Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

SENAC - Gestão de Tecnologia de Informação em Saúde

No description
by

Efrain Saavedra

on 16 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of SENAC - Gestão de Tecnologia de Informação em Saúde

O que é um SI - Sistema Informação??
Gestão de Tecnologia de Informação

em Saúde

Informatizar = Agilizar, Desburocratizar
Evolução da Administração nas Organizações
O que é um Sistema?
Efraín Cristian Zúñiga Saavedra

Pós Graduação em Gestão de Saúde

Formação
Informática em Saúde - UNIFESP

Gestão de Projetos - Fundação Vanzolini

CEAHS - Especialização em Administração Hospitalar e de Sistemas de Saúde - EAESP/FGV

MBA Executivo em Gestão Empresarial Estratégica - Universidade de São Paulo 

Administração de Empresas - Universidade Presbiteriana Mackenzie
Profissional
METRUS Instituto de Seguridade Social

PS4 Provedora de Serviços e Soluções em Sistemas de Saúde 

CRC-CONNECTMED Consultoria, Administração e Tecnologia em Saúde
UNIBANCO SAÚDE, SAÚDE CAIXA, SABESPREV, FASCHESF, CELPOS, CNEN, PRODESP, HOSP CRUZ AZUL, CBPM, ELETROS, UNAFISCO
Atividades Extra-Curriculares
EAESP-FGV - Fundação Getulio Vargas;
Faculdades Oswaldo Cruz;
CCBC - Comissão de Saúde da Câmara de Comércio Brasil-Canadá;
SBIS - Sociedade Brasileira de Informática em Saúde;
CRA-SP - Conselho Regional de Administração;
CET-TISS -Comissão de Estudos Técnicos TISS/TUSS.
@efrasaavedra
esaavedra@live.com
Bibliográfia

Introdution to Healthcare Information Technology. Mark Ciampa, Mark Revels, Cengage Learning, 2013;
Health Informatics: Practical Guide for Healthcare and Information Technology Professionals. Hout, Robert E., 2012;
Preparing the NHS for a information revolution; BCS report, British Informatics Society, 2011;
Sistemas de Informação Gerenciais. Kroenke, David, ed. Saraiva, 2012;
Implantando a Governança de TI. Fernandes, Aguinaldo Aragon, Brasport, 2012;
Informática em Saúde, uma perspectiva multiprofissional de usos e possibilidades. Karen cardosos Caetano, William Malagutti, Yendis editora, 2012;
Você é o que Compartilha, Giardelli, Gil, Ed. Gente, 2012;
Sistemas de Informações Gerenciais em Organizações de Saúde, FGV Management, 2010;
Introdução a Sistemas de Informação

SBIS - Sociedade Brasileira de Informática em Saúde;
Harvard Business Review, HSM Management, Exame, Info, FH,
Sites AMIA, IMIA, SBIS, FNQ, ONA, MS, ANS, OPAS, CPES.
Objetivo Geral
Promover a reflexão sobre a relevância dos recursos da tecnologia da informação e da informação nas empresas e principalmente em instituições de saúde, visando contribuir para o desenvolvimento da habilidade de gerenciá-las e utilizá-las como diferencial competitivo.
/in/efrain
Objetivos Específicos
Estabelecer as relações entre a tecnologia da informação, informação, conhecimento e planejamento estratégico, visando contribuir para a gestão da informação sob uma perspectiva organizacional.

Identificar problemas relacionados com a gestão da informação e do conhecimento, visando proporcionar subsídios que permitam a implementação de soluções condizentes com as necessidades organizacionais.

