Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Chave Fusível Média e Alta Tensão - Centecon 2013

No description
by Wendell Azevedo on 11 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Chave Fusível Média e Alta Tensão - Centecon 2013

Chave Fusível
Média e Alta Tensão

O que é uma Chave Fusível ?
A chave fusível é um equipamento cuja função é proteger os circuitos primários contra sobrecorrentes originadas por sobrecargas, curto-circuitos e dentre outros.
Chave Fusivel :
Objetivos :
* Mostrar o funcionamento de
uma Chave Fusível.
* Principais Características.
* Partes Principais da Chave.
* Aplicações.
* Elo Fusível
* Principais Características do Elo
Fusível.
*Aplicações.
* Fusíveis de Baixa Tensão.
* Especificações.
* Aplicações.
Introdução:
*CHAVE FUSÍVEL:

Destinada à proteção contra sobre correntes de circuitos primários de média e alta tensão.

A chave fusível é um equipamento amplamente utilizado em pequenas subestações de consumidor/concessionária e em redes aéreas de distribuição urbana e rural.

Como o próprio nome indica, um elemento fusível integra o equipamento e é o principal responsável pelas características básicas do seu princípio de funcionamento.

São fabricadas em vários modelos para diferentes níveis de corrente e tensão.
Partes básicas da chave fusível
Um arco elétrico (AO 1945: arco eléctrico) é resultante de uma ruptura dielétrica de um gás a qual produz uma descarga de plasma, similar a uma fagulha instantânea, resultante de um fluxo de corrente em meio normalmente isolante tal como o ar.

Um termo arcaico para ele é arco voltaico como usado na expressão lâmpada de arco voltaico, já o termo popular mais utilizado (errôneamente) é curto-circuito.

O arco ocorre em um espaço preenchido de gás entre dois eletrodos condutivos (freqüentemente feitos de carbono ) e isto resulta em uma temperatura muito alta, capaz de fundir ou vaporizar virtualmente qualquer coisa.

Em uma visão comercial, arcos elétricos são usados para soldagem, corte a plasma, e como uma lâmpada de arco voltaico em projetores de filme e holofotes.

Fornos a arco elétrico são usado para produzir aço e outras substâncias. O Carbureto de cálcio é feito desta forma por requerer um grande aporte de energia para promover uma reação endotérmica (a uma temperatura de 2500 °C).

Arcos elétricos de baixa pressão são usados para iluminação, por exemplo na forma de lâmpadas fluorescente, lâmpadas de vapor mercúrio e sódio, lâmpadas de câmera de flash, monitores de plasma e letreiros de néon. Arcos elétricos indesejáveis podem levar a deterioração de sistemas transmissão de energia elétrica e equipamentos eletrônicos.
Ferramentas de Grande Importancia:
Vara de Manobra
Escada
Luvas de Alta Tensão
Calçados Apropriados
Capacetes
Fibra de vidro, impregnada com resina epoxi de alta resistência mecânica e elétrica,
Proteção dos pés e tornozelos contra escoriações provocadas
por agentes externos, proteção contra queda de objetos pesados e impactos frontais.
É um dispositivo rígido composto por copa, aba frontal, suspensão e jugular. É usado para dar proteção a cabeça ou partes dela, contra impacto, penetração, choque elétrico, respingos de produtos químicos.

Deve ser provido de fendas laterais para acoplamento de protetores auriculares e faciais ter alta resistência à penetração e boa ventilação, de maneira que ofereça conforto ao usuário. Estes capacetes deverão possuir um Selo de Identificação da Conformidade com características definidas pelo INMETRO, de acordo com a Portaria INMETRO nº 73/2006.
A luva de borracha isolante é utilizada na proteção durante as atividades diárias nas áreas de trabalho da rede de distribuição e transmissão de energia elétrica.

As chaves fusíveis foram desenvolvidas apenas para operação sobre tensão e não devem ser operadas em carga, devido à inexistência de um sistema de extinção do arco elétrico que se forma durante a manobra da mesma.

Entretanto, com o auxílio de uma ferramenta específica com especial característica de isolamento e distanciamento do ponto vivo, é possível fazer as manobras propiciando segurança ao operador, pode ser feita a abertura da chave em plena carga, desde que se respeite os limites da ferramenta em referência, também conhecida como load buster.
Prontos para nossa revisão?
Não conduz eletricidade.

