Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

MATRIZES DO SAMBA

No description
by

Ivan Gonçalves

on 14 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MATRIZES DO SAMBA

MATRIZES DO SAMBA
Um Execelente
Instrumento
de
Marketing
20
Novembro 2015
Dezembro 2015
21
22
27
28
29
04
05
1950
1960
1980-2000
1970
1930
1916
Cota Patrocinio
Cota Máster
Cota

Gold

Contrapartida Beneficios
Cota Plus

Apoio

Cultural

Lei de Incentivo Art.26
Patrocinio Cultural
O apoio à cultura um investimento a médio e longo prazo em divulgação da imagem conceitual que a empresa deseja passar para a sociedade, ou seja, promove o marketing através da publicidade. Também há o benefício do incentivo fiscal em que a iniciativa privada direciona totalmente ou em parte o Imposto de Renda para obras que julguem de importância e de seu interesse. Investir em cultura significa benefícios para os projetos culturais com seus recursos humanos, e a sociedade em geral através da diversidade de manifestações artísticas.

Diante do mercado competitivo atual, nota-se a necessidade das empresas não se limitarem apenas à produção de bens e serviços, bem como as ferramentas associadas com sua eficiência, tais como preço, qualidade e tempo, mas tornarem-se eficazes utilizando-se de recursos culturais disponíveis entre seu público alvo.
“Do ponto de vista da empresa, as principais motivações para a atuação em apoio à arte são:
1– Satisfação em servir à comunidade; 2– Melhora da imagem institucional na comunidade; 3 – Promoção de cultura; 4 – Obtenção de benefícios comerciais;
5 – Contribuição à educação em geral;
6 – Melhora do ambiente organizacional”.
O samba é um gênero musical, do qual deriva de um tipo de dança, de raízes africanas, surgido no Brasil e considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras.

Dentre suas características originais, possui uma forma na qual a dança é acompanhada por pequenas frases melódicas e refrões de criação anônima, alicerces do samba de roda nascido no Recôncavo Baiano.

Embora houvesse variadas formas de samba no Brasil (não apenas na Bahia, como também no Maranhão, em Minas Gerais, em Pernambuco e em São Paulo), sob a forma de diversos ritmos e danças populares regionais que se originaram do batuque, o samba como gênero musical é entendido como uma expressão musical urbana do Rio de Janeiro, então capital do Brasil Imperial, onde chegou durante a segunda metade do século XIX levado por negros oriundos do sertão baiano.



