Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Cuidados de Higiene ao idoso

No description
by Maria Mata on 4 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Cuidados de Higiene ao idoso

Cuidados de Higiene
O banho é a lavagem/limpeza de toda a superfície corporal, de forma a satisfazer as necessidades de higiene e conforto do utente.

O banho no leito, providencia-se quando o doente é totalmente dependente ou quando há uma restrição levante.

Se o Indivíduo for semi-dependente e seja necessário o banho no leito, deve-se providenciar o material e apenas ajudá-lo na higiene.
Banho
Banho no Leito
Este tipo de banho deve ser realizado quando o utente é totalmente dependente de outra pessoa, quando tem dificuldades em movimentar-se, ou quando não é possível proceder ao seu levante. Deve ser efetuado por 2 pessoas (cuidadores) pois dá mais segurança ao utente e evita acidentes e cansaço físico.
OBJETIVOS

• Proporcionar higiene e conforto;
• Estimular a circulação;
• Observar a integridade cutânea e alterações corporais;
• Favorecer a independência do utente.
Não esquecer:
Aproveite o momento do banho para fazer movimentos com o corpo do utente e massagens, para estimular a circulação sanguínea e evitar atrofias musculares. Se perceber manifestações de dor durante a movimentação do utente, informe responsáveis;
Não esquecer:
Providencie um ambiente adequado (cuidado com as “correntes de ar”), promovendo a privacidade do utente;

Utilize lençóis limpos e secos;

Não deixe migalhas de pão, fios de cabelos, etc., nos lençóis da cama;

Não esquecer:
Observe o estado de conservação do colchão e almofadas e providencie a troca dos mesmos quando necessário – informe os responsáveis quando notar alguma alteração;

Não arraste as roupas de cama no chão, nem as sacuda;

Não esquecer:
Ao preparar o banho todas as ações devem ser explicadas ao utente, de forma clara e pausada, passo a passo, devendo sempre incentivá-la e motivá-la para o auto-cuidado;

Tenha sempre em atenção a privacidade do indivíduo.


MATERIAL E EQUIPAMENTO:
• Recipiente com água;

• Roupa para mudar a cama e o utente;

• Toalhas;

• Manápula ou toalhete;

• Luvas;

• Sabão dermoprotetor;
• Tesoura;

• Bacia;

• Pente;

• Arrastadeira;

• Óleo de amêndoas doces ou creme hidratante;

Objetos pessoais;

Carro roupa suja
Banho no leito
com Ajuda Total
Banho no leito
com Ajuda Parcial

• Providenciar a preparação e transporte do material para junto do utente;
• Explicar o procedimento ao utente e pedir a sua colaboração;
COMUNICAÇÃO
• Oferecer a arrastadeira;
• Lavar as mãos;
• Retirar a roupa da cama e almofadas, deixando o utente protegido com o lençol de cima;
• Retirar a roupa do utente (colocar no saco de roupa suja);
• Posicionar o utente em decúbito dorsal, se não contra-indicado;
PROCEDIMENTO
• Fazer os cuidados de higiene à boca;
• Colocar a toalha sob o queixo e lavar o rosto;
• Lavar a face: colocar a toalha sob o pescoço, lavar os olhos com água sem gel de banho, do canto externo do olho para o canto interno, ou seja, da zona mais limpa para a mais suja;
• Lavar a restante cara e enxaguar;
• Lavar o pavilhão auricular (certificar-se que fica bem lavado e seco);
• Lavar os membros superiores, primeiro o membro mais afastado, dando especial atenção à axila e mãos. Pode sempre colocar-se a bacia sobre a cama, de modo a que o utente, possa pôr a mão em imersão na água. Lavar a mão e cortar as unhas se necessário;
• Proceder do mesmo modo para o membro mais próximo;
• Lavar o tórax e abdómen, com especial atenção às pregas o pescoço, umbigo e região infra-mamária. Secar bem. Tenha em atenção à privacidade do utente, tapando as regiões descobertas com a toalha e, após lavadas e secas com o pijama “lavado”;
• Lavar os membros inferiores, começando pelo mais afastado e secá-los.
• Proceder à lavagens dos pés, caso necessário coloque a bacia sobre a a cama (e sobre a toalha), mergulhe os pés e proceda à sua lavagem, dando especial atenção aos espaços interdigitais. Cortar as unhas, se necessário;

Órgãos genitais: Pedir ao utente ou ajudá-lo a fletir os joelhos, colocar a toalha sobre as nádegas no sentido do comprimento a cama, oferecer a manápula ou toalhete ao utente para lavar os órgãos genitais ou lavá-los no caso de o utente não o poder fazer. Secar bem;
• Colocar o utente em decúbito lateral (de costas voltadas para o cuidador), lavar e secar as costas, nádegas e região anal;
• Massajar bem as costas, nádegas e proeminências óssea;
• Enrolar o resguardo e colocar um novo esticado até metade e com a outra metade enrolada, colocar a fralda de forma a quando o utente ficar em decúbito dorsal esta fique bem colocada. Rodar o utente para o outro decúbito lateral, de forma a retirar o resguardo antigo e esticar o lavado.
• Vestir ou ajudar o utente a vestir-se;
• Pentear o cabelo;
• Fazer a cama;
• Reinstalar o utente;
• Providenciar a recolha e lavagem do material;
• Lavar as mãos