Substituível, de alumínio,

degraus antiderrapante e pés de borracha
Wendell Azevedo
(Cabelo)
Alunos
Agradecemos a atenção
de todos
Jesus Te Ama Brother!!!
1- Conector Paralelo - Em Bronze estanhado para cabos de 10 a 120 mm². Para facilidade de conexão permite acomodar até dois condutores de diferentes bitolas. Disponíveis também em outros modelos.

2- Contato Superior - Em cobre eletrolítico prata-prata, mantido sob alta pressão por uma mola de aço inoxidável.

3- Gancho de Abertura Sob Carga - Utilizado para suporte da ferramenta para abertura sob carga e guia do Porta Fusível durante seu fechamento.

4- Tubo Fusível - Fibra vulcanizada recoberta de fibra de vidro e pintado com epóxi de alta resistência aos raios UV.

5- Contatos Inferiores - duplo em cobre eletrolítico prata-prata, mantidos sob alta pressão por molas de material não ferroso.

6- Pinos de Trava - Fabricados em aço inoxidável.

7- Lingueta - Em aço inoxidável que associada a uma mola não permite, principalmente na operação de fechamento, que o elo fusível seja submetido a esforços de tração superiores a 3 Kgf, este mecanismo também proporciona uma expulsão rápida do elo fusível de dentro do porta fusível nas faltas de baixa corrente eliminando possíveis arcos internos.

8- Munhão - Fundido em bronze de alta resistência banhado em prata, auxilia no alinhamento do porta fusível durante seu fechamento.

9- Isolador - Porcelana vitrificada de alta resistência.
Aplicação
Utilizado em chave fusível para proteção de equipamentos e ramais das redes de distribuição.

Desenvolvido para proteção contra sobrecargas e interrupção de correntes de alta intensidade.

O que é um Arco Elétrico?
Elo Fusível
Elo-Fusível é uma peça (fio) facilmente substituível, composta de um elemento fusível, fabricado com liga de estanho ou outro material, que por ocasião de circulação de uma sobre corrente “derrete”, interrompendo o circuito elétrico. Conseguinte, não permitindo que valores acima do normal de fornecimento da energia elétrica passem para as casas dos consumidores, evitando danos nos equipamentos elétricos.

Este dispositivo fica localizado dentro de um tubo de fibra de vidro dotado de revestimento interno, destinados à interrupção do arco elétrico, conhecido popularmente como “canela”. Isto é, quando a “canela desarma” (a chave abre) é devido o elo-fusível que se fundiu.

Para recompor a energização do circuito é necessário eliminar o defeito que provocou a sua “abertura”, seguido com substituição do elo na chave fusível. Para tanto, os eletricistas devem estar preparados para procederem de forma seguras a substituição dos Elos Fusíveis.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS
Correntes Nominais
Os valores padronizados para os elos fusíveis de distribuição são apresentados abaixo.

TABELA 1 - CORRENTES NOMINAIS DOS ELOS FUSÍVEIS

APLICAÇÃO:

Utilizada para proteção de transformadores, banco de capacitores, cabines primárias, linhas e ramais.

Tipos de Elo de Distribuição:
Os elos fusíveis são designados como tipos H e K, conforme indicado a seguir:
TIPO H

Elos fusíveis de alto surto, com alta temporização para correntes elevadas. São considerados de ação lenta, não se fundem em surtos transitórios e não admitem sobrecarga, isto é, a corrente admissível em regime permanente deve ser no máximo igual à corrente nominal do elo. São utilizados exclusivamente para proteção de transformadores, não devendo ser utilizados para proteção de ramais primários. Para este tipo de elo não existe subdivisão entre preferencial e não preferencial.

Tipo H – 0,5A à 5A 11kv à 38kv


TIPO K

Elos fusíveis rápidos com relação de rapidez variando entre 6 (para elo fusível de corrente nominal 6 A) e 8,1 (para elo fusível de corrente nominal 200 A). São considerados de ação rápida. Admitem sobrecarga de 50% do seu valor nominal. São utilizados na proteção de ramais primários de distribuição e transformadores. Divide-se em dois grupos:

a. Preferenciais: 6K; 10K; 15K; 25K; 40K; 65K; 100K; 140K e 200K.
b. Não Preferenciais: 8K; 12K; 20K; 30K; 50K e 80K.


