Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Perspectivas sobre Letramento - Brian Street

No description
by

on 13 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Perspectivas sobre Letramento - Brian Street

"Prefiro,antes de mais nada, falar de práticas de letramento do que de letramento como tal" [Street]
Perspectivas sobre Letramento - Brian Street
Em suas pesquisas sobre práticas letramento realizadas por diferentes comunidades, Street (1995) definiu dois modelos de letramento, sendo um deles o modelo de autônomo e o modelo ideológico.
Ele prefere trabalhar com a base do modelo ideológico, o qual reconhece a multiplicidade de letramentos;o significado e o uso de práticas de letramento, estão relacionados com contextos culturais específicos;e que estas práticas estão sempre associadas com relações de poder e de ideologia: não são simplesmnete tecnologias neutras.
No modelo autônomo de letramento a escrita é autossuficiente, pois independe de seu contexto de produção e de uso. Na condição de tecnologia neutra a escrita representaria mais uma habilidade cognitiva de cunho individual do que uma prática social. “A característica de autonomia refere-se ao fato de que a escrita seria, nesse modelo, um produto completo em si mesmo, que não estaria preso ao contexto de sua produção para ser interpretado” (KLEIMAN, 1995, p.21).
O modelo ideológico por sua vez oferece uma visão mais crítica das práticas de letramento, estas compreendidas a partir do contexto sociocultural onde são produzidas. Diferente do modelo autônomo em que a tecnologia da escrita é independente do contexto em que é produzida, no modelo ideológico, o letramento refere-se, sobretudo, às práticas sociais de uso da linguagem e não uma técnica neutra passível de ser reproduzida da mesma forma ou replicada em diferentes contextos (STREET, 1995; KLEIMAN, 1995).
Se na perspectiva dos novos estudos do letramento, língua, contexto e cultura tornam-se elementos indissociáveis, é imprescindível compreender que as práticas de letramentos estão em alguma medida relacionadas com determinadas visões de mundo e não com outras.
Full transcript