Seja sensível e observador aquando do banho ao idoso pois é um momento privilegiado para avaliar alguma necessidade e desenvolver uma relação de confiança.
Fralda
O uso de fraldas descartáveis geriátricas pode ser útil, para as pessoas idosas que apresentam incontinência urinária e/ou fecal.
O uso de fraldas pode causar constrangimento e vergonha para a pessoa idosa.
Não se deve colocar fraldas na pessoa idosa, simplesmente para ter menos trabalho, se a pessoa idosa tem controlo dos esfíncteres o ideal será levá-la, em intervalos regulares, ao WC durante o dia. Durante a noite deve-se avaliar os benefícios de uso da fralda, pensando na facilidade ou dificuldade da pessoa idosa ir até à casa de banho na continuidade do seu sono e na presença do cuidador ou alguém para auxiliá-la;

É o banho geral em que a ajuda do prestador de cuidados é de aproximadamente 50% nos cuidados de higiene e conforto do idoso.
• Colocar o utente em posição adequada à sua situação clínica;

• Colocar o material ao alcance do utente;

• Fazer ou ajudar na higiene oral;
• Calçar luvas de látex, se necessário;

• Ajudar o utente a lavar-se nas áreas em que não for capaz;

• Cortar as unhas, se necessário;

• Massajar as zonas de proeminência óssea com produto adequado ao tipo de pele ao utente;

• Vestir ou ajudar o utente a vestir-se se necessário;

• Pentear ou ajudar o utente a pentear os cabelos;

• Fazer a cama;

• Reinstalar o utente;

• Providenciar a recolha e lavagem do material;

• Lavar as mãos.
PROCEDIMENTO
Banho no WC
É o banho com chuveiro em que a ajuda pode ser total ou parcial nos cuidados de higiene e conforto do idoso, dependendo do seu grau de dependência.
Objetivos
• Proporcionar higiene e conforto;
• Estimular a circulação, a respiração cutânea e o exercício;
• Manter a integridade cutânea;
• Observar a integridade cutânea e alterações corporais;
• Favorecer a independência do utente.

ORIENTAÇÕES GERAIS:
• Verificar as condições ambientais da casa de banho;

• Explicar os procedimentos ao idoso;

• Incentivar a sua independência;

• Respeitar as preferências e privacidade do idoso;

• Não permitir que o idoso se feche na casa de banho;

• Relativamente ao horário, este deveria ir de encontro as preferências do idoso, porém isto nem sempre é possível devido à organização das instituições.

• Vestir o idoso;
• Cortar as unhas se necessário;
• Pentear o cabelo;
• Transportar o utente para a unidade;
• Instalar o utente na cadeira ou na cama;
• Providenciar a recolha e lavagem do material e limpeza da casa de banho;
• Lavar as mãos.

• Providenciar a preparação e transporte do material para a casa de banho;

• Lavar as mãos;

• Explicar o procedimento ao idoso e pedir a sua colaboração;

• Transportar o idoso para a casa de banho;

• Fazer a higiene oral;

• Despir o idoso;

PROCEDIMENTO
Não esquecer as medidas de segurança:

• Tapete antiderrapante
• Barras de apoio para as mãos
• Assento para banheira ou chuveiro

• Ajustar o fluxo e a temperatura da água;
• Calçar luvas de látex;
• Lavar o idoso;
• Observar todo o corpo e características da pele;
• Limpar o idoso;
• Massajar as zonas de proeminências ósseas com produto adequado ao tipo de pele do idoso;
MATERIAL E EQUIPAMENTO:
• Toalhas/Manápulas;
• Pijama/camisa;
• Sabão/Luvas;
• Pente/pasta dentífrica e escova (Objectos de uso pessoal);
•Bacia;
• Óleo de amêndoas doces ou creme hidratante;

Deve-se realizar a troca das fraldas, em intervalos regulares. Todas as vezes que o idoso urinar ou defecar, a fralda deve ser trocada. Nunca deixe fraldas molhadas no corpo por muito tempo, evitando dermatites e feridas na pele;

É necessário realizar uma boa higiene dos genitais e região anal, em todas as trocas de fralda, nem que seja com toalhetes húmidos – secando sempre bem após.

Se a pessoa idosa tiver úlceras por pressão próximas à área genital, observe a integridade dos pensos.

Lembre-se de fechar a fralda de forma que não esteja muito apertada, pois aquando do levante, a pressão na barriga aumenta e pode ser muito desconfortável se a fralda estiver muito apertada;
OBSERVAÇÃO!!!!
Quais as causas mais comuns de dependência?
BANHO
Leito
WC
Ajuda Total
Ajuda Parcial
Ajuda Total
Ajuda Parcial
Trabalho de Grupo
Tempo: 20 minutos

Qual o material necessário ao banho no leito?

Descrever o procedimento.
PREVENÇÃO!!!!
DÚVIDAS????
Maria João Mata junho 2013
See the full transcript