Definição:
Fusíveis
Os fusíveis são dispositivos de proteção simples e econômicos, amplamente utilizados encontrando-se presentes em instalações residenciais, automóveis, equipamentos eletrônicos, máquinas, entre outros.

Os fusíveis se destinam à proteção contra correntes de curto-circuito ou contra sobrecargas de longa duração.
Tipos De Fusíveis:
De modo geral, os fusíveis são classificados segundo as características de desligamento em efeito rápido ou retardados, tensão de alimentação e também referente à corrente nominal.

Existem vários tipos de fusíveis:

Aplicações em equipamentos eletrônicos o mais comum é o fusível em cilindro de vidro.
Para aplicações em instalações elétricas residenciais existem os fusíveis de rolha (obsoletos) e também os de cartucho. Já para aplicações industriais os mais comuns são o NH e o DIAZED, dentre outros.

Os fusíveis de efeito rápido são empregados em circuitos em que não há variação considerável entre a corrente de partida (primeiros instantes em que o circuito é energizado) e a corrente de regime (funcionamento normal após a etapa de partida).
Esses fusíveis são ideais para a proteção de circuitos com semicondutores (diodos e tiristores).

Por sua vez, os fusíveis de efeito retardado são apropriados para uso em circuitos cuja corrente de partida atinge valores muitas vezes superiores ao valor da corrente nominal e em circuitos que estejam sujeitos a sobrecargas de curta duração.

Como exemplo desses circuitos pode-se citar motores elétricos, as cargas indutivas e as cargas capacitivas em geral.


Principais características dos fusíveis DIAZED e NH
• Corrente nominal - corrente máxima que o fusível suporta continuamente sem
interromper o funcionamento do circuito. Esse valor é marcado no corpo de
porcelana do fusível;

• Corrente de curto-circuito - corrente máxima que deve circular no circuito e que deve ser interrompida instantaneamente;

• Capacidade de ruptura (kA) - valor de corrente que o fusível é capaz de interromper com segurança. Não depende da tensão nominal da instalação;

• Tensão nominal - tensão para a qual o fusível foi construído. Os fusíveis normais para baixa tensão são indicados para tensões de serviço de até 500 V em CA e 600
V em CC;

• Resistência elétrica (ou resistência ôhmica) - grandeza elétrica que depende do material e da pressão exercida. A resistência de contato entre a base e o fusível é a responsável por eventuais aquecimentos que podem provocar a queima do fusível;

• Curva de relação Tempo de Fusão X Corrente: curvas que indicam o tempo que o fusível leva para desligar o circuito. Elas são variáveis de acordo com o tempo, com a corrente, e com o tipo de fusível. Dentro dessas curvas, quanto maior for a corrente circulante, menor será o tempo em que o fusível terá que desligar.

Aplicação
Existem vários tipos de aplicações, então escolhemos três fusíveis que acreditamos serem os mais utilizados na baixa tensão para citarmos suas aplicações e especificações.

Aplicações em equipamentos eletrônicos:

Os mais comuns são os fusíveis em cilindro de vidro, (de 5x22mm e de 6.2x32mm) , na faixa de 0,5A 30A.

Aplicações industriais:

Os mais comuns são: NH e DIAZED.
Fusível NH: Possui característica de utilização gl/gG, em cinco
tamanhos (NH000, NH00, NH1, NH2 e NH3) atendem as correntes
nominais de 6 a 1250A.

Limitadores de corrente, possuem elevada capacidade de
interrupção de 120kA em até 500VCA ou 100kA em até 250VCC.

Fusível DIAZED: Possuem categoria de utilização gL / gG (para aplicação geral e com capacidade de interrupção em toda zona tempo-corrente), em três tamanhos (DI, DII e DIII) atendem as correntes nominais de 2 a 100A.

Limitadores de correntes possuem elevadas capacidade de interrupção:
• 2 a 20A - 100kA (até 220VCC)
• 25 a 63A - 70kA (até 500VCA)
• 80 e 100A - 50kA (até 500VCA).


Marcos Vinícios
(Fala Mansa- Soneca, etc.)
Vinícius Vieira
(Bochecha)
See the full transcript