Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O periodismo científico do campo da Educação Física

Oficina sobre os periódicos da Educação Física brasileira FEF-UnB
by

Ari Lazzarotti Filho

on 4 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O periodismo científico do campo da Educação Física

O periodismo científico do campo da Educação Física Ari Lazzarotti Filho CONSIDERAÇÕES INICIAIS Revistas Generalistas Revistas temáticas/disciplinares Revistas com corte
de área As revistas de Educação Física no Brasil Hoje Marcos históricos do periodismo na EF brasileira Década de 1930 – Décadas de 1970/1980 Década de 1990 Década de 2000 Revistas com foco na comunicação científicas Diversificação e ampliação com a criação das revistas temáticas e consolidação do sistema Qualis-capes Consolidação: revistas online,formação editorial e busca de indexações/internacionalização Modus operandi das Revistas da EF brasileira Sobre a pesquisa 8 Revistas analisadas: Revista Brasileira de Cineantropometria de Desempenho Humano (RBCDH), Revista Brasileira de Educação Física e Esporte (RBEFE), Revista de Educação Física-UEM (REF-UEM), Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE), Revista Movimento (RM), Revista Pensar a Prática (RPP), Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde (RBAFS) e Revista Licere (RL);
230 artigos;
5931 referências;
Ano 2008;
Analisando: relação com as ciências duras e ciências moles; autoria; tipo de documento referendado; palavras chaves; fator de impacto, vida média. Relação das Revistas com as Ciências duras e com ciências moles Tipo de documento referendado Autoria Observa-se que apenas 19 (8,6%) textos são de autoria individual. Enquanto que as revistas RPP, RM e RL possuem a maior percentagem de artigos com autoria individual (12,5%, 22,5% e 47,6%, respectivamente), os percentuais mais baixos de autoria individual foram observados nas revistas RBEFE (0%), RBCDH (1,9%), REF-UEM (1,9%), RBCE (3,8%) e RBAFS (6,3%). Representação através do grafo gerado pelo softerware NETDRAW Conclusão O campo da Educação Física é cruzado pelos aspectos da natureza e da cultura e a veiculação das revistas segue essa mesma lógica reproduzindo a tônica da dicotomia através de dois modus operandi:

Modus Operandi 1: Revistas que estabelecem relação prioritária com as ciências duras e publicam um elevado número de artigos por ano. São, na maioria, revistas pertencentes ao estrato B2 e seus temas/objetos de pesquisa privilegiam o desempenho humano (aptidão funcional, limiar anaeróbico, treinamento esportivo, entre outros), a atividade física (exercícios, esportes, dança, lutas, jogos, entre outros), os aspectos morfofuncionais (massa corporal, frequência cardíaca, postura, entre outros) e a saúde (estilo de vida, qualidade de vida, entre outros). Além disso, estabelecem uma relação prioritária com referências internacionais e na forma de periódicos, com veiculação por meio de autoria compartilhada com 4 ou mais autores.

Modus Operandi 2: Revistas que estabelecem relação com as ciências moles, publicam menos artigos por ano, estão distribuídas entre os estratos B2 e B3 e seus temas/objetos de pesquisa privilegiam aspectos pedagógicos da Educação Física (pedagogia do esporte, educação física escolar, currículo, formação docente, conteúdos, avaliação, entre outros) e aspectos sócio-culturais (sociologia do esporte, cultura esportiva, entre outros). Além de estabelecerem relação prioritária com referências nacionais, os documentos referendados são prioritariamente livros e capítulos de livros, com veiculação por meio de autoria individual ou com poucos autores. Criada em 1998;
Nos seus primeiros números publicava textos prioritariamente da EF escolar/formação de professores;
Em 2006 começou a ser publicada no formato online dentro da Plataforma SEER;
Em 2008 começou a ser publicada quadrimestral e abre o seu foco de escopo como revista generalista;
Em 2010 deixa de ser publicada no formato impresso. ATORES DA RPP (3400)

1. Editor Chefe (s) –
2. Editores temáticos;
3. Conselho editorial;
4. Avaliadores ad hoc
5. Autores
6. Leitores CONSIDERAÇÕES SOBRE A EDITORIA CIENTÍFICA