Plano de Divulgação/Comunicação
Democratização Cultural

Números do Projeto
Considerações Finais
Reduto em prol revitalização do samba 1979 - lançamento do clube do samba. Grandes nomes passaram a vender expressiva quantidade de Discos tornando o samba o ritmo mais consumido do Brasil
Também misturava o samba com ritmos norte-americanos como o jazz. O sambalanço foi muito tocado em bailes suburbanos das décadas de 1960, 1970 e 1980. Este estilo projetou artistas como Bebeto, Bedeu, Copa 7, Djalma Ferreira, Os Devaneios, Dhema, Ed Lincoln e Seu Conjunto, Elza Soares, Grupo Joni Mazza, Luis Antonio, Luís Bandeira, Luiz Wagner, Miltinho, entre outros.
Samba-rock é um tipo dança que surgiu da criatividade dos frequentadores dos bailes em casas de família e salões da periferia de São Paulo no final da década de 60 começo da década de 70 mesclando se os movimentos do rock and roll hoje rockabilly com os passos do Samba de gafieira ao som das equipes a despeito deste ou daquele ritmo importando tão somente o tempo da música em relação à dança.
Bebeto, Wando,
Jorge Bem, Branca di Neve...
Clara Nunes, Beth Carvalho,Alcione conhecidas popularmente como trio ABC - campeãs de vendagem 1980 e grande destaque no cenário nacional
Apresentação
Será realizado um grande encontro com grandes nomes do Samba a ser realizado em São Paulo com 8 apresentações e um público estimado de mais de 240 mil pessoas. O projeto tem por objetivo celebrar um dos ritmos mais autentico do Brasil.
Objetivos
Justificativa
A cultura brasileira e, logicamente, a rica música que se faz e consome no país estruturam-se a partir de duas básicas matrizes africanas, provenientes das civilizações conguesa e iorubana. A primeira sustenta a espinha dorsal dessa música, que tem no samba sua face mais exposta.A segunda molda, principalmente, a música religiosa afro-brasileira e os estilos dela decorrentes.Entretanto, embora de africanidade tão expressiva, a música popular brasileira, hoje, ao contrário da afro-cubana, por exemplo, distancia-se cada vez mais dessas matrizes. E caminha para uma globalização tristemente enfraquecedora.“Há tempos percebemos o enfraquecimento das raízes do samba. A massificação deu ao samba um formato que está distante dos principais elementos que compõe suas matrizes. Não é uma proposta de engessamento ou saudosismo.O samba é vivo, dinâmico. Nossa intenção é de valorizar e preservar as matrizes do samba.O samba ao longo dos anos tem se apresentado com muitas variantes rítmicas. Dentre as mais conhecidas, destacamos, o samba-de-breque, samba-exaltação, samba-de-terreiro, samba-enredo, sambalanço, samba-de-quadra, sambalada, samba-chulado, samba-raiado, samba-coco, samba-choro, samba-canção, samba-batido, samba-de-partido-alto e samba de gafieira. Acreditamos que a música popular brasileira, de raízes tão acentuadamente africanas, seja vítima de um processo de desafricanização ainda em curso. Promover e dispertar o interesse pela nossa arte, cultura, rituais, memorias ancestrais é legitimar em forma definitiva o processo de preservação culto a mémoria e o saber.
Portfólio
TRAJETÓRIA– Lançamento do CD de Messias Messina 2007 a 2008.
CANTOS DUM BRASIL– O projeto idealizado para divulgar novos talentos
2008 a 2009.·. 1º Edição com Participações de Marcelo Oliveira e Bruna Mendes.
ENERGIA POSITIVA–Lançamento do CD Carlos Fernandez 2009 a 2010. Projetos Internantes – 2010 /2012 – Estação MPB, Poetas do Asfalto, Virado à Paulista, Cantos Dum Brasil.
Prestação de serviço/ shows e eventos
Evento: Show Bom Jovi/ Rush – Local: Estádio do Morumbi.
Evento: Pocket Show – Garfield em Um Show de Aniversário – Shopping Anália Franco
Evento: OSESP / ITAU UNIBANCO – Parque Villa Lobo
Evento: Federação Paulista de Futebol – Barra Funda
Smirnoff “Nightlife Exchange” Projeto, 14 país – 2010 / Vila Leopoldina
Show de Norah Jones – Parque da Independência 2010
Show Jorge e Mateus – Daslu – Dezembro 2010
Exposição fotográfica – O Rock Brasileiro – Galeria do Rock – 2010
Club Atlético Paulistano – Evento Fechado
Hotel Grand Hyatt – Evento Fechado
Espaço Vila Lobos – Evento Fechado
Natal Iluminado – Na Paulista – 2010.
Réveillon na Paulista 2011.
CENFORPE – SBC – Evento sobre saúde
Hotel WTC – Evento Fechado
Show do Eminem no Brasil – Grand Prix no
primeiro festival F1 Rocks 2011.
Banco Santander – Evento em diversas
unidades – Dezembro 2011.
Preservar e promover a cultura popular brasileira;
Promover o intercâmbio;
Mobilizar a mídia, artistas e jovens consumidores das tradições do Samba;
Promover ações sociais de grande repercussão nacional contra a "violência";
Apoiar ações e projetos sociais, educacionais,esporte e meio ambiente.
Enquadrado no art. 26 com aprovação do Minc, autoriza às pessoas físicas a
dedução de 80% do valor das
doações e 60% dos patrocínios,
sendo o percentual autorizado
às pessoas jurídicas de
40% do valor das doações
e 30% dos patrocínios.
com opção de abater
em despesas
operacionais
* Mídia Impressa (1 e 1/2 pag. De jornal)
* Mídia Impressa (1 e 1/2 pag. De Revista)
* Mídia eletrônica (100.000 impressões de banner rotativo)
* Mídia Digital (200 inserções durante 30 dias)
* Mídia radiofônica ( 150 inserções spot rotativo durante 30 dias)
* Mídia Televisiva ( 30 inserções durante 20 dias)
* Cartazes (200 unidades)
* Outdoors (35 unidades)
* Programa "Revista Customizada" (240.000 unidades) Patrocinio exclusivo na capa
* Filipetas (100.000 unidades)
* Estandartes / Banners ( 08 unidades)
* Assessoria de imprensa
Os números que transformam Matrizes do Samba em um negócio bem sucedido da industria de entretenimento nacional.
TV Globo - Regional - Sudeste,Sul, Centro Oeste e Nordeste (
RJ/MG/SP/BA/PR/CE/DF
) - coberta pelo sinal da Globo que atinge 3.155 municípios do Brasil,Total de Impacto de telespectadores 117.872.863 mensal.
Mídia Televisiva
A
Rádio
, chamada
Rádio
XXXX
, tendo como maior parte dos seus ouvintes os jovens justamente pelo fato de tocar musicas do gênero pop. Público consumidor
16 a 45
classes B,
C e D
. Cobertura direta e . audiência por minuto em São Paulo
134.031,05
posição
XX
lugares
totalizam mais de
XX
milhões de ouvintes mês
.
Mídia Radiofônica
ELEMÍDIA
- Elemidia chegou ao mercado com a missão de transformar os elevadores em um novo veículo de mídia de massa, com alto de poder de segmentação. Presente em mais de
80 cidades
em
20 estados
Brasileiros, além de Buenos Aires, a Elemidia se tornou a maior operadora de mídia digital out of home da América Latina. A empresa possui hoje mais de
10.000 monitores em operação
, com audiência de mais de
20 milhões de pessoas impactadas por semana
.
Mídia Digital
Jornal Metrô
(SP, RJ, PR, DF e BH) distribuição gratuitas -
493 mi
l leitores,
1,7 milhões de leitores semanai
s no Brasil e
436 mil
exclusivo. Target
B, C e D

