Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Mooc EaD - 17/10/2013

Dissertação apresentada à Universidade Aberta de Portugal para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação especialidade em Pedagogia do eLearning. Juri:Doutor António Moreira Teixeira, professor auxiliar do Departamento de Educaç
by Rita Albuquerque on 23 January 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mooc EaD - 17/10/2013

O PRIMEIRO MOOC EM LÍNGUA PORTUGUESA:
ANÁLISE CRÍTICA DO SEU MODELO PEDAGÓGICO
Rita de Cássia da Silva Pedroso de Albuquerque
Objetivo Geral
Analisar, desde uma perspectiva crítica, o modelo pedagógico adotado no MOOC EAD, o primeiro MOOC (Massive Open Online Course) em língua portuguesa.
Percurso Metodológico
Entrevista
semiestruturada
fev/13
Entrevista
semiestruturada
fev/13
Observação participante
Out-Dez/12
Seleçao de posts
Dez/12-Mar/13
Questionário - Dez/12
Triangulação metodológica
1. Caracterização do MOOC EaD e seus aspectos inovadores
2. Estratégias pedagógicas e ferramentas
3. Papel do docente
4. Avaliação do MOOC EaD
Rumo à análise crítica

Mooc EaD
Como se pode caracterizar o MOOC EAD?
Quais os aspectos inovadores do MOOC EAD em relação a outros cursos convencionais online?
Qual o papel do docente neste contexto?
Como se processa a gestão da informação no MOOC EAD?
Como acontece a interação, a colaboração e a partilha no MOOC EAD?
Quais os fatores que potenciam ou dificultam a aprendizagem no MOOC EAD?
Qual o papel do docente neste contexto?
Quais os fatores que potenciam ou dificultam a aprendizagem no MOOC EAD?
Enquadrar teoricamente os MOOC no campo da Educação a Distância Online
Analisar a percepção dos participantes face às diferentes estratégias pedagógicas utilizadas no MOOC EAD
Identificar as estratégias pedagógicas e ferramentas usadas
Apontar estratégias pedagógicas e ferramentas usadas que melhor promovem a aprendizagem
Questões de investigação
Objetivos específicos
“A tecnologia marca o ritmo e cria a música, enquanto a pedagogia define os movimentos”
(Anderson & Dron, 2011)
“A pesquisa qualitativa nasceu de uma preocupação de entender o outro” (Denzin & Lincoln, 2006, p. 15)
Educação a Distância (EAD)
Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente. É ensino/aprendizagem onde professores e alunos não estão normalmente juntos, fisicamente, mas podem estar conectados, interligados por tecnologias, principalmente as telemáticas, como a Internet. Mas também podem ser utilizados o correio, o rádio, a televisão, o vídeo, o CD-ROM, o telefone, o fax e tecnologias semelhante.
(Moran, 2002)
>Cognitivisto-behaviorista
>> Aprendizagem como processo de construção de conhecimento individualizado
>>>Teoria de ensino
Gerações EAD
>Socioconstrutivista
>>Aprendizagem como um processo de incorporação de novos conhecimentos a experiência do indivíduo pela mediação
>>>Teoria de aprendizagem
> Conectivista
>> Aprendizagem na era digital
>>>Construção e manutenção de conexões em rede que sejam atuais e flexíveis o sucificente para serem aplicadas a problemas existentes e emergentes
>>>Teoria de conhecimento
Gerações EAD Teorias de aprendizagem
Teoria que considera o conhecimento como algo distribuído numa rede de conexões, na qual a aprendizagem é entendida como a capacidade de as pessoas circularem por essas redes.
(Downes, 2012 )
Conectivismo
“Sistemas de ensino abertos e flexíveis raras vezes trabalham com a educação a distância e sistemas de ensino a distância muitas vezes não são nem flexíveis nem abertos”
Peters (2001)

