Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Projeto de Pesquisa IFBA 2013

No description
by Luiz Eduardo on 29 July 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Projeto de Pesquisa IFBA 2013

O Modelo de Gestão Orientada para Resultados
8. Fundamentação Teórica



Em 2003, o sistema SEBRAE, dando seguimento a um processo contínuo de transformações, tomou a decisão de implantar a gestão estratégica orientada para resultados. A experiência vivida desde então possibilitou o desenvolvimento e a implantação de uma metodologia (GEOR), que visa alavancar as capacidades do SEBRAE e de seus parceiros no desenvolvimento e na mensuração de benefícios relevantes para a sociedade e para as micro e pequenas empresas.
Nesse contexto nasce o conceito e a metodologia dos PROJETOS GEOR.
Resumo

O modelo de Gestão Estratégica Orientada para Resultados – GEOR.




Os impactos de gestão e os resultados (desempenho) dos projetos finalísticos pós implantação da metodologia GEOR.




O objeto da pesquisa é o principal instrumento do modelo de gestão de projeto:
o projeto orientado para resultados.
1. Tema
Vantagens do Modelo

Nível Estratégico
4. Problema
Considerações Iniciais
O funcionamento real do sistema de planejamento, orçamento e gestão do Sistema focava predominantemente processos internos e não resultados;
A estratégia de atuação real era derivada do orçamento e não o contrário;
O esforço de planejamento e gestão induzia os atores internos a enfatizar a conquista e repasse de recursos internos ao invés da busca por resultados finalísticos;
Havia uma razoável distância entre a formulação e a implementação das estratégias;
Havia evidências de pulverização de esforços e do predomínio de uma visão essencialmente tática e de curto prazo na condução dos seus projetos. Predominava uma lógica de organização focada na oferta de produtos e serviços, ao invés de centrada nas necessidades dos mercados e dos clientes, levando, em muitos casos, à realização de iniciativas paralelas e desarticuladas, com perdas de foco, efetividade e sinergia;
Não havia uma cultura de medição e avaliação sistemáticas da efetividade da instituição, ou seja, da geração de benefícios ou agregação de valor para a sociedade e para os beneficiários diretos das ações finalísticas do Sebrae;
Constatava-se a necessidade urgente de ampliar as competências existentes nos campos do planejamento, do conhecimento do mercado e do gerenciamento de projetos orientados para resultados finalísticos.

Estado Antecedente (Premissas)

• Maior clareza, transparência e visibilidade da atuação da instituição;
• Maior capacidade de produzir e demonstrar resultados para a sociedade, público-alvo, parceiros, governo e órgão de controle externo;
• Disponibilidade de mecanismos eficientes de transformação da estratégia institucional em resultados concretos;
• Maior integração entre planejamento, alocação de recursos, execução, monitoramento e avaliação.
Vantagens do Modelo

Nível Tático
Direcionamento para resultados do esforço das diversas áreas da organização, através de ações integradas;
Maior capacidade de supervisão e controle, na medida em que impõe a mensuração dos resultados, das ações e dos custos, e torna bastante explícitos os compromissos e as responsabilidades;
Convergência das parcerias internas e externas para uma agenda concreta de resultados e ações pactuadas.
Vantagens do Modelo
Nível Operacional:
Maior capacidade de resposta da instituição, na medida em que propicia ganhos expressivos de foco nas demandas locais e melhoria nos índices de implementação;
Melhoria da interlocução das equipes locais com os demais níveis da organização;
Valorização e empoderamento dos gestores de projeto e demais profissionais envolvidos;
Maior capacidade de formulação de projetos que nascem e respondem à demanda local.

Fundamentos
Quatro Atributos Essenciais:
Foco em um público-alvo definido;
Orientação das ações e recursos para resultados finalísticos;
Adensamento da visão estratégica;
Intensidade, prontidão e proximidade da ação gerencial.