Jornal Folha de São Paulo
- Distribuição Nacioanal - tiragem Dom
318.872,
dias úteis
293,466
Classe
A, B e C
-
Perfil dos 2.013.000 leitores
da Folha de S.Paulo - Nacional
Midía Impressa
Outdoors (Outdoor Simples ) Mídia Exterior em SP ( ABC ,Guarulhos ) RJ , MG, Paraná, Bahia,Ceará.
Distribuição em locais estratégico, aeroportos , estradas e
avenidas Target 21 a 39 a Classe A,B e C
Mídia Exterior
Guia UOL, disponível na web e em aplicativo mobile, traz informação sobre a agenda cultural e serviços para São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba. Usuarios únicos 630,4 mil mês, páginas visitadas 2,4 milhões mês, Classe Social AB.
Mídia Eletrônica
Revista Veja
(SP, RJ,BH e DF) - 10 milhões de leitores mensais - Público A ,B e C - circulação 1.029.081, Tiragen nacional 1.181.701, outros (assinates e avulso 10.29081 internet e impresso) Fonte: IVC mai/13 - IVC out/13 - Leitores 9.344.361/Fonte: Projeção Brasil de Leitores jul/12 à jun/13.
Mídia Impressa
Ingressos a preços populares R$ 60,00 e R$ 30,00
para estudantes, aposentados.
10% ingressos disponíveis
para escolas públicas
ou instituições carentes,
em todas as
apresentações.
* Grandes atrações
* Campanha Social
* Campanha para projeto
* Campanha de reforço de venda
* Coquitel de Lançamento
* Exposição
* Promo Video " exibição em salas de cinemas"
* Campanha de sorteio
Plano de Comunicação
*240 mil expectadores;
* 8 apresentações;
* 950 empregos diretos ;
* 695 empregos indiretos "colaboradores e parceiros"
* 3.840 horas de shows;
* 48 grandes nomes do Samba;
*R$ 1.500.000,00 Divulgação/Comercialização;
*9,5 milhões de telespectadores (TV e Internet) consumidores diretos;
* 15 Produtos licenciados;
*Mais de 400 artigos , notícias ,reportagens com tema
Matrizes do Samba; "Preservar e Promover"
*3 meses antes do evento, comunicação integrada.
VALORES DA MARCA "Matrizes do Samba "
Fatores de sucesso
O fator de a música estar presente no dia – a – dia de todas as pessoas e de uma forma mais intensa nos jovens,
que não vivem sem música e que constantemente
procuram música nova para partilhar e para
alimentar as suas conversas sobre o tema, e o
fator dos valores transmitidos pelos eventos
de música é cada vez mais presente em
uma sociedade conectada e
bem informada.
Ação de Marketing

Declare seu amor ao Samba
Eu sou a voz do Brasil, eu sou o Samba
ANUNCIO DO METRÔ
Painel de trem - 0,41 m x 0,61 m - Impressão em offset com laminação (papel duplex 250 gr) ou impressão digital com laminação (vinil adesivo). 20 unidades.