O conceito aberto tem a ver com uma filosofia educacional de fazer um ensino superior mais acessível do que com a metodologia em si.
Moore & Kearsley (2007)
MOOC
“Quando as pessoas vão pensar o mundo como ele é e não como ele foi?” (Melaré, 2012)
Novos cenários na EAD?
MOOC é um curso aberto participativo e distribuído, idealizado para apoiar a aprendizagem em rede ao longo da vida.
Cormier (2010)
Mooc EaD
“Qual a melhor maneira de enfrentar meu objeto?”
(Bauer & Gaskell, 2002, p. 8)

Questionário
Entrevista
Observação
participativa
Moore & Kearsley (2007)
Moore & Kearsley (2007)
Anderson & Dron (2011)
“A realidade objetiva nunca pode ser captada. Podemos conhecer algo apenas por meio das suas representações”
(Denzin & Lincoln, 2006, p. 15)

1. Caracterização do MOOC EaD e seus aspectos inovadores
(a) pensar na interatividade para um número maior de pessoas
(b) uso de múltiplas plataformas e ferramentas na área educacional e não ficar restrito a uma ambiente de aprendizagem virtual
(c) relizar um MOOC em português como forma de ligar profissionais do Brasil e Portugal para discussão da EaD
(d) realizar um curso a partir de um modelo novo que ainda não tinha sido feito, pelo menos em Língua Portuguesa.
"(...) não tinha sentido a gente estar fazendo o MOOC, uma coisa inovadora, e usar uma ferramenta antiga [versões anteriores do Moodle]"
Entrevistado 1
"O ideal é procurar coisas novas e não sabermos se alguém já fez aquilo, mas achamos que pode funcionar bem"
Entrevistado 2
Dados em cena
2. Estratégicas pedagógicas e ferramentas
O planejamento do MOOC EaD considerou os temas e as ferramentas que os entrevistados gostariam de trabalhar e que se sentiam mais à vontade em abordar em uma situação de aprendizagem.
Tendo em como que era uma experiência, como já disse, principalmente para nós, era para todos, mas muito para nós, não poderíamos fugir muito da nossa área de conforto. Portanto, a questão das teorias de EAD, das ferramentas, da história, das perspectivas futuras, era tudo algo que, ou a mim ou ao João [ENTREVISTADO 1], nos diria algo. Portanto, não está a fugir muito daquilo que nós éramos especialistas.
Entrevistado 2

