Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Governança Corporativa

No description
by

Igor Aquino

on 12 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Governança Corporativa

Questão
Componentes
GARCIA, Arthur Feliz. Governança Corporativa. UFRJ, 2005.
 
MARTINS, Sandro Miguel et al. Governança Corporativa: Teoria e Prática. Sandro Miguel Martins; Thames Richard Silva; Alexandre Silva de Barros; João Eduardo Prudêncio Tinoco. Gesta- Revista Eletrônica de Gestão de Negócios - ISSN 1809-0079
v. 1, n. 3, out.-dez./2005, p. 76-90
 
MICHELIN, João Augusto M. de Siqueira; HENTZ, Luiz Antonio Soares. Os Efeitos das Práticas de Governança Corporativa no Mercado de Capitais Brasileiro. Caderno de Pesquisa, Franca, SP, Brasil.
 
PAI, LeocirDal. Governança Corporativa e Ética nas Organizações. Revista Multidisciplinar da UNIESP Saber Acadêmico - n º 06 - Dez. 2008.
 
<http://www.ibgc.org.br> Acesso em 08 de dezembro de 2013.
 
<http://www.bmfbovespa.com.br/ > Acesso em 08 de dezembro de 2013.


REFERÊNCIAS




“Insider System” é aquele em que grandes acionistas estão no comando das operações diárias, diretamente ou via pessoa de sua indicação. Dentro deste sistema encontra-se o sistema de governança corporativa da Europa Continental e Japão.




“Outsider System” é aquele modelo em que os acionistas são pulverizados e estão alheios ao comando diário da empresa. Dentro deste sistema encontra-se o modelo anglo-saxão adotado nos Estados Unidos e Reino Unido.

ADMINISTRADORES X ACIONISTAS

ACIONISTAS X CREDORES

Jensen e Meckling (1976, p. 308 apud GARCIA, 2005), definem um relacionamento de agência como: “um contrato onde uma ou mais pessoas – o principal – engajam outra pessoa – o agente – para desempenhar alguma tarefa em seu favor, envolvendo a delegação de autoridade para tomada de decisão pelo agente”. Segundo os autores, se ambas as partes agem tendo em vista a maximização das suas utilidades pessoais, existe uma boa razão para acreditar que o agente não agirá sempre no melhor interesse do principal.

Teoria da agência e governança corporativa


Novo Mercado
Nível 2
Nível 1
Bovespa Mais

“Todos os segmentos prezam por rígidas regras de governança corporativa. Essas regras vão além das obrigações que as companhias têm perante a Lei das Sociedades por Ações (Lei das S.As.) e têm como objetivo melhorar a avaliação das companhias que decidem aderir, voluntariamente, a um desses níveis de listagem.
Além disso, tais regras atraem os investidores. Ao assegurar direitos e garantias aos acionistas, bem como a divulgação de informações mais completas para controladores, gestores da companhia e participantes do mercado, o risco é reduzido.”


Níveis diferenciados de Governança Corporativa NA BOVESPA

Os Códigos das melhores práticas de governança corporativa são o conjunto de regras preparadas visando institucionalizar e difundir as melhores práticas de governança e torná-las uma cultura permanente (CARVALHAL DA SILVA, 2005, p. 49 apud PAI, 2008 ).


Código das Melhores Práticas de Governança Corporativa
Gerdau

ASSEMBLEIA GERAL

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

CONSELHO FISCAL

AUDITORIA EXTERNA E COMITÊS

PRESIDÊNCIA EXECUTIVA

AUDITORIA INTERNA
 
CONSELHOS CONSULTIVOS

AUDITORIAS INDEPENDENTES
Estrutura envolvida na governança corporativa


Segundo o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), os sistemas de governança corporativa no mundo dividem-se em dois grupos:

“Outsider System” X “Insider System”

Modelos de Governança Corporativa


Transparência (disclosure)

Equidade (equity)

Prestação de contas (accountability)

Cumprimento das leis (compliance)


Princípios Fundamentais










 
As primeiras discussões a respeito do assunto tiveram sua origem no tripé “firmado pelo fundo LENS, pelo relatório Cadbury e pelos princípios da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico); e o filtro básico do processo corresponde à Lei Sarbanes-Oxley” (OLIVEIRA 2006, p. 12 -16 apud PAI, 2008 )


Origem



“A governança corporativa, na prática, envolve a gestão responsável da empresa em todos os seus níveis, a efetividade de seus resultados e a confiança de todos os envolvidos com a organização, obtida através da transparência, eqüidade, responsabilidade pelos resultados e obediência às leis do país.”





Conceitos

Governança Corporativa

Finalidade

Curso: Ciências Contábeis
Departamento de Ciências Sociais
Disciplina: Contabilidade Avançada
Docente: Kelly Cristina


Universidade Estadual de Feira de Santana

Governança no Brasil

Comportamento dos executivos



Interesses dos acionistas
Movimento que visava proteger os acionistas, principalmente os minoritários,
de abusos dos executivos, preponderantemente nas decisões estratégica da diretoria da organização.

Outsider System
Insider System
Modelo de Governanças Corporativa
Modelo de Governanças Corporativa
Modelo de Governanças Corporativa
- Aline Barbosa
- Briza Rafhaela
- Igor Aquino
- Jayne Mesquita
- Marta Leite
- Maurício Oliveira
- Mônica Souza
- Rayara Alves
1960
1990
1992
1995
Década de 60
Conceito se tornou conhecido
Anos 90

Denominação se tornou popular
1992
Primeiro Código de Melhores Práticas de Governança Corporativa
1995
Foi editado o primeiro livro que continha a designação “Corporate governance”
Full transcript