Desenvolver determinadas competências vinculadas à gestão estratégica da informação, visando contribuir para o aprimoramento profissional e melhoria da competitividade organizacional.
Avaliação
40% Trabalho em Grupo - Aplicação de Conceitos
60% Prova Final
40% Trabalho em Grupo - Aplicação de Conceitos
60% Prova Final
Você já possui grupo?
É fácil informatizar?
Comprar ERP, CRM, BI?
BPM, GCN, CObit, ITIL?
Social Média, e-business
Datacenter, Cloud,
Outsorcing?
Revolução Industrial
Quebra de Paradigmas
Estabilidade
e
Previsibilidade
Instabilidade
e
imprevisibilidade
A nova riqueza
passa a ser a
informação.
Grupo de elementos interrelacionados ou em interação que formam um todo unificado.
Sistema é um grupo de componentes inter-relacionados que coletam, manipulam e armazenam, disseminam os dados e informações e fornecem um mecanismos de feedback.
Ciclo de um Sistema
SI - Sistema de Informação
Entrada
Processamento
Saída
Feedback
é um conjunto organizado de pessoas, hardware, software, redes de comunicações e recursos de dados que coleta, transforma e dissemina informações em uma organização.
Utilizariam um sistema alternativo ao ERP (SaaS - software como serviço, ferramentas open source e diversas aplicações desenvolvidas internamente)?

Provavelmente ou definitivamente não cogitariam migrar para um modelo ERP alternativo (54%);

Provavelmente ou definitivamente cogitariam experimentar algo novo (35%);

Utilizam modelos de ERP alternativos (9%).
Pesquisa da CIO Magazine
Quais os maiores desafios com sistemas ERP ?

Integração complexa de sistemas (39%);
Falta de customização em torno de estratégias de negócio específicas (38%) ;
Alto custo de propriedade (36%);
Dificuldade de acessar ou extrair informação útil (32%);
Sistemas não intuitivos ou de manuseio difícil (31%).
Pesquisa da CIO Magazine
Quais fornecedores de ERP suportam as empresas pesquisadas?

Oracle (20%);
SAP (14%);
PeopleSoft (14%), pertencente à Oracle;
Microsoft Dynamics (11%);
Infor (10%);
JD Edwards (8%), também da Oracle;
Lawson (6%);
Sage Group (5%);
QAD (2%).
Pesquisa da CIO Magazine
Em quais áreas do negócio o ERP funciona melhor?

Finanças (70%);
Processamento de pedidos, gerenciamento de fornecedores (42%);
Gerenciamento de estoque (33%);
Gerenciamento de RH ou folha de pagamento (26%).
Pesquisa da CIO Magazine
Quais os principais módulos utilizados?

Contabilidade e finanças (96%);
Processamento de pedidos e gerenciamento de fornecedores (78%);
Gerenciamento de estoque (64%);
Gerenciamento de RH e folha de pagamento (55%).
Pesquisa da CIO Magazine
Vantagens:

Eliminar o uso de interfaces manuais;
Reduzir custos;
Otimizar o fluxo da informação e a confiabilidade da mesma dentro da organização (eficiência);
Otimizar o processo de tomada de decisão;
Eliminar a redundância de atividades;
Reduzir os tempos de resposta;
Reduz as incertezas.
Vantagens e Desvantagens
Os ERPs são sistemas transacionais focados no nível operacional;

Não oferecem produtos que otimizem a capacidade analítica para suportar decisões de planejamento:

Um sistema ERP pode informar qual o nível de estoque atual de um produto em determinado depósito, mas não mostram qual montante de estoque é necessário para se atingir um determinado nível de serviço.

Em contraste com os ERPs, as ferramentas analíticas, por meio de sofisticados algoritmos e otimizações.
O que é ERP?

Baseada na palestra de abertura da COMPUTEC e Pesquisa CIO Magazine 2013
Sistemas ERP
na Atualidade
Qual a vantagem competitiva esperada com a implantação do ERP?

