The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

LEGALIZAÇÃO DA MACONHA NO BRASIL

No description
by

Monica Runke

on 11 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of LEGALIZAÇÃO DA MACONHA NO BRASIL

LEGALIZAÇÃO DA MACONHA NO BRASIL
Introdução
Explicar o que é a maconha
Efeitos
Manifestações sobre a legalização
Que significa 420
Dados da pesquisa realizada pela Agência Senado nos dias 6 de junho à 7 de julho de 2014
Como ficaram os países que já liberaram a droga
Apresentar as principais discussões sobre a droga no Brasil
Contra e a favor da maconha
Manifestações
Às 4h20 do dia 20 de Abril de 2014, usuários de maconha se reuniram em várias cidades dos Estados Unidos, da Europa e do Brasil em um ato para discutir uma nova política para a droga.
O que é a Maconha?
A maconha, cujo nome científico é Cannabis sativa.
A maconha é uma planta herbácea considerada uma droga ilícita
Que pode trazer alguns efeitos negativos e que pode causar dependência.
Sua substância mais “poderosa” é a THC (Tetra-Hidrocanabinol)
Efeitos
Os efeitos, logo após fumar o cigarro de maconha, são (podem ser diferentes dependendo da quantidade de THC):
Instituto Estadual de Educação Visconde de Cairu
Legalização da Maconha no Brasil
Componentes: Mônica, Rafaela, Vanderlei
Componente Curricular: Seminário Integrado
Professor: Airton
Turma: 2º EMD
Por que se reunir a essa hora e por que o número 420 é o símbolo da maconha?
O encontro no 20 de abril, em função do mês 4 e do dia 20 ocorre há varios anos.
Já a origem do 420 remete ao ano de 1971, quando passou a ser usado como uma senha por estudantes de ensino médio de San Rafael, no estado americano da Califórnia
Senha e horário usada quando marcavam para fumar seu baseado)
Dados da pesquisa realizada pela Agência Senado nos dias 6 de junho à 7 de julho de 2014
Grafico: prejudical ou nao à saúde?
Conheça os lugares do mundo onde a maconha é liberada para fins recreativos e medicinais:
Estados Unidos
Espanha
Holanda
Canada
Israel
Uruguai
Portugual
Como estão os países que já legalizaram a Maconha?
Empresários estão investindo alto no comércio legalizado de maconha, nos Estados Unidos, o consumo de pequena quantidade é permitido para maiores de 21 anos – algo em torno de até 30 gramas.

Na Holanda, onde a venda de maconha foi autorizada na prática e sem muito alarde nos anos de 1970. Pode-se comprar a planta em lojas especiais a partir dos 18 anos.

Portugal foi um dos primeiros países a adotar uma polêmica mudança na lei sobre as drogas. Desde 2001, ninguém pode ser preso por usar drogas. Atualmente, a posse de maconha é limitada a 25 gramas de erva.
Na Espanha desde a década de 1990, foram criadas associações sem fins lucrativos para distribuição de maconha e os associados podem retirar aproximadamente 20 gramas por semana. Nesses locais, só podem se cadastrar pessoas maiores de 18 anos.

Canadá foi o primeiro país no mundo a permitir legalmente o uso da maconha para fins medicinais. Os canadenses podem cultivar maconha e consumir a erva se tiverem receita médica e um documento de autorização emitido pelo governo.

A maconha é uma droga ilegal em Israel. No entanto, a utilização terapêutica foi permitida a partir de 1993, de acordo com o Ministério da Saúde. Atualmente, a erva é usada no país para o tratamento de milhares de pessoas que sofrem de doenças como câncer.
Discussões sobre a droga no Brasil
A discussão sobre a legalização da maconha no Brasil já chegou ao Congresso Nacional. Uma sugestão de iniciativa popular apresentada por meio do Portal e-Cidadania do Senado Federal, com 20 mil assinaturas, propõe que o uso da maconha seja regulamentado como o das bebidas alcoólicas e cigarro.
Senadora Ana Rita (PT-ES), designou à relatoria o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que aceitou a demanda e levou o debate para o seu perfil no Facebook. Em nota, Buarque declarou que se sentiu “desafiado” e por isso resolveu levar o debate adiante realizando assembleias para debater a questão da liberação da maconha.
Até o médico e apresentador Drauzio Varella, publica um artigo em que defende a legalização da maconha
"Acho que a maconha deve ser legalizada por outras razões. A principal delas é o fracasso retumbante da política de guerra às drogas", diz ele. “A que levou a famigerada política de guerra às drogas, senão à violência urbana, crime organizado, corrupção generalizada, marginalização dos mais pobres, cadeias abarrotadas e disseminação do consumo?”, questiona.
Drauzio também aponta que os efeitos da maconha à saúde são menos nocivos do que os do cigarro.

Conclusão
Com esse trabalho concluimos que a legalização da maconha aqui no Brasil ainda vai longe, e que o senado e nós brasileiros ainda temos muita duvida sobre essa "droga".
A maconha por alguns médicos é considera um droga e por outros é considerada um remédio que ajuda pessoas com cancêr, então fica essa duvida entre nós.
A maconha é uma forma de remédio ou não?
Full transcript