Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Estática Fetal

No description
by

Lucilia Falcao

on 24 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Estática Fetal

Estática Fetal Atitude Apresentação Situação transversa Situação longitudinal Unidade IV: Assistência de Enfermagem
no parto normal e pós-parto Tema: Estática Fetal Fundação Edson Queiroz
Universidade de Fortaleza
Curso de Enfermagem
Enfermagem em Saúde da Mulher Prof MSc Lucilia Falcão As relações do feto com a
bacia e com o útero Atitude
Apresentação
Situação
Posição Relação das partes fetais entre si Situação Relação entre o maior eixo da cavidade uterina e o maior eixo fetal O útero mede, na maior de suas dimensões, 30 cm, então o feto, que tem 50 cm de comprimento, precisa se adaptar a essa condição de espaço, flexionando-se. até que o comprimento dele, do lambda ao coccige (eixo longitudinal), fique reduzido a 25 cm. O concepto forma tipo um ovóide (ovôide fetal), com dois pólos: o pólo cefálico e o pólo pélvico (o ultimo sendo maior). Ao conjunto do tronco com os membros, dá-se a denominação de ovóide córmico. ATENÇÃO!
Encontrando-se no estreito superior segmentos fetais, com pequenas partes, não se tem os elementos para caracterização de apresentação, e constituem apenas procidências. a. cefálica
b. pélvica
c. córmica A região fetal que se localiza na área do estreito superior, ocupando-a em seu todo. Que tipos de situação podemos esperar? Situação longitudinal(coincidentes) 99,5% das vezes
Situação transversa (perpendiculares)
Situação oblíqua
Situação inclinada (fase de transição na situação fetal) pode possuir apresentação cefálica ou pélvica O pólo cefálico pode apresentar-se:
- fletido, com o mento próximo a face anterior do tórax = apresentações cefálicas fletidas.
- defletido: afastado em graus diversos de extensão. Apresentações cefálicas defletidas:
1o grau ou bregmáticas
2o grau ou de fronte
3o grau ou apresentação de face O pólo pélvico pode ter a:

- pélvica completa (coxas e pernas estão fletidas)
- pélvica incompleta ou modo de nádegas (coxas fletidas sobre a bacia) neste caso as pernas se acham estendidas sobre a face anterior do tronco. Posição A relação do dorso fetal com o lado direito ou esquerdo materno. - posição esquerda ou 1a posição, quando o dorso fetal se acha voltado para o lado esquerdo materno

- posição direita ou 2* posição, quando o dorso se orienta para o lado direito Referências Biliográficas LOWDERMILK, Deitra Leonard;PERRY, Shannon E;BOBAK, Irene M. O cuidado em enfermagem materna. 5. ed. Porto Alegre: ARTMED, 2002.

REZENDE, Jorge de. Obstetricia fundamental. Colaboração de Carlos Antonio Barbosa Montenegro. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. Situação oblíqua
Designa a situação, apresentação, posição e variedade de posição tendo-se perfeito conhecimento da estática fetal. Emprega-se 2 ou 3 letras:
1ª letra – apresentação
2ª letra – posição
3ª letra – referência da bacia

Nomenclatura obstétrica OEA
ODA
ODP
Full transcript