Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A hidrografia do Brasil

No description
by

Vanessa Paza

on 13 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A hidrografia do Brasil

A hidrografia do Brasil
O que diferencia um rio do outro é o seu tamanho, o tipo de terreno que percorre, o regime hidrológico e sua fonte de alimentação.
Os rios se organizam hierarquicamente e formam uma rede hidrográfica: rio principal, afluentes e subafluentes.
Os divisores ou centros dispersores de água das bacias hidrográficas brasileiras são: a Cordilheira dos Andes, o antigo planalto das Guianas e diferentes partes do antigo planalto Brasileiro.
Existem diferentes tipos de foz como:
• Estuário: desembocadura larga e profunda onde o rio lança suas aguas, sem obstáculos. Rio Amazonas;
• Barra: neste tipo de foz os rios carregam grande quantidade de sedimentos e lançam suas águas em mares pouco profundos. Com o tempo o material acumula-se como um obstáculo, na saída das águas;
• Delta: pequenas ilhas formadas pelos sedimentos carregados pelos rios dividem as águas fluviais em vários canais. Rio Parnaíba, Rio Amazonas;
Sendo que a maioria dos rios brasileiros possui foz em estuário.
As águas das precipitações que não se infiltram no solo, escorrendo pela superfície, formando cursos de água, podem ser:
• Permanentes: rios perenes;
• Efêmeros: torrentes;
• Intermitentes: rios temporários.
Os rios
Alimentação e regime fluvial
Tipos de alimentação:
Pluvial
Nilval ou Glacial
Plúvio-Nival

Principais regimes fluviais:
Equatorial
Tropical
Nival
Polar
Regiões hidrográficas Brasileiras
Região hidrográfica Amazônica
Os rios da ilha de Marajó e o do Amapá, formam a região hidrográfica mais extensa, passando por terras da Venezuela, Equador, Colômbia, Guiana, Peru e Bolívia.

Formam a maior bacia fluvial do mundo com mais de 6 milhões de km².


O rio Amazonas nasce na cordilheira dos Andes, no Peru.

No território Peruano é chamado de Vilcanota e Ucayali-Marañon, em território brasileiro recebe o nome de Solimões, só depois de receber as aguas do rio Negro é chamado de Amazonas.

Seu comprimento é de 7.075km.

Águas Subterâneas
Aquíferos
Lagos
Não são tão comuns no Brasil;

Os lagos brasileiros, são geralmente de barragem, como os lagos costeiros e os amazonicos;

Os lagos de barragem são formados quando um obstáculo represa água de rios ou do mar;

Lagunas são os lagos costeiros e que tem comunicação direta com o mar;

No Brasil existem lagos artificiais onde sua funçao é melhorar a umidade do ar e servir de lazer;

A maioria dos lagos é de água doce;

Livre ou Freático
Aquíferos Confinados
Águas minerais
Full transcript