Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Biosfera da Terra

No description
by

Wellington Souza

on 22 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Biosfera da Terra

A Biosfera da Terra
Introdução
Durante os 4,5 bilhões de anos de evolução do Sistema Solar e do planeta terra, várias transformações ocorreram e modificaram profundamente o espaço em que vivemos.
Deserto gelado
Localizado em altas latitudes, além dos círculos polares, ártico e antártico.
Tundra Ártica
Localizada apenas no Hemisfério Norte, próximo ao Círculo Polar Ártico na América, na Europa e na Ásia.
Estepes e pradarias
Ocorre tanto no Hemisfério Norte quanto no Sul, com denominações específicas para cada região: estepes na Eurásia, pradarias na América do Norte e pampa na América do Sul.
(1) Ecossistema e bioma
Os fatores que formam a biosfera atuam de diversas maneiras na terra. A energia solar atinge a superfície do planeta de forma desigual, estabelecendo áreas mais frias e outras mais quentes.
(2) Os biomas e as formações vegetais da Terra
Fatores importantes que definem a distribuição dos biomas pela superfície da terra são o clima e a vegetação.
Floresta boreal
Localizada no Hemisfério Norte, na América, na Europa e na Ásia, em uma faixa ao Sul da Tundra.
Floresta temperada
É típica de áreas de climas temperado.
Com o tempo, a crosta foi se solidificando e, ao mesmo tempo, liberando gases e vapores de água, que formaram a atmosfera, os oceanos e os mares.
Assim, surgiu a biosfera que abriga os seres vivos e as suas relações com a litosfera, hidrosfera e atmosfera, formando um conjunto dinâmico e complexo.
Ecossistemas
: comunidades de organismos vivos (bióticos) e não vivos (abióticos), que interagem entre si e o ambiente no qual vivem.
Biosfera
: é a faixa que engloba o planeta em todas as porções ocupadas pela vida. O coonjunto de ecossistemas formam os biomas.
De acordo com a altitude, a intensidade com que os raios solares atingem a superfície terrestre varia, isto é, as regiões próximas á Linha do Equador são mais quentes e as áreas próximas aos polos são mais frias.
Fatores locais
: Solo, altitude e disponibilidade de água.
Região de baixíssimas temperaturas.
É a formação mais preservada do planeta, em função da dificuldade de fixação humana e da consequente escassez de recursos florestais.
Essa energia recebe pouca energia solar e as temperaturas são bastante baixas, assim como as precipitações.
O solo permanece coberto de gelo durante a maior parte do ano.
Também pode ser chamada de taiga ou floresta de coníferas, formada por árvores de porte médio com baixa diversidade.
As coníferas são árvores como os pinheiros e os ciprestes.
As árvores possuem raízes superficiais nunca maiores que um metro, pois as camadas mais inferiores do solo estão permanentemente congeladas (permafrost).
A principal característica de algumas especíes dessa vegetação é a mudança de cor de suas folhas, que caem durante o outono e voltam a crescer na primavera (floresta caducifólia).
Essa floresta não é densa, mas apresenta grande diversidade de fauna e flora.
As principais espécies vegetais são o carvalho, a nogueira, a castanheira e a faia, entre outras.
As folhas formam uma cobertura no solo, então, decompoem-se, conferindo ao solo fertilidade natural.
As estepes se localizam em áreas de climas temperado, com restrições à umidade, por estarem localizadas em regiões continentais, longe da costa.
Atualmente, as áreas cobertas por pradarias são utilizadas na pecuária, e as plantas nativas são substituídas por outras, que são mais nutritivas para o rebanho.
Floresta pluvial
É classificada como floresta subperenifólia, ou seja, algumas de suas especíes perdem as folhas durante o inverno.
Apresenta grande biodiversidade. Formam três estratos de vegetação.
Em porções do Sul e do Sudeste do Brasil, a araucária é a árvore principal do estrato superior.
De alto valor econômico, a floresta pluvial foi quase toda devastada.
Vegetação Mediterrânea
É assim chamada porque sua classificação original deriva da região banhada pelo mar mediterrâneo, localizado no Sul da Europa e norte do Continente Africano.
A vegetação característica desse clima é composta principalmente de ávores de médio porte e arbustos.
A região mediterrânea da Europa está bastante alterada pela ação da sociedade, tendo em vista que essa área é ocupada há muito tempo pelos seres humanos.
Em grande extensão, a vegetação mediterrânea foi substituída por culturas agrícolas, zonas urbanizadas e industriais.
Desertos
Ocorre em regiões onde a precipitação é consequentemente, a umidade são extremamente baixas, o que impossibilita o desenvolvimento da vegetação de grande porte.
Estima-se que 20% da superfície continental do planeta seja coberta por desertos. Os maiores são o deserto do Saara, na África, e o de Gobi, na Ásia, porém também há desertos na América e na Oceania.
Suas paisagens constituem elementos comuns, como o solo arenoso, com dunas e rochas expostas sujeitas à erosão eólica.
Savanas e cerrados
Paisagens dominadas por gramíneas, podendo apresentar árvores de médio porte e arbustos.
São típicas de regiões onde o clima é caracterizado por uma estação seca bastante longa e uma estação úmida mais curta.
Abragem grandes áreas da África, América do Sul e Austrália, concentradas nas faixas intertropical.
A vegetação da savana é naturalmente adaptada para resistir a grandes períodos de estiagem e ás queimadas naturais que ocorrem anualmente.
Floresta tropical
Ocorre ao longo da linha do Equador, entre trópicos de Câncer, no Hemisfério Norte, e o de Capricórneo, no Hemisfério Sul, na América, na África, na Ásia e na Oceania, por isso recebe o nome de floresta tropical.
É uma região bastante úmida, com temperaturas elevadas e pouca variação no decorrer do ano.
Por mais estranho que possa parecer, o solo das áreas cobertas com floresta tropical é muito pobre, principalmente devido à grande presença de água, que carrega os nutrientes em um processo chamado lixiviação.
Formações semiáridas
Em geral, localiza-se em áreas limitrófes com o bioma do deserto, constituindo faixas de transição.
Apresentam baixos índices de precipitação e, consequentemente, pouca umidade. O que impede o desenvolvimento de uma vegetação exuberante.
Ocorrência de rios intermitentes. Só apresentam fluxo de água durante o curto período de chuvas.
No Brasil, a região do semiárido é comumente chamada de sertão.
O solo é raso e pedrogoso.
Biomas submarinos
A biosfera também engloba a vida existente nos oceanos e mares da Terra, que também já apresentam sinais de intervenção humana.
Ímpactos
: Redução de peixes devido a pesca predatoria, poluição, caça a baleias etc.
As regiões abssais, como são chamados as porções mais profundas dos oceanos, guardam ecossistemas que são completamente isolados da superfície.
Full transcript