Eficiência operacional (76%);
Suporte a negócio global (12%);
Crescimento (5%);
Redução do custo de TI (4%);
Pesquisa da CIO Magazine
A intenção da pesquisa foi conhecer os pacotes (ERP) que estas empresas estavam usando, ou seja:
Quais eram seus fornecedores?
Em que áreas (manutenção, upgrades, licenças) as empresas estavam gastando mais dinheiro?
Quanta inovação bem sucedida estes fornecedores estavam implementando?
Quais eram os desafios mais persistentes?
Modelos ERP alternativos estavam sendo avaliados?
Pesquisa da CIO Magazine
Algumas das desvantagens da implementação de um ERP:
A utilização do ERP por si só não torna uma empresa verdadeiramente integrada;
Altos custos que muitas vezes não comprovam a relação custo/benefício;
Dependência do fornecedor do pacote;
Torna os módulos dependentes uns dos outros;
Excesso de controle sobre as pessoas, o que aumenta a resistência à mudança e pode gerar desmotivação por parte dos funcionários.
Vantagens e Desvantagens
Segundo uma pesquisa Chaos e Unfinished Voyages (1995) os principais fatores críticos de sucesso para um projeto de implantação de um ERP são (COLANGELO FILHO, 2001):
O que é ERP?
Segundo a Pesquisa de Informática da Fundação Getúlio Vargas (Maio/2014), o mercado de ERP no Brasil está divido da seguinte forma:
O que é ERP?
Estrutura Típica de um Sistema ERP (DAVENPORT, 1998)
Pode-se dizer, simplificadamente, que os sistemas ERP são compostos por uma base de dados central e um conjunto de módulos aplicativos.
O que é ERP?
Enterprise Resource Planning
Definição clara
de necessidades
Envolvimento
do Usuário
Planejamento
adequado
Infraestrutura
adequada
Apoio da
direção
http://eaesp.fgvsp.br/sites/eaesp.fgvsp.br/files/pesqti-gvcia2014ppt.pdf
Pesquisa da CIO Magazine
O que você faria se pudesse re-implementar?

Pesquisa da consultoria alemã IDS Scheer realizada entre 500 executivos de multinacionais.
Trabalhos
1
2
3
4
5
6
Exercício de Fixação - Vantagem Estratégica - SI

Em grupo, considerando as cinco estratégias competitivas estudadas, pesquise exemplos do mercado de saúde que apliquem estas estratégias.

Selecione um exemplo e faça um breve descritivo contendo:

- Nome da Empresa
- Principal atuação;
- Características do mercado;
- Concorrentes;
- Clientes;
- Fornecedores principais;
- Estratégias identificadas para alcançar vantagem competitiva.

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
Exercício de Fixação – Tipos de SIGS.

Em grupo, considerando a disciplina estudada, enumere 5 exemplos de SIGS aplicados em sua instituição.

Descreva

- Nome do SIGS;
- Principal funcionalidade;
- Vantagens e desvantagens em sua utilização.
- Possíveis problemas e propostas de melhorias.

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
Exercício de Fixação – Segurança da Informação.

Muitos hospitais, organizações de saúde e órgão governamentais estão transferindo os registros de pacientes médicos do papel para o armazenamento eletrônico por meio de tecnologia de processamento de imagens. Depois de realizarem a transferência, eles podem utilizar tecnologia da web e armazenamento eletrônico para acessar os registros de modo fácil e rápido. Entretanto, implementar um sistema para proteger totalmente a privacidade dos pacientes poderia custar muito caro ou tornar mais lento o acesso autorizado aos registros.

Que tipo de politica os gestores de saúde poderiam adotar nessa situação?

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
O papel estratégico dos sistemas de informação envolve utilizar tecnologia da informação para desenvolver produtos, serviços e capacidades que confiram a uma empresa vantagens estratégicas sobre forças competitivas que ela enfrenta no mercado.
Vantagem Competitiva
Modelo das 5 Forças de Porter
1
Exercício de Fixação - Vantagem Estratégica - SI
Em grupo, considerando as cinco estratégias competitivas estudadas, pesquise exemplos do mercado de saúde que apliquem estas estratégias.

Selecione um exemplo e faça um breve descritivo contendo:

- Nome da Empresa
- Principal atuação;
- Características do mercado;
- Concorrentes;
- Clientes;
- Fornecedores principais;
- Estratégias identificadas para alcançar vantagem competitiva.