Painel Super - 2,16 m x 1,07 m - Impressão digital em vinil adesivo aplicado sobre placa Duraplac branca fosca de 2,175 m X 1,09 X 3 mm. 04 unidades.
Redes Sociais a meta é atrair mais 6,5 milhões de pessoas , mobilizadas por promoções, divulgação de produtos e serviços dos patrocinadores.
LINKS PATROCINADOS
Veiculação de anúncios no Google Adwords, Facebook Marketing e outras redes de publicidade, para divulgar informações sobre o festival e ações promocionais dos patrocinadores.

1970
-
_
1920
-
1980
Patrimônio Imaterial
O Samba de Roda, no Recôncavo Baiano, designa uma mistura de música, dança, poesia e festa. Presente em todo o estado da Bahia, o samba é praticado principalmente, na região do Recôncavo. Mas o ritmo se espalhou por várias partes do país, sobretudo Pernambuco e Rio de Janeiro.

O Rio de Janeiro, já na sua condição de Distrito Federal, se tornou conhecido como a capital mundial do samba brasileiro, porque foi nesta cidade onde o samba evoluiu, adquiriu sua diversidade artística e estabeleceu, na zona urbana, como um movimento de inegável valor social, como um meio dos negros enfrentarem a perseguição policial e a rejeição social, que via nas manifestações culturais negras uma suposta violação dos valores morais, atribuindo a elas desde a simples algazarra até a supostos rituais demoníacos, imagem distorcida que os racistas atribuíram ao candomblé, que na verdade era a expressão religiosa dos povos negros, de inegável importância para seu povo.

Embora houvesse variadas formas de samba no Brasil (não apenas na Bahia, como também no Maranhão, em Minas Gerais, em Pernambuco e em São Paulo), sob a forma de diversos ritmos e danças populares regionais que se originaram do batuque, o samba como gênero musical é entendido como uma expressão musical urbana do Rio de Janeiro, então capital do Brasil Imperial, onde chegou durante a segunda metade do século XIX levado por negros oriundos do sertão baiano.
Com a modernização e urbanização do samba, vieram então vários nomes. Em 1916, veio o primeiro samba gravado em disco, Pelo Telefone, pelo cantor e compositor Donga, e, ao longo do tempo, vieram outros cantores e autores de sambas. A partir de então, esse estilo de samba urbano surgido no Rio começou a ser propagado pelo país e, na década de 1930, foi alçado da condição "local" à símbolo da identidade nacional brasileira. Inicialmente, foi um samba associado ao carnaval e posteriormente adquirindo um lugar próprio no mercado musical. Surgiram muitos compositores como Heitor dos Prazeres, João da Baiana, Pixinguinha, Cartola, Nelson Cavaquinho,Ataulfo Alves, Noel Rosa e Sinhô entre tantos outros.
os ritmos derivativos do samba, o mais controverso foi o da Bossa Nova, na década de 1950. Lançada por artistas como Antônio Carlos Jobim e João Gilberto (este, baiano de Juazeiro, o inventor do ritmo tocado no violão), a Bossa Nova é acusada pelo historiador da música brasileira, José Ramos Tinhorão, de ter se distanciado da evolução natural do samba e se limitar apenas a aproveitar parte de seu ritmo para juntá-lo à influência do jazz e dos standards (a música popular cinematográfica de Hollywood, cujo maior ídolo foi Frank Sinatra). Os defensores da Bossa Nova, no entanto, embora reconheçam que o ritmo pouco tenha a ver com a realidade das favelas cariocas (por sinal, removidas dos principais bairros da Zona Sul pelos governos estaduais nos anos 50 e 60), no entanto afirmam que a BN contribuiu inegavelmente para o enriquecimento da música brasileira e para o reconhecimento do samba no exterior.
Movimento da Bossa Nova

Expoentes do Samba poetico de harmonia sofisticada
Nascido no final da década anterior, por meio das rodas de samba que um grupo de cantores e compositores faziam embaixo da tamarineira da quadra do Bloco Carnavalesco Cacique de Ramos, o pagode era um samba renovado, que utilizava novos instrumentos que davam uma sonoridade peculiar àquele grupo, como o banjo com braço de cavaquinho (criado por Almir Guineto) e o tantã (criado por Sereno), e uma linguagem mais popular.