Ciclo de Elaboração de Projeto GEOR
O ciclo completo de um projeto inclui quatro etapas: estruturação e contratualização, gerenciamento, monitoramento e avaliação. Todas visam um “norte” único, que se traduz nos resultados finalísticos esperados, conforme demonstrado na figura.
O SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), é um serviço social autônomo, parte integrante do Sistema S que objetiva auxiliar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas, estimulando o empreendedorismo no país. A maior parte dos recursos do SEBRAE é oriundo da contribuição compulsória de 0,3% a 0,6% calculada sobre o total da folha de salários das empresas.
CAMARINI, Gladis; SOUSA, Valter João. As Habilidades do Gerente de Projetos: Um Fator de Sucesso para as Organizações. (2006) Disponível em: <http://www.pmipe.org.br/web/arquivos/Perfil_Gerente_de_Projetos_pmipe.pdf.> Acesso em 01 ago. 2012.

CSILLAG, João Mário. O gerenciamento de projetos segundo a teoria das restrições. Série Relatórios de Pesquisa. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, 2000.

COSTA, Marcelo Lima. O Sebrae e as MPEs. Brasília: UCSebrae, 2011.

FUNDAÇÃO BRADESCO. Gestão de Projetos: Como trabalhar com projetos. São Paulo, 2010.

KERZNER, Arold. Gestão de projetos: As melhores práticas. 2ª edição. São Paulo: Bookman, 2004.

QUELHAS, Osvaldo; BARCAUI, André B.. A teoria das restrições aplicada a Gerência de Projetos: Uma introdução à Corrente Crítica. Disponível em <http://www.pmtech.com.br/newsletter/Marco_2005/TOC_e_CCPM_em_GP.pdf>. Acesso em: 29 set. 2012.

SAMPAIO, Marcio Eduardo Correa. Problemas típicos em gerenciamento de projetos. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/problemas-tipicos-em-gerenciamento-de-projetos-por-marcio-eduardo/20772/>. Acesso em 23 set. 2012.

SEBRAE. Gestão estratégica orientada para resultados: avaliação e desafios. Brasília, 2006.

SEBRAE. Manual de Elaboração e Gestão de Projetos Finalísticos de Atendimento Coletivo. Brasília, 2009.

SGE. Sistema de Gestão Estratégica. Disponível em: <http://www.sigeor.sebrae.com.br/visualizacao/frmPesquisaAvancada.aspx?PID=NjM0ODA1NDA1NjgxMzIwMDMy>. Acesso em 04 ago. 2012.

Referências
Estrutura da Apresentação
1. Tema
2. Delimitação do Tema
3. Objeto de Pesquisa
4. Problema
5. Hipótese de Estudo
6. Objetivos da Pesquisa
6.1. Objetivo Geral
6.2. Objetivos Específicos
7. Justificativa
8. Fundamentação Teórica
(Revisão bibliográfica)


Referências

Em 2003, foi implantada no Sebrae a Gestão Estratégica Orientada para Resultados, visando otimizar o desempenho e os resultados dentro da organização. A metodologia tem como principal instrumento o projeto orientado para resultados, que se desenvolve em torno de um ciclo, onde se encontram as etapas de gerenciamento e monitoramento. O objetivo deste trabalho é trazer a luz da discussão os beneficios e oportunidades de melhoria que a metodologia trouxe para os projetos finalísticos geridos pelos técnicos do SEBRAE Bahia.

Palavras-chave: GEOR. Gestores. Projetos. Gerenciamento. Monitoramento.

2. Delimitação do Tema
3. Objeto de Pesquisa
4. Problema
Considerando a implementação da metodologia GEOR no âmbito dos projetos finalísticos do SEBRAE Bahia é possível inferir que houve, com base nos indicadores de desempenho disponíveis, efetiva qualificação do atendimento aos clientes dos projetos e demais resultados institucionais a luz do modelo de excelência de gestão perseguido pela diretoria executiva?
5. Hipótese de Estudo
Após a implantação da metodologia de gestão de projetos orientados para resultados no SEBRAE Bahia, houve significativa melhoria na qualidade e transparência do relacionamento com o cliente, entretanto, entraves e elementos de ordem estrutural, de controle e da propria cultura organizacional impedem a implementação da metodologia e sua dinânmica de gestão em sua totalidade - o que se traduz em resultados mensuráveis, porém, de maneira geral, pouco qualificado.
8. Fundamentação Teórica
8. Fundamentação Teórica
8. Fundamentação Teórica
8. Fundamentação Teórica
O que é o SEBRAE?
See the full transcript