Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

aspectos culturais do nordeste

No description
by

Izabelle Brilhante

on 10 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of aspectos culturais do nordeste

Aspectos Culturais do Nordeste Equipe: Artur C.,Gabriel Diógenes, Izabelle Mota e Maria Alice MÚSICA
Vários gêneros surgiram no nordeste ao longo dos anos, algumas delas são: o baião, xote, xaxado e côco. alguns dos principais músicos Nordestinos: Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sivuca, Waldonys e Jackson do Pandeiro e alguns dos intrumentos usados nas músicas Nordestinas são a harmônica, zabumba, rabeca, pife, sanfona, triângulo, pandeiro e reco-reco. FESTAS
Principais festas
Festa do Divino
Carnaval
Festa da Conceição da Praia
Festa de Iemanjá
Bumba meu Boi
Festa do Bonfim
São João COMIDAS TÍPICAS
Ceará: mucunzá doce ou mucunzá salgado.
Maranhão: cuxá, arroz de cuxá(comida feita da erva vinagreira), bobó, peixe pedra.
Bahia: vatapás, acarajés, moquecas (de peixe, camarões etc), mocotós e os carurus.
No geral: queijo de coalho, baião de dois, feijão verde, sururu, carne de sol, de porco, de cabrito, de carneiro e tapioca.
INGREDIENTES
frutos do mar (peixes e camarões), carnes e derivados do gado (bovino,caprino e ovino), abóbora, milho, pimenta etc. Algumas roupas típicas
Roupa de ração
Vestuário das Iyalorixás
Saia de brocado de Mãe Menininha. RELIGIÃO
A religião predominante é a católica. Algumas pessoas são veneradas como santas, apesar do não reconhecimento da Igreja Católica, como é o caso de Padre Cícero, Frei Damião, Irmã Dulce, Padre Ibiapina e Maria de Araújo.
São comuns peregrinações de romeiros a determinadas cidades do nordeste, destacando-se Juazeiro do Norte e Canindé (CE), Bom Jesus da Lapa (BA) e Santa Cruz dos Milagres (PI).
Todos os anos, no mês de janeiro, ocorre em Salvador a lavagem do Bonfim, uma tradicional celebração religiosa que tem como ponto alto a lavagem das escadarias da Igreja do Nosso Senhor do Bonfim, pelos fiéis.
O candomblé possui diversos adeptos na Bahia e costumam reverenciar Iemanjá, oferecendo presentes à entidade. Tais oferendas são jogadas ao mar ou depositadas em pequenos barcos soltos em alto mar. O Cangaço foi um fenômeno ocorrido no nordeste brasileiro de meados do século XIX ao início do século XX. O cangaço tem suas origens em questões sociais e fundiárias do Nordeste brasileiro, caracterizando-se por ações violentas de grupos ou indivíduos isolados: assaltavam fazendas, sequestravam coronéis (grandes fazendeiros) e saqueavam comboios e armazéns. Não tinham moradia fixa: viviam perambulando pelo sertão brasileiro, praticando tais crimes, fugindo e se escondendo.
Cangaço é palavra derivada de canga, peça de madeira simples ou dupla de carro de bois que se coloca na parte posterior do pescoço dos bois . Assim, cangaceiro foi o nome dado a todos os criminosos, uma vez que os prisioneiros eram obrigados a carregar seus pertences pendurados no pescoço. O primeiro bando de cangaceiros que se tem conhecimento foi o de Jesuíno Alves de Melo Calado, "Jesuíno Brilhante", que agiu por volta de 1870, embora alguns historiadores atribuam a Lucas Evangelista o feito de ser o primeiro a agregar um grupo característico de cangaço, nos arredores de Feira de Santana(1828), ele (Jesuíno) foi preso junto com a sua quadrilha em 28 de Janeiro de 1848 por provocar durante vinte anos assaltos contra a população de Feira. O último grupo cangaceiro famoso porém foi o de "Corisco" , que foi assassinado em 25 de maio de 1940. Obrigado pela atenção de vocês S2S2 Roupa Ração Mãe Stella Mãe Menininha Reco-Reco Sanfona Pife Harmônica Zabumba Rabeca Triângulo Pandeiro Festa Junina, São João Bumba meu Boi Festa da Conceição da Praia Festa do Senhor do Bomfim Festa de Iemanjá Festa de Divino Carnaval Peixe Pedra Frutos do mar Mucunzá Doce Acarajé Queijo Coalho Baião de dois Carne de sol Arroz de Cuxá Feijão verde Muqueca de Arraia Bobó de camarão Padre cícero
Full transcript