Pontuado pelo banjo e pelo tantã, o pagode seria uma resposta ao ocaso do samba no início dos anos oitenta, que teria obrigado os seus seguidores a se reunirem em fundos de quintal para mostrar suas novas composições diante de uma platéia de vizinhos. Este ramal do samba, movido a partido-alto, revelaria inicialmente nomes como Almir Guineto, Jorge Aragão, Jovelina Pérola Negra e Zeca Pagodinho (o único que se firmaria ao fim da onda inicial) - além do Grupo Fundo de Quintal, que revelaria ainda a dupla Arlindo Cruz e Sombrinha. Também partideiro, da década anterior, Bezerra da Silva emplacaria seus chamados "sambandidos", canções com enredos que documentavam a guerra civil da sociedade partida.

A partir do ano 2000, surgiram alguns artistas que buscavam se reaproximar do samba mais vinculado à estilo consolidado nos morros cariocas, muitas vezes chamado "samba de raiz". Foram os casos de Marquinhos de Oswaldo Cruz, Teresa Cristina e Grupo Semente, entre outros, que contribuíram para a reabilitação da região da Lapa, no Rio de Janeiro.

Em São Paulo, o grupo Quinteto em Branco e Preto desenvolve o evento (no bairro de Santo Amaro) "Samba da Vela" - no qual seus participantes só cantam sambas inéditos de compositores desconhecidos da indústria musical. Isso tudo contribuiu para atrair vários artistas do Rio de Janeiro que, além de shows, fixaram residência em bairros da capital, como São Mateus. Já grupos como o Funk Como Le Gusta e Clube do Balanço deram continuidade aos bailes inspirados na época do sambalanço e do samba-rock.
Movimento do Pagode
No início da década de 1960 foi criado o "Movimento de Revitalização do Samba de Raiz", promovido pelo Centro Popular de Cultura, em parceria com a União Nacional dos Estudantes. Foi o tempo do aparecimento do bar Zicartola, dos espetáculos de samba no Teatro de Arena e no Teatro Santa Rosa e de musicais como "Rosa de Ouro". Produzido por Hermínio Bello de Carvalho, o "Rosa de Ouro" revelou Araci Cortes e Clementina de Jesus.

A década de 1970 marcaria um período de revalorização do samba, com a projeção comercial de uma nova geração de artistas, como Alcione, Beth Carvalho e Clara Nunes,nota 7 Bezerra da Silva, João Nogueira, Nei Lopes, Roberto Ribeiro e Wilson Moreira, que juntamente com Paulinho da Viola, Martinho da Vila e Elton Medeiros se firmariam como a nova gereção do samba brasileiro, enquanto sambistas da chamada "velha guarda", como Candeia, Cartola e Nelson Cavaquinho, se consagraram com a gravação de seus próprios trabalhos individuais. Como o samba passou a ser novamente muito executado nas emissoras de rádio, muitos destes artistas chegaram até a alcançar os primeiros lugares nas paradas, com grande destaque para sua vertente partido-alto e ao que alguns chamaram como samba-jóia.

Na cidade de São Paulo, Geraldo Filme, um dos principais nomes do samba paulistano - ao lado de Germano Mathias, Osvaldinho da Cuíca, Tobias da Vai-Vai, Aldo Bueno e Adoniran Barbosa, este último já devidamente reconhecido nacionalmente antes de ser relembrado e regravado com mais frequência nos anos setenta. Sambista da Barra Funda, um reduto do samba paulistano, Firme era também freqüentador das rodas de "Tiririca", no Largo da Banana, e montou os espetáculos "Balbina de Yansã" e "Pagodeiros da Paulicéia", em parceria com Plínio Marcos. Em Salvador, compositores como Riachão, Panela, Batatinha, Garrafão e Goiabinha, foram seguidos por Tião Motorista, Chocolate, Nélson Balalô, J. Luna, Edil Pacheco, Ederaldo Gentil, Walmir Lima, Roque Ferreira, Walter Queiroz, Paulinho Boca de Cantor e Nelson Rufino, que mantiveram a tradição dos sambas-de-roda e samba-coco.
Movimento de Revitalização do Samba de tradicional
Target
Público Alvo: 18 a 49
Classe Social: B,C e D
Será realizado um grande encontro com grandes nomes do Samba a ser realizado em São Paulo com 8 apresentações e um público estimado de mais de 240 mil pessoas. O projeto tem por objetivo celebrar um dos ritmos mais autentico do Brasil.
Full transcript