Prezi

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in the manual

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ernest Rutherford - Vida e Obra

Apresentação sobre a vida e obra de Ernest Rutherford
by William Pereira on 18 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ernest Rutherford - Vida e Obra

Vida e Obra Onde nasceu? Em Cambridge... Ernest Rutherford Mas foi em 1908.. Ernest Rutherford nasceu na Nova Zelândia em 30 de agosto de 1871, na cidade de Nelson e, tal como seus onze irmãos, trabalhou cultivando as terras do pai. Acadêmico William Silva Pereira Por ser um aluno bem-sucedido, ganhou uma bolsa de estudos para cursar a Universidade da Nova Zelândia. Foi ali que se interessou pela Física. Mais tarde, recebeu outra bolsa, dessa vez para a Universidade de Cambridge, na Inglaterra. É curioso saber que ele era o segundo colocado nesse concurso, mas o vencedor desistiu da viagem para se casar. Em Cambridge, Rutherford trabalhou com J. J. Thomson(o criador do pudim de ameixa). Depois, viveu algum tempo no Canadá, voltando à Nova Zelândia para se casar. Por fim, instalou-se definitivamente na Inglaterra. Por influência dos trabalhos de Becquerel, Rutherford começou a pesquisar radiatividade. Da mesma forma que o casal Curie, identificou diferentes tipos de emissões radiativas. Aos dois primeiros, deu os nomes de raios alfa e raios beta. Em 1900 foi descoberto o terceiro tipo, que Rutherford demonstrou serem radiações eletromagnéticas, dando-lhes o nome de raios gama . A partir de 1902... realizou trabalhos que levaram à demonstração de que o urânio e o tório se modificavam no processo radiativo, originando outros elementos. Cada nova forma assim originada permanecia estável por um tempo característico, o que o levou a formular o conceito de meia-vida de um isótopo radiativo. Essa constatação o levaria a propor, em 1914, que os átomos também continham partículas positivas, a que chamou de prótons. Essas partículas contrabalançariam a carga negativa dos elétrons. Com o alemão Hans Geiger, mostrou que os raios alfa eram, na verdade, átomos de hélio desprovidos de elétrons. que Rutherford realizou uma famosa experiência, na qual bombardeou com partículas alfa uma folha de ouro delgadíssima. Verificou que a grande maioria das partículas atravessava a folha sem se desviar. Concluiu, com base nessas observações e em cálculos, que os átomos de ouro - e, por extensão, quaisquer átomos - eram estruturas praticamente vazias, e não esferas maciças. Numa minúscula região de seu interior estaria concentrada toda a carga positiva, responsável pelo desvio de um pequeno número de partículas alfa. Distante dessa região, chamada núcleo, circulariam os elétrons. Por fim em 1909... Pelas suas investigações sobre a desintegração dos elementos e a química das substâncias radioactivas, obteve em 1908 o Prémio Nobel da Química. Foi também presidente da Royal Society (1925-1930), e homenageado em 1931 com o título de primeiro barão de Rutherford de Nelson e Cambridge. 1871 Rutherford nasce perto de Nelson, Nova Zelândia. É o quarto de doze filhos. Seus pais haviam emigrado do Reino unido para a Nova Zelândia. 1887 Aos 16 anos, ganha uma bolsa de estudos para a escola local. 1889 Ganha bolsa de estudos na faculdade Canterbury, Christchurch, Nova Zelândia. 1892 Diploma-se em artes.
1893 Recebe o título de mestre em Matemática e Física. 1894 Recebe certificado mais avançado por sua pesquisa sobre magnetismo do ferro. Publica dois artigos que lhe garantem uma bolsa de estudos no Reino Unido. 1895 Trabalha com o físico inglês Joseph Thomson (1856-1940) no laboratório Cavendish, Cambridge, Inglaterra. Em dezembro físico alemão Wilhelm Rontgen (1845-1923) descobre os raios X. Thomson e Rutherford tentam fazer os raios X atravessar um gás. Descobrem que isso produz partículas carregadas eletricamente. 1896 O físico francês Henri Becquerel (1852-1908) descobre que os raios emitidos pelo urânio afetam o uma chapa fotográfica. Rutherford pensa que os raios podem ser minúsculas partículas do próprio urânio.

1898 Assume a cátedra de Física da Universidade McGill, Montreal, Canadá. 1903 Torna-se membro da Real Sociedade, de Londres. Descobre que o percurso dos raios alfa pode ser alterado por campos elétricos e magnéticos. O rumo da mudança demonstra que os raios são partículas com carga positiva. 1904 Publica "radioatividade". Explica que ela é um processo no qual os átomos de um elemento se desintegram e espontaneamente e formam átomos de um elemento completamente diferente. 1907 Torna-se professor de Física da Universidade de Manchester, Inglaterra.

1908 Prova que uma partícula alfa é um átomo de hélio. Recebe o Prêmio Nobel de Química por seu trabalho sobre a desintegração de elementos. 1911 Descobre que o átomo tem um minúsculo, denso núcleo (centro). Faz a descoberta arremessando partículas alfa numa fina folha de ouro. A maioria das partículas segue direto, algumas mudam de direção e algumas retrocedem. Rutherford conclui que as partículas alfa positivamente carregadas são repelidas pela densa concentração de carga positiva no centro de cada átomo de ouro. 1914 Recebe o título nobre de cavaleiro (torna-se Sir Ernest Rutherford).

1914-18 Trabalha em pesquisas para detecção de submarinos, durante a primeira guerra mundial. 1919 Sucede a Joseph Thomson como professor em Cavendish, Cambridge, Inglaterra. 1925-30 Torna-se presidente da Real Sociedade de Londres e se empenha na salvação de refugiados acadêmicos da Alemanha
.
1930 Publica "Radiações de Substâncias Radioativas".. 1931 Recebe o título de barão de Rutherford.

1934 Produz o primeiro exemplo do que viria a se chamar fusão nuclear. 1937 Publica "A Mais Nova Alquimia", uma descrição do seu trabalho. No dia 19 de outubro morre em Cambridge, aos 66 anos. Foi sepultado na Abadia de Westminster, em Londres. Linha do tempo de Ernest Rutherford
See the full transcript