Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sociologia da Comunicação, Gabriel Cohn

No description
by

Mayana Rocha Soares

on 19 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sociologia da Comunicação, Gabriel Cohn

Será a partir desses estudos que se desenvolveram os conceitos de massa, público, opinião pública, sociedade de massa, cultura e comunicação de massa.
Sendo assim...
A Sociologia da Comunicação conidera que:
Para pensarmos:
-Seu Felipe, o senhor não acredita que o homem foi à Lua?
- Uai! Tem ilusão pra tudo.
Quem é Gabriel Cohn?
Graduado em Ciências Sociais pela FFLCH/Universidade de São Paulo (1964), Mestre em Ciências Sociais (Sociologia), FFLCH/USP (1967) e doutor em Sociologia, FFLCH/USP (1971); LIvre-docente em Sociologia FFLCH/USP (1977); Professor Adjunto pela FFLCH/USP (1982); Professor Titular FFLCH/USP (1985). Professor emérito FFLCH/USP (2011). Foi presidente da Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo (1983-85); presidente da Sociedade Brasileira de Sociologia (1985-87), e presidente da ANPOCS (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (2005-2006). Foi diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras/USP (2006-2008). Foi editor da revista Lua Nova do CEDEC (1991-2003). Aposentou-se em 2008. É atualmente Professor Visitante Sênior na UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo, na Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, pelo Programa Professor Visitante Nacional Sênior da CAPES. Trajetória intelectual: sociologia do desenvolvimento; sociologia da comunicação e cultura; teoria social com ênfase em teoria da ação (Max Weber) e em Teoria Crítica da Sociedade (em especial Adorno). Fonte: Currículo Lattes.
Sociologia da Comunicação, Gabriel Cohn
Sociedade da comunicação
Os meios massivos de comunicação, como o cinema, tem influência no meio social? Ou constitui apenas um meio cult, num mundo globalizado, cuja grande massa não tem acesso à esta arte?
As sociedades modernas nos impuseram uma relação constante e permanente com os meios de comunicação.
"O ser humano que ignora a notícia só passa a existir para a sociedade maior em que vive, no mundo permeado da comunicação, quando essa própria condição o converte em notícia".
A sociologia da comunicação se ocupa com as questões básicas do estudo da comunicação na sociedade, buscando compreender quais os sentidos dos meios de comunicação e suas tecnologias em grande escalas.
Como agem os meios de comunicação no plano coletivo?
Quais os seus efeitos?
O que significa "público" e "massa"?
Como a organização e o modo de agir desses meios se relacionam com tipos diversos de sociedades?
Sistemas
simbólicos
Sistemas
sociais
Sociedade Contemporânea
Altamente complexa e industrializada
Produção e consumo: dimensão cultural
Compreende-se a comunicação, como fruto das ciências sociais, cuja função é realizar uma ciência geral dos sistemas de signos: a semiótica (ou semiologia) -nos níveis da sintática, semântica e pragmática.
Algumas teorias sociológicas
Etnometodologia - Garfinkel
Interacionismo simbólico - George Mead
toda comunicação/linguagem está repleta de significado e ideologias. Portanto, não existe comunicação neutra.
Todo discurso está repleto de historicidade.
O problema ao abordar temas relativos à teoria da sociologia da comunicação está em compreender os objetos como fruto de diversas interações sociais, simbólicas e históricas.
Full transcript