A Editoria científica é uma atividade complexa e exige muita deditação - necessidade da sua valorização e investimento na formação constante da equipe editorial;
O custo para manter uma revista é alto e o financiamento é escaço-busca constante de financiamento e a possibilidade de cobrança para a publicação devem ser avaliados;
O tempo da universidade e o tempo da revista são distintos - a revista deve garantir autonomia financeira e editorial;
Metas para garantir que a publicação aconteça o mais rápido possível devem ser perseguidas;
Busca constante de novos indexadores;
Ampliação para trimestral e aumento da quantidade de artigos por ano; AVALIAÇÃO E INDEXAÇÃO

Indexação
2006 - SportDiscus;
2010 - Lilacs;

Qualis:
2006 - C
2009 - B3
2011 - B2 Revista Pensar a Prática 3 -O Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER); O Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) é um software desenvolvido para a construção e gestão de publicações periódicas eletrônicas. Esta ferramenta contempla ações essenciais à automação das atividades de editoração de periódicos científicos, baseado no software desenvolvido pelo Public Knowledge Project (Open Journal Systems) da Universidade British Columbia (http://pkp.sfu.ca/ojs/). No campo da Educação Física, o SEER se firmou como uma ferramenta de gestão das suas principais revista, garantindo assim, o acesso a toda a veiculação e talvez um dos quesitos que mais a qualificaram, quando do primeiro curso para editores da área, realizado pelo IBICT durante o I CONBIDE em Brasília/DF no ano de 2006. Atuais revistas brasileiras do campo da Educação Física no SEER:
• Arquivos em Movimento - http://www.eefd.ufrj.br/arquivos
• Brazilian Journal of Biomechanics (Revista Brasileira de Biomecânica) - http://143.107.39.184/ojs/index.php/rbb/index
• Cadernos de Educação Física – Estudos e Reflexões - http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/index
• Conexões - http://polaris.bc.unicamp.br/seer/fef/index.php
• Journal of Exercise and Sport Sciences - http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/jess/
• Movimenta - http://www.nee.ueg.br/seer/index.php/movimenta
• Movimento e Percepção - http://www.unipinhal.edu.br/movimentopercepcao
• Pensar a Prática - http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef
• Revista Brasileira de Ciências do Esporte - http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php
• Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano - http://www.rbcdh-online.ufsc.br/
• Revista de Educação Física da UEM - http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/index
• Revista Motrivivência - http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/index
• Revista Motriz - http://cecemca.rc.unesp.br/ojs/index.php/motriz
• Revista Movimento - http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/index 4 - Indicações gerais para submissões de artigos a periódicos Onde Publicar? Do que trata o meu texto? Com quem quero dialogar? Qual revista é a minha referência? Como avalio a qualidade do meu texto? Qual é o qualis dessa revista e seu histórico? Qual é o foco de escopo da revista? Que tipo de textos a revista publica? O meu texto está adequado, com qualidade, dialoga com a própria produção da revista? A revista tem a periodicidade em dia? Decisão tomada Ler atentamente as orientações para os autores;
Identificar as seções que a revista publica;
Estar atento para a normalização da revista;
Fazer uma boa revisão de língua portuguesa e de normalização. Ari Lazzarotti Filho arilazzarotti@gmail.com Revistas de propagandas e divulgação de práticas,esporte e hábitos higiênicos ASPECTOS HISTÓRICOS DA RPP ASPECTOS MERECEDORES DE ATENÇÃO

Ampla divulgação;
Formação e profissionalização editorial;
Política editorial;
Gestão editorial;
Captação de recursos;
Valorização e investimento na comunicação revista-autores; (...) grande parte dos que "fazem a pós-graduação" também "fazem os periódicos"; grande parte dos que "fazem os periódicos" também "fazem a pós-graduação". Stigger et al (2011) Um campo cruzado pelas ciências moles e duras e necessita que seus problemas sejam superados criativamente;
A prática da pesquisa no campo da Educação Física é recente;
A história e hegemonia de uma forma de conceber ciência advinda centralmente das ciências biológicas tem pautado a política científica brasileira para a EF;
CAPES mais especificamente com os Programas de Pós-graduação;
Recursos e esses estão "disponiveis": CAPES, CNPq, ME, MEC, MS e Agências estaduais como FAPEG. O que faz com que uma revista no Centro Oeste do Brasil, numa universidade periférica, numa faculdade sem Programa de Pós-graduação em Educação Física completar 15 anos de existência com periodicidade ininterrupta e estar entre as "melhores" revistas da Educação Física Brasileira? Temas:
Aspectos históricos do Periodismo em Educação física Brasileiro;
Política Científica para a EF;
A Pensar a Prática Política científica da EF tem uma relação com: Obrigado
Full transcript