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
Estratégia de Liderança
em Custo
Estratégia
de Diferenciação
Estratégia
de Inovação
Estratégia
de Crescimento
Estratégia de Aliança
As empresas podem contrabalancear as ameaças das forças competitivas implementando cinco estratégias competitivas básicas
1. Sistemas de registro eletrônico de saúde (RES), para banco de dados clínicos e de prontuário eletrônico de pacientes (PEP)
2. Sistemas para a informatização de consultórios, clínicas, hospitais e outras instituições de saúde;
3.Sistemas de apoio à tomada de decisão clínica, como os aplicativos de cálculo, auxílio ao diagnóstico, prognóstico e terapia
4. Sistemas de gestão da atenção à saúde, como, por exemplo, para internação domiciliar e monitoração de pacientes crônicos
5. Sistemas de gestão do fluxo de pacientes, incluindo acesso, regulação, controle e referência dos serviços de saúde
6. Sistemas de processamento digital de sinais e imagens
13. Sistemas de apoio à gestão de negócios, gestão administrativa, financeira e de logística
8. Sistemas de automação de laboratórios clínicos, incluindo a conexão direta a equipamentos de análise
11. Sistemas de apoio à vigilância de saúde, notificação compulsória e campanhas preventivas
9. Sistemas de telessaúde e telemedicina para apoio à distância ao diagnostico, ensino, terapia e monitoração, entre outros
10. Tecnologias baseadas na internet e na Web 1.0 e 2.0, de acesso interativo a informações e serviços, tanto por pacientes quanto por profissionais de saúde, tais como redes sociais, sites e blogs
7. Sistemas de armazenamento, transmissão e visualização de imagens digitais em rede (PACS)
16. Sistemas de classificação, nomenclaturas, terminologias, codificações e ontologias, para fins de padronização e interoperacionalidade, entre outros
17. Protocolos específicos de comunicação para a transmissão segura e padronizada de dados de saúde;
18. Metodologias de planejamento, engenharia e desenvolvimento de software específico para a área de saúde.
12.Metodologias e sistemas para coleta, armazenamento (data warehousing), tratamento e análise de dados (bioestatística, business intelligence) para informações clínicas, gerenciais e epidemiológicas
14. Sistemas de apoio à pesquisa básica e clínica, análise estatística e gestão de laboratórios científicos
15.Sistemas de apoio à educação em saúde, ensino e treinamento, tais como plataformas de ensino à distância, recursos on-line e multimídia
Exercício de Fixação – Tipos de SIGS.

Em grupo, considerando a disciplina estudada, enumere 5 exemplos de SIGS aplicados em sua instituição.

Descreva

- Nome do SIGS;
- Principal funcionalidade;
- Vantagens e desvantagens em sua utilização.
- Possíveis problemas e propostas de melhorias.

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
A coxinha virou remédio?
Prolifera nos tribunais de todo o país uma nova modalidade de demanda — os processos que exigem do sistema público de saúde o pagamento de dietas especiais para o tratamento de doenças. Ocorre que boa parte deles é questionável. Dos 241 processos da área da saúde que estão em julgamento, quase 10% são de terapias alimentares, no mínimo, esquisitas. Em Minas Gerais, uma dessas ações condenou a Secretaria Estadual de Saúde a pagar — e a entregar em domicílio — uma porção diária de coxinhas ao reclamante que venceu a causa. O juiz se baseou na receita médica anexada aos autos, que apenas indicava a dieta, sem explicá-la, e nâo considerou válido o argumento do advogado da secretaria de que a gordura do quitute, na verdade, prejudicaria a saúde do paciente. A porção custa 500 reais mensais ao governo mineiro. Para o país, a conta com as dietas especiais é indigesta: 30 milhões de reais por ano. 

Quem paga a conta??
“Em um jornalzinho de Araçariguama, município de seis mil habitantes, (...) noticia-se que os araçariguamenses estão felizes porque agora vão poder nascer em Araçariguama, porque acabou de ser inaugurado um hospital municipal de seis leitos. (...) A cidade fica a 10Km de São Roque, a 30Km de São Paulo, ou seja, com todo respeito, os araçariguamenses podem nascer em São Paulo, ou em São Roque e não deixarão de ser araçariguamenses. Assim é muita ineficiência”.
Exame 17/10/2012

Gonzalo Vecina Neto

Debates GVsaúde

"Na saúde não se cortam gastos, mas desperdícios"
Claudio Lottenberg
presidente do Hospital Israelita Albert Einstein

em 2013 foram gerados cerca de
45 milhões de toneladas
de resíduos eletroeletrônicos

o
Brasil
apresenta
a
maior produção

per capita de resíduos eletroeletrônicos

entre os países emergentes

O que podemos fazer para mudar esta realidade?

fonte: UNEP/ONU

índia

santa efigênia/ sp

Brasil, potência digital e ambiental?

