Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

IACS

No description
by

ana oliveira

on 6 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of IACS

PREVENÇÃO A Implementação de
Programas de controlo de infeção
bem estruturados



(Diminuição)
Infeções associadas aos cuidados de Saúde
CONSEQUÊNCIAS AVALIAÇÃO INFEÇÕES ASSOCIADAS AOS CUIDADOS DE SAÚDE PROCEDIMENTOS SEGUROS DOENTE HOSPITAL SOCIEDADE Aumento da morbilidade e mortalidade;
Maior risco de falência terapêutica;
Necessidade de tratamentos mais agressivos;
Aumento da estadia hospitalar;
Maior absentismo;
Redução da qualidade de vida.
Necessidade medidas de controlo da infeção e vigilância laboratorial apertada;
Utilização de antibioticoterapia de largo espectro;
Acréscimo do tempo de internamento;
Uso de procedimentos e terapêuticas dispendiosas.
Aumento do risco de transmissão da infeção à comunidade por colonização;
Aumento do risco de ingressos e reingressos hospitalares já com infeção.
O envolvimento dos Profissionais de Enfermagem é fundamental e imprescindível. No decorrer da sua atividade profissional diária, são responsáveis por evitar as Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde, implementando assim, procedimentos adequados, que minimizam a contaminação e disseminação de microrganismos, desempenhando deste modo, um papel fundamental na prevenção e controlo de infeção. Deste modo, o objetivo será caminhar para a excelência de cuidados, para que o “cliente” tenha sempre os melhores cuidados de saúde, estando protegido. Fatores que levam às IACS Doentes Imunodeprimidos;
Doentes com presença de dispositivos invasivos
Sobrelotação de Doentes;
Ausência/Diminuição Profissionais dedicados aos Doentes Infetados e/ou Colonizados;
Transferência frequente dos Doentes entre serviços;
Diminuição Significativa de Profissionais na generalidade dos cuidados;
Aumento significativo de Doentes por serviço.
As Precauções aplicam-se a: Todos os utentes hospitalizados, independentemente do motivo de internamento, ou visita á instituição de saúde, independentemente se é ou não portador de alguma infeção conhecida, ou desconhecida, de modo a diminuir o risco tanto de doentes como de profissionais de contraírem uma infeção;
A HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS
está no seio das Precauções Básicas e é indiscutivelmente
a medida mais eficaz no controlo de infeção
! Outras Medidas Precauções relativas à Transmissão por:

Via aérea
Gotícula
Contacto
Estratégias de Prevenção das IACS Higiene das mãos;
Boas práticas nos procedimentos invasivos, usando técnica asséptica;
Limpeza, desinfeção e esterilização dos dispositivos utilizados;
Uso racional de antibióticos;
Administração segura de injetáveis;
Descontaminação dos equipamentos;
Higiene ambiental hospitalar;
Uso racional do equipamento de proteção individual;
Uso correto e rejeição de cortantes e ou perfurantes;
Encaminhamento correto após exposição;
Programa de vacinação adequado;
Boas práticas no transporte de amostras;
Precauções com doentes com infeções epidemiologicamente importantes;
Isolamento e colocação dos doentes colonizados / infetados conforme a via de transmissão;
Higiene respiratória.
Relativamente aos Profissionais de Saúde São responsáveis por evitar as Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde, implementando assim, procedimentos adequados, que minimizam a contaminação e disseminação de microrganismos, desempenhando deste modo, um papel fundamental na prevenção e controlo de infeção.

O objetivo será caminhar para a excelência de cuidados, para que o “cliente” tenha sempre os melhores cuidados de saúde, estando protegido, obtendo assim uma excelente Qualidade em Saúde.
Factores influenciadores de uma infeção:



Idade dos doentes
O hospital e o serviço em questão
A selecção de doentes para amostra PNCI- Plano Nacional Contra as Infeções
Avaliar o nível de adesão das unidades de saúde aos programas propostos pelo PNCI
Avaliar a adesão das unidades de saúde à campanha de higiene das mãos ou outras campanhas que forem implementadas
Avaliar o número de unidades de saúde com política de utilização de antimicrobianos, com metodologia de controlo do seu uso;
Avaliar o número de unidades de saúde que tenham elaborado e divulgado um Manual de Práticas de prevenção e controlo de infeção, com monitorização da sua aplicação e cumprimento Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Disciplina de Opção
Qualidade em Saúde

Turma C, 3º Ano
Ana Rita Dias
Ana Rita Oliveira
Mário Martins

Introdução
OBJECTIVOS:
Identificar as principais causas das infeções associadas aos cuidados de saúde (IACS)
Como podem ser prevenidas infeções- Possíveis consequências
Avaliação de infecções
Full transcript