Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

FUNDAMENTOS DO DESIGN ORGANIZACIONAL

No description
by

on 8 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of FUNDAMENTOS DO DESIGN ORGANIZACIONAL

Criando Organizações Eficazes

FUNDAMENTOS DO DESIGN ORGANIZACIONAL

Capítulo 1
O autor começa com a apresentação do caso de uma senhora que fabricava vasos cerâmicos no porão de casa, um trabalho de várias etapas e divisões. Com o aumento dos pedidos foi necessária a contratação de novos funcionários. No início ainda se podia trabalhar em um ambiente informal, mas quando os trabalhadores atingiram o número de sete começaram problemas de coordenação. A solução encontrada foi a divisão do trabalho.

O tema central do livro é a união dessas configurações em um número reduzido, os chamados “cinco”. Configurações básicas que vão garantir a eficácia da organização.

Coordenação dos Cinco Mecanismos de Coordenação
Esses mecanismos podem formar um ciclo na empresa saindo do ajustamento mútuo e retornando a ele conforme o trabalho fica mais complexo.

A mistura dos mecanismo de coordenação refletiram na bibliografia administrativa. Até os anos 50 duas escolas dominaram, uma preocupada com a autoridade formal e outra com a padronização.

O caso nos leva a duas exigências fundamentais: Divisão do trabalho em tarefas e coordenação dessas tarefas para a realização do trabalho.

Deve-se selecionar todos os elementos do trabalho, criando um ambiente harmonioso e uma consistência na organização, unindo todos esses elementos se pode formar varias configurações distintas.



Supervisão direta : Uma pessoa passa a ser responsável pelo trabalho de outras, supervisionando e coordenando as ações.
Padronização dos processos de trabalho : Programar ou especificar o conteúdo do trabalho.
Padronização dos resultados de trabalho : Especificar o resultado do trabalho.
Padronização das habilidades do trabalhador : Treinamento de trabalhadores para desempenhar certa função.

Ajustamento mútuo : O controle do trabalho permanece nas mãos dos operários.
Até metade do século XX a estrutura organizacional era um conjunto de relações de trabalhos oficiais e padronizados em um ambiente autoritário e rigoroso.

Mais tarde se observou relacionamentos não oficiais no grupo de trabalho, uma estrutura informal. Se constatou que o ajustamento mútuo era importante mecanismo no ambiente de trabalho.

Surgiu então uma terceira escola denominada “relações humanas”. A terceira escola tinha uma opinião desfavorável as outras duas, dizia que eram más e um perigo para a saúde psicológica do trabalhador.

Entretanto, estudos recentes demonstram que estruturas formais e informais são entrelaçadas e frequentemente indistinguíveis.

Cúpula Estratégica
A cúpula estratégica é encarregada de assegurar que a organização cumpra sua missão de modo eficaz e também que atenda as necessidade dos que a controlam ou que detém poder sobre ela.

A cúpula envolve três conjuntos de obrigação:

Supervisão direta;
Envolve a administração das condições fronteiriças da organização – relações com o meio ambiente;
Relacionam-se ao desenvolvimento da estratégia da organização.

A linha intermediária: é uma hierarquia de autoridade entre o núcleo operacional e a cúpula estratégica.

Tecnoestrutura: encontramos analistas e assessores de apoio que estão a serviço da organização para planejar, controlar trabalhos de outras pessoas.

Componentes da tecnoestrutura: São os analistas envolvidos na adaptação, transformando a organização para enfrentar as mudanças ambientais; os envolvidos no controle, estabilizando e padronizando as atividades da organização.



Os analistas de controle distinguem-se em três:

Analistas de sistemas e métodos; ( engenheiros industriais);

Analistas de planejamento e controle (planejadores de longo prazo);

Analistas pessoal (treinadores e recrutadores).

A Organização em Cinco Partes
Full transcript