Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Mito 6 - Escrever como se fala? Ou falar como se escreve?

Trabalho Ariadne
by Fernanda Araujo on 6 September 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mito 6 - Escrever como se fala? Ou falar como se escreve?

MITO 6 MITO 6: "O certo é falar assim, porque se escreve assim." COlégio E as pronúncias do Brasil "O certo é falar assim, porque se escreve assim" Autor: Nascido em MG, sempre viveu fora
Sempre se interessou pelo que diz respeito à linguagem humana em todas as suas manifestações.
Se graduou em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).
Professor do Instituto de Letras da Universidade de Brasília (UnB), a partir de 2002
Recebeu, em 88, o IV Prêmio Bienal Nestlé de Literatura pelo livro de contos A Invenção das Horas.
Seu primeiro trabalho na linha de linguistica foi "A língua de Eulália" (novela sociolinguística), publicado pela Ed. Contexto em 1997
A militância de Bagno contra toda forma de exclusão social pela linguagem se tornou mais conhecida depois da publicação do livro Preconceito linguístico, em 99. A língua não é uma coisa morta, mas sim algo falado por pessoas vivas.
Por isso sofre constantes mutações. A escrita é apenas sua parte visível. "Só existe língua se houver seres humanos que a falem” A mitologia do Preconceito Linguistico:
Língua x gramática normativa

A confusão da representação Grupo:
Fernanda Pessanha
Marcello Vasconcelos
Tamara Coimbra I
A lingua Uma forma gramatical que foi mudando conforme a fala: E se a maneira de se escrever mudar??? VIDEO ADNET Aprendizado escolar: supervalorização da forma escrita tradicional x desprezo da falada: Internetês + Celulês Campos:
/Cráudia/
/crubi/
/cadin/ É necessário uma gramática que unifique todo o idioma. Mas que esteja claro que ela pode ter diversas interpretações. Para falar basta ser compreendido!

E assim é em todas as línguas: inglês, chinês, espanhol... Gramática = arte de escrever (grego). - Objetivo de preservar as formas mais corretas e elegantes da língua. Ortografia x fonética Monotongação:

Besouro > Besoro
Ameixa > Amexa
Caixa > caxa
Peixe > Pexe Preconceito Grafocêntrico

Qual x Qua/u/ Conclusão: Marcos Bagno Beijo x bejo
Moleque x muluque
Besouro x bisoro
menino x mininu Expressões desenhadas > modo de falar não expresso com letras. Um mesma coisa pode possuir pronúncias diferentes e nem por isso alguma destas tem de estar errada.
As letras/ a escrita são apenas formas/ símbolos que tentam reproduzir de alguma forma aquilo que falamos. Não precisamos falar conforme grafia da norma gramatical, porém devemos saber que há a forma culta e as formas coloquiais.
Não há jeito certo e errado de falar, mas sim o mais ou menos adequado à situação. Obrigado! Atenção as formas:

/co/ - Acustumar, consigo
/R/ - Amor, fazer, importa,
Sotaque – Você, coração
/S/ - Esquecer, braços,
M –Tempo,
NH – Carinho, Carium
/E/ - Intão A lingua falada é aprendida no dia-a-dia, nos primeiros anos de vida. É instrumento de sobrevivencia, natural. Existe há milhares de anos.

Já a escrita exige exercício, memorizacão
Não emite emoçoes, timbres... Só eclamáção e interrogação
Por isso o uso de parenteses para indicar sentimentos ou sensações. Músicas: Amor Perfeito - Roberto Carlos Amor Perfeito - Bell Marques
See the full transcript