalte orientado pela Profa. Dra. Analice Dutra Pillar no PPGEdu / UFRGS em julho/2013
by

tatiana telch

on 27 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PARA ENTENDER O LIVRO-BRINQUEDO: ARTE E LITERATURA NA INFÂNCIA

Tatiana Telch Evalte
Orientadora: Profa. Dra. Analice Dutra Pillar
PARA ENTENDER
O LIVRO-BRINQUEDO:
ARTE E LITERATURA NA INFÂNCIA

Pedagogia
Bolsista
IC
Visualidade e sentido: contágios entre arte e mídia no ensino da arte
Interações de linguagens no desenho animado Bob Esponja: leitura televisão e infância
semiótica
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
FACULDADE DE EDUCAÇÃO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Porto Alegre, julho 2014.
Artes
JUSTIFICATIVA
refletir acerca da necessidade contemporânea que temos de estabelecer relação com objetos interativos sofisticados;

conhecer a crescente publicação de livros-brinquedo,que convocam diversos sentidos a interagir;

minimizar o descompasso entre essas publicações e a reflexão sobre o livro-brinquedo;

contribuir para a leitura desses na escola
Tecnologia
As pessoas também foram transformadas em produtos e esta é a característica mais proeminente dessa sociedade: a capacidade de dissolver as pessoas em um mar de mercadorias e de conseguir que as mesmas
desejem se transformar em produtos admirados e desejados mesmo que seja
graças a uma visibilidade atingida por apenas alguns minutos.
(CADEMARTORI, 2009, p.122)
OBJETIVOS

A pesquisa teve como objetivo principal entender como se dá a interação da criança com o livro infantil da categoria livro-brinquedo.

Fazer a análise semiótica de livros-brinquedo.

A partir dos regimes de interação, proposto por Landowski, analisar que tipo de interação a criança estabelece com os livros.

Auxiliar o professor na escolha dessa categoria de livros para crianças na Educação Infantil.

Possibilitar a pais e educadores subsídios para a compreensão de como a criança interage com o livro-brinquedo.

Possibilitar informações para que o professor possa propor atividades escolares e mediar a leitura desses livros na escola.
PROBLEMA
O que o livro-brinquedo enfoca e como ele se mostra?

Que tipo de interação o livro-brinquedo propõe?

Como a criança interage com o livro-brinquedo?

O sentido é constituído na relação da criança com o livro-brinquedo e é isso que interessou a esta pesquisa. O livro-brinquedo propicia à criança sensações e modos de percepção e é a partir desse contato criança/livro que o sentido emerge, de forma diferente em cada contexto.

SEMIÓTICA
Programação - regularidade

Manipulação - intencionalidade

Ajustamento - adaptação

Acidente - ruptura
REGIMES DE INTERAÇÃO


Os livros de literatura infantil estão entre os textos mais interessantes e experimentais no uso de técnicas de multimídias, combinando palavra, imagem, forma e som.
(HUNT, 2010, p. 43)
LITERATURA INFANTIL
LIVRO-BRINQUEDO
livre-jeu
livros vivos
LIVRO DE ARTISTA
ESTESIA E
ESTÉTICA
O que é esse sentimento que nos toma diante dos livros-brinquedo ou até mesmo diante de outras obras que nos permitem sentir algo que nos toca e remete-nos a outro lugar?
Engenheiros
do papel
adequação
(idade)
Livros de artistas sugerem uma aproximação com a arte. Eles se utilizam do suporte livro para dar forma a obra ou mostrar obras dos artistas.
Priére de toucher
(Favor Tocar)
Marcel Duchamp
1947




Gravação


CLASSIFICAÇÃO DOS LIVROS
FNLIJ
1975
livro-brinquedo
1997
Critérios de seleção
do corpus
Disponibilidade na editora
Atender a pelo menos um
tipo de livro-brinquedo
Possuir narrativa
adequada
REFERÊNCIAS
CADEMARTORI, Ligia. O professor e a literatura: para pequenos, médios e grandes. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009. – (Série Conversas com o Professor; 1)

HUNT, Peter. Crítica, teoria e literatura infantil. Trad. Cid Knipel. Ed. Revisada. São Paulo:Cosac Naify, 2010

PERROT, Jean. Os “Livros-Vivos” Franceses: um novo paraíso cultural para nossos amiguinhos, os leitores infantis. Revista Faculdade de Educação vol. 24. n.2, São Paulo,Jul/dez,1998.
Pesquisa qualitativa

Referencial
Teórico
ENCONTROS
Primeiro
Segundo
Terceiro
Análises
Leitura semiótica dos livros
Análise das falas das crianças
Ana- No nosso livro não tem isso, referindo-se a aba de urso.
Maria- Tá rasgado, o nosso.
Pesquisadora- É por isso que temos que cuidar se não rasga.
Ana- Cadê a lanterna?
Adriana- Que lanterna?
Ana- Tinha uma lanterna aqui. Aponta ainda para página onde estavam anteriormente.
Sérgio- Olha o que ela tem aqui no bolso. (Referindo-se a Ninoca)
Pesquisadora - O que ela tem no bolso?
Maria- Moeda.

A girafa que cococricava
Na floresta do bicho-preguiça
Feliz Natal, Ninoca!
ocultamento
acidente
programação
interrogação
programação
acidente
ajustamento
desproporcionalidade
contradição
Leitura de
imagem
Experiência sensorial
Encontros
Sala de aula
Obrigada!
movable
book
alto
custo
poucas
pesquisas
manipulação
transcrição
Alessandra interrompe falando mais alto- Olha aqui! Olha aqui! (Ela aponta para a página em que aparece a cama da Ninoca. Ela abre a coberta em forma de aba e diz: Achou! Ela está se referindo ao urso que está escondido embaixo de uma aba em forma de coberta colorida na cama de Ninoca. Alessandra repete a mesma ação e fala três vezes).
Pesquisadora - Todos os animais na floresta dormiam. Shiiiiii... Sonhando seus sonhos de bicho, roncavam, rosnavam. Quando o sol apareceu o galo da floresta despertou e voou para o galho mais alto estufou o peito e...
Todos- Fazem cocoricó.
Pesquisadora - Ela estava tentando fazer isso, ele espichou o pescoço abriu bem o bico, mas ai quando ele conseguiu saiu um RORRR!!
Maria- De girafa?
Pesquisadora - Quem faz esse som?
As meninas falam que na aba há um moço e ele está colocando as sementes.
Laura- Ele está ali. (Aponta para o bicho-preguiça em um dos brotos)
Lívia- Ele ainda está ali. (Refere-se ao bicho preguiça)
Adriana- (Aponta) Estou vendo ele aqui.
Ana- Bicho-preguiça medonho!
Pesquisadora - Porque medonho?
Ana- Ele está sempre em algum lugar quando a gente passa a página.
Full transcript