Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

2º bimestre: textos em versos

No description
by

Milena Fernandes da Rocha

on 14 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 2º bimestre: textos em versos

Introduzindo conceitos...
Poesia
é a arte de trabalhar a linguagem, explorando-se os sentidos figurados (subjetivos) e os recursos sonoros e visuais das palavras. Pode-se manifestar em prosa ou em verso.

Poema
é um gênero textual constituído por versos, recursos sonoros (rima, métrica etc.) e exploração da linguagem figurada.
Denotação e conotação
Na
linguagem denotativa
, a palavra assume seu sentido literal, mais comum.

Na
linguagem conotativa
, a palavra assume um sentido figurado, incomum, subjetivo e, por isso, válido apenas no contexto em que é utilizado.
Figuras de linguagem
Atividades interdisciplinares
Projeto Jovem Cientista: 2,0
Grammy
: 2,0
Sarau - Elis Regina: 2,0
Olimpíada do Conhecimento: 1,0
Poesia fora do poema
2º bimestre
Versos, música e poesia.
Redação 9º ano
Projeto Jovem Cientista (2,0)
Grammy
(2,0)
Sarau - Elis Regina (2,0)
Olimpíada do Conhecimento (1,0)
Gramática
Capítulos 27 e 28

A apresentação pode ser feita no
PowerPoint
, no
Prezi
ou no
Laifi
.
19/05:
entrega da produção textual.

02/06:
publicação no Instagram.

19/06:
apresentação no Sarau.
Versos, estrofes e rimas
Versos regulares:
apresentam o mesmo número de sílabas e a mesma sequência rítmica.

Versos livres:

não apresentam regularidade estrutural, isto é, têm tamanhos diferentes.
Verso
é cada linha de palavras que compõe o poema; também é chamado de linha métrica.

Estrofe
é um grupo determinado de versos em um poema.
Metro e escansão
Metro
é o tamanho do verso, ou seja, a medida que contabiliza o número de sílabas métricas de um verso.

Escansão
é o processo de contagem das sílabas métricas de um verso.
Como escandir?
1.
A vogal final de uma palavra e a vogal inicial da palavra seguinte formarão uma só sílaba métrica, se forem pronunciadas numa única emissão de voz. Não se unem vogais tônicas.

2.
Contam-se as sílabas apenas até a última sílaba tônica do verso.
Classificação dos versos
Monossílabo
Dissílabo
Trissílabo
Tetrassílabo
Pentassílabo (redondilha menor)
Hexassílabo
Heptassílabo (redondilha maior)
Octossílabo
Eneassílabo
Decassílabo
Hendecassílabo
Dodecassílabo (alexandrino)

Bárbaros
Rima
é a identidade ou semelhança de sons no final ou no meio de versos diferentes.

Obs.:
os versos que não têm rima são chamados
versos brancos
ou
soltos
.
Classificação das rimas
Quanto à qualidade
Quanto à disposição
Perfeitas

Pobres:
palavras de mesma classe gramatical (
escura
-
pura
).

Ricas:
palavras de classes gramaticais diferentes (
vago
-
lago
).

Raras:
palavras para as quais haja poucas rimas correspondentes (
vício
-
bulício
).
Imperfeitas

Preciosas:
artificiais, forçam uma aproximação sonora (
perdê-lo
/
belo
).
Emparelhadas (paralelas):
AABB


Cruzadas (alternadas):
ABA BAB


Interpoladas (intercaladas/opostas):
ABBA


Misturadas:
ABCCBAB


Encadeadas:
ocorrem entre o fim ou o meio de um verso e o interior do verso seguinte.
Classificação das estrofes
Monóstico
Dístico
Terceto
Quarteto (quadra)
Quintilha
Sexteto (sextilha)
Septilha (sétima)
Oitava
Nona
Décima
Orientações
Grupos: 2 a 4 alunos.

Um perfil no Instagram por grupo.

Paródia ou soneto.
Temas
Os festivais de Elis

Os amores de Elis

Os herdeiros de Elis

Elis na política

Elis por eles
1ª versão: 30/05
Situação problema
Introdução (objetivos, hipóteses, pesquisa bibliográfica)
Metodologia (incluir cronograma)
Bibliografia
Reescrita: 16/06
Não tinha casa pin
tura
,
O chão não tinha cul
tura
:
Paredes nuas, lad
rilho
,
Tudo singelo, sem b
rilho
...
O tempo cobre o chão de verde m
anto
,
que já coberto foi de neve
fria
,
e em mim converte em choro o doce c
anto
.
Mudam-se os tempos, mudam-se as vont
ades
,
Muda-se o ser, muda-se a confi
ança
;
Todo o Mundo é composto de mud
ança
,
Tomando sempre novas qualid
ades
.
Criança po
bre
de pé no ch
ão

Suja, rasgada, despente
ada
.
Desmazel
ada
.
Criada à toa, de rold
ão
.
Cria de case
bre
,
Enxerto de galp
ão
.
No céu brilhante do po
ente
em fogo
Com auréola ard
ente
o sol dormia:
Do mar doirado nas vermelhas ondas
Purpúreo se escondia.
Viva! (Emicida)
Mulher (Projota)
A história de Lili Braun (Chico Buarque)
Tem nada a ver (Jorge e Mateus)
Prazo (Redação):
29/05
Critérios de avaliação

Respeito aos prazos.
Atendimento aos subtemas.
Atendimento aos gêneros textuais.
Emparelhadas
cruzadas
interpoladas
Misturadas
Encadeadas
Gramática
P. 582 a 586 (1, 2 e 4, exceto 2f).
Soneto
14 versos regulares (decassílabos ou alexandrinos) distribuídos em dois quartetos e dois tercetos, nessa ordem.

Rimas interpoladas.
A
B
A
B

A
B
A
B
C
D
C

D
C
D
Esta luz, este fogo que devora.
Esta paisagem gris que me rodeia.
Esta dor por uma só ideia.
Esta angústia de céu, mundo e hora.

Este pranto de sangue que decora
lira já sem pulso, lúbrica teia.
Este peso do mar que me golpeia.
Esta lacraia que em meu peito mora.
São grinaldas de amor, cama de ferido,
onde sem sono, sonho tua presença
entre as ruínas de meu peito oprimido.

E ainda que busque o cume da prudência,
me dteu coração vale estendido
com cicuta e paixão de amarga ciência.
Frederico García Lorca
Chagas de amor
Por prof.ª Milena Fernandes
Full transcript