Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A crise portuguesa no século XVII

HISTÓRIA - 8º ANO - 1º BIMESTRE - AULA 1
by Jean Pierre on 2 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A crise portuguesa no século XVII

A crise portuguesa no século XVII Prof. Jean Pierre A economia portuguesa dependia basicamente do comércio vindo das colônias. Mapa das colônias portuguesas Fragilidade da economia portuguesa: Gastos com importação de gênero alimentícios;
Endividamento do Estado para manter a numerosa burocracia;
nobreza parasitária;
falta de trabalhadores qualificados (construtores de navios e artesãos);
concorrência na produção do açúcar (Holanda). Acordos e disputas Durante a União Ibérica (1580-1640), algumas colônias portuguesas foram perdidas com os ataques da Inglaterra e da Holanda. Período em que Portugal teve como governante o Rei Felipe II, da Espanha, que se tornou rei também de Portugal como Felipe I. Por ter ajudado Portugal na luta contra os holandeses, a Inglaterra o obrigou a assinar um contrato em que permitia os navios ingleses negociarem nas colônias portuguesas concorrendo com os comerciantes portugueses. Busca de saídas para a crise Conselho Ultramarino 1642 Ampliar o controle sobre os domínios coloniais com o monopólio de alguns produtos (fumo). Quando somente uma pessoa pode vender um produto. 1649 Companhia Geral de Comércio do Brasil Monopólio do comércio de vinho, azeite, farinha e bacalhau entre o Rio Grande do Norte e o sul da colônia . 1682 Companhia de Comércio do Estado do Maranhão Criada especialmente para abastecer os proprietários locais com escravos africanos. Outras saídas Incentivo às manufaturas em Portugal;
Fundação da Colônia do Sacramento (1680), atual Uruguai para facilitar o acesso à prata;
Estímulo à organização de expedições para descobrir metais e pedras preciosas.
See the full transcript