A página no Facebook; o blog; o Hangout, que está gravado; o Twitter do MOOCEAD, que continua funcionando; e, depois, a Wiki; todas as atividades foram pensadas para que elas tivessem uma sobrevida, para que elas não morressem no evento.
Entrevistado 1
Dados em cena
3. Papel do docente
O que a imagem de curador tem de ruim é que fica muito distante, não é essa ideia que temos, eu e Paulo [ENTREVISTADO 2], no MOOCEAD estávamos participando ativamente. Não apenas colocando o conteúdo.
Entrevistado 1
Gosto de usar o termo facilitador como alguém que facilita a aprendizagem ou que promove a aprendizagem, que ajuda a promover a aprendizagem.
Entrevistado 2
Pré-requisitos básicos do docente – a presença ativa, que afasta o traço negativo da ausência que marca o papel passivo do docente online.
Dados em cena
4. Avaliação do MOOC EaD
Aspectos positivos
Escolha de ferramentas que não fugiram da "zona de conforto"
Seleção de espaços abertos que podem ser usados após o encerramento do curso
Participação de outros profissionais durante o curso
Explorar, de forma adequada, as potencialidades de cada ferramentas.
Aspectos negativos
Confusão metodológica entre os modelos do xMOOC e cMOOC
Sobrecarga de conteúdo "construído" - dificuldade de gestão
Falta de orientação sobre como as informações deveriam ser trabalhadas
Desinformação sobre o perfil dos participantes
Período de realização
Pouco tempo de divulgação
Desafio
Encontrar o equilíbrio dos recursos de forma com que os alunos não se sintam perdidos.
Balanço
Ferramentas que possuem caráter mais de partilha, bem como recursos como vídeos e sessões síncronas, nos quais os participantes ainda assumem uma posição de “consumistas” de conteúdo, parecem que são mais “aceitas” em situações de aprendizagem do que ferramentas que possuem um caráter mais colaborativo, talvez por exigir um maior tempo para construção do conteúdo.
Dados em cena
"A melhor maneira de predizer o futuro é criá-lo."
Peter Drucker
Considerações finais
Os resultados obtidos revelam que:
o MOOC EaD constituiu um espaço favorável para experimentações pedagógicas, bem como, para a aquisição de novos conhecimentos e competências;
a convergência das ferramentas da web 2.0 pode auxiliar no processo de aprendizagem, uma vez que a interação e a colaboração a distância, contribuem para a aprendizagem;
nesse contexto, o papel do docente ainda não está claro;
a aquisição de conhecimento informal ser cada vez mais valorizada e que nem sempre precisa ser validada por uma instituição;
a falta de controle de tempo para uma dedicação ao estudo por parte dos participantes continua a ser uma das barreiras para o aprendizado.
Albuquerque, R. d. (12 de Março de 2013). Infográfico MOOC EaD - O primeiro MOOC em Língua Portuguesa. Fonte: Flickr: http://www.flickr.com/photos/93937817@N07/8552325677/
Anderson, T., & Dron, J. (2011). Three generations of distance education pedagogy. Acesso em 10 de 10 de 2011, disponível em IRRODL - Internacional Review of Research in Open and Distance Learning: http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/890/1663
Cormier, D. (08 de 12 de 2010). What is a MOOC? Acesso em 15 de 10 de 2012, disponível em YouTube:
Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (2006). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. (S. R. Netz, Trad.) Porto Alegre: Artmed.
Downes, S. (23 de Abril de 2012). The Rise of MOOCs. Acesso em 25 de Janeiro de 2013, disponível em Stephen's Web - Stephen Downes: http://www.downes.ca/post/57911
Moran, J. M. (2002). O que é educação a distância. Acesso em 01 de Fevereiro de 2013, disponível em Escola de Comunicação e Arte (ECA USP): http://www.eca.usp.br/moran/dist.htm
Mota, J. (10 de Novembro de 2012). Planeta MOOC: A Educação Online como Plataforma. Acesso em 28 de Março de 2013, disponível em Slide Share: http://www.slideshare.net/josemota/planeta-mooc-a-educao-online-como-plataforma
Moore, M. G., & Kearsley, G. (2007). Educação a Distância - uma Visão Integrada. (R. Galman, Trad.) São Paulo: Thomson Learning.
Peters, O. (2001). Didática do ensino a distância: Experiências e estágio da discussão numa visão internacional. (I. Kayser, Trad.) São Leopoldo, RS: Unisinos.
Silva, D. E. G. (2003). A ética na pesquisa: reflexões sobre metodologia na coleta de dados. In: J. A. Vieira , & D. E. da Silva, In: Práticas de Análise do Discurso. Brasília: Plano Editora. Brasília: Plano.
Referências bibliográficas
Obrigada!
rcalbuquer@gmail.com
(Silva, 2003)
Denzil & Lincoln (2006)
Orientadora Profª. Dra. Lina Morgado
Infográfico Rita de Cássia da S. Pedroso de Albuquerque
Agenda, temas, ferramentas e recursos
Percurso Metodológico
Entrevista
semiestruturada
fev/13
Entrevista
semiestruturada
fev/13
Observação participante
Out-Dez/12
Seleçao de posts
Dez/12-Mar/13
Questionário - Dez/12
Aspectos inovadores
Os resultados alcançados no presente trabalho significam uma forma de contribuição para trabalhos futuros voltados para a aprendizagem em rede.
*Levantamento realizado em 18/02/2013
** Levantamento realizado em 08/01/2013
41 respostas válidas
41 respostas válidas
41 respostas válidas
See the full transcript