“Se algo não mudar com as eleições, calam-se as vozes e levantam-se armas” - Moldavia

Irã

“Eles podem desligar nossos computadores e celulares, mas não desligaram nossas mentes”

Tamer Nabi
Professor primário
Manifestante no Egito


Libia 2.0
Grécia

Pausa para Pensar e refletir

Com o passar do tempo percebemos que a maior revolução no século XXI



é
social
e
moral

“Um dia uma revolução moral, marcará uma nova era da Humanidade”

Filósofo Sócrates
conversações na prisão, momentos antes de tomar Cicuta

Quando teremos uma política clara de inserção à economia criativa do terceiro milênio?

Brasil
Decolou?

Redes sociais, Pessoas conectadas
Modelo Pós-Guttemberg

Era do aprendizado durante
toda a vida

Produção de conteúdo
século XVII

Produção de conteúdo
século XIX

Produção de conteúdo
século XXI

Quadro negro?

Aulas cronometradas

Espaços concretos


Nova sala de aula
“Empresas do século XX, pessoas do século XXI”

“A Primeira revolução da humanidade que não existe um grande líder”

Educação
(Criar interesse através da informação)

O que medir?

“Qual o problema resolveremos?”

“Devemos formular perguntas mais do que ter respostas”


“sai o bando de dados e entra o banco de dados - conhecimento coletivo.”

Rompimento
de modelos?

Qual o Brasil que queremos para o futuro?
ou vice e versa

Qual nosso projeto como nação?

A escola ensinará?

Falhar faz parte do mundo?
O maior risco dos tempos atuais é não correr riscos?

Quando conversará com toda a sociedade?

“Corporações falam uma coisa e fazem outra”

Não existem clientes, consumidores, pacientes.....

Existem pessoas!!!
“Moeda do século XXI é a reputação"
“Sonhar grande ou sonhar pequeno, dá o mesmo trabalho”

“Os próximos 100 anos serão equivalentes a evolução dos últimos 20.000 anos”

Até onde é possível melhorar o estado de saúde de uma determinada população?

Até que idade é possível prolongar a vida de uma forma saudável?

Segundo a Organização Mundial de Saúde, saúde é um estado complexo que depende da interação de inúmeros fatores sociais, econômicos, culturais, ambientais, psicológicos e biológicos. Isso inclui renda, educação, cultura, meio ambiente, entre outros fatores.

Os serviços de saúde têm conseguido promover saúde?

É possível manter certo número de serviços disponíveis sempre que necessário e em todas as localidades?

É possível diminuir o custo dos serviços sem alterar sua qualidade?

Uma nova Tecnologia

É uma prioridade?
Acrescenta valor?
Vale a pena?
Podemos pagar?
Considera e respeita valores individuais e coletivos

Exercício de Fixação – Uso de Mídias Sociais.

Em grupo, considerando a disciplina estudada, descreva 1 exemplo de uso de mídias sociais na área da saúde.

Descreva:

- Instituição;
- Ferramenta Utilizada;
- Finalidade de uso;
- Tipo de Abordagem;
- Vantagens e desvantagens em sua utilização.

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
Exercício de Fixação – Uso de Big Data

Em grupo, considerando a disciplina estudada, descreva 1 possível exemplo de uso de bigdata em sua instituição.

Descreva:

- Finalidade de uso proposta;
- Tipo de Abordagem;
- Vantagens e possiveis desvantagens em sua utilização.

O trabalho deverá ser entregue (vale nota) e será apresentado pelo grupo em sala de aula.
Canal Youtube:
http://www.youtube.com/playlist?list=PLPNm6-3wMORsywKkBQ4H6Pon9WNh-M